Página inicial
 
Mural de recados
25.06 | jonathas silva Beringuel
Lamentavel mais um ano perdido pro central. mais um ano de sofrimento pra torcid ...
25.06 | Davi
A ultima vez q fui ao Lacerdão foi na eliminação da serie D de 2009 naquele dia ...
25.06 | Ze ligado
Se espantar com o que??? Foi o central sendo o central simplesmente isso. Já per ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
10/07/2013
14h05 | esportes - SPORT
SPORT > Marcelo Martelotte repete escalação e define time titular para jogo contra o América-RN
Oferecimento: Rádio Liberdade AM (910)
O técnico Marcelo Martelotte valoriza bastante a repetição da escalação. Desde que chegou ao Sport, ele procurava uma armação ideal. Talvez, ainda procure. Mas vai valorizando o que tem em mãos. E repetirá o time que venceu o Joinville na partida deste sábado, contra o América-RN.

Nesta quarta-feira pela manhã, o treinador comandou um coletivo com os mesmos 11 titulares da partida passada. Nem mesmo as boas entradas de Roger e Renan Teixeira colocaram dúvidas na cabeça do treinador. Eles permaneceram no time reserva no início do treinamento. O titular formou com: Magrão; Patric, Pereira, Tobi e Marcelo Cordeiro; Anderson Pedra, Rithelly, Camilo e Lucas Lima; Felipe Azevedo e Marcos Aurélio.

No final da movimentação, veio a única mudança. Roger foi acionado, na vaga de Camilo. A alteração é uma alternativa tática que deixa a equipe mais ofensiva. Marcos Aurélio e Felipe Azevedo foram puxados para os lados, deixando o centroavante mais centralizado. O gol dele, por sinal, foi o que fechou o treino, que durou cerca de 30 minutos.

Para o zagueiro e novo capitão do time, Pereira, mais importante que repetir a equipe é encontrar uma “identidade tática” para a equipe. “Claro que repetir a escalação é bom, mas é ainda mais importante que a gente assimile bem o que ele passa taticamente. Depois que encaixar, mesmo os jogadores que estão no time de baixo, vai entrar um e sair outro e não vamos cair de rendimento”, analisou.
Do Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker