Página inicial
 
Mural de recados
24.04 | Paulo
Parabéns ao povo de caruaru pelo reconhecimento do time do carcara que represent ...
24.04 | Beltrão
A vigilância tem que estar alerta, um certo clube da capital, adora oferecer cif ...
24.04 | Centralino
Lembrando a FPF que esse ano vai ser mais difícil roubar do Salgueiro, pois o se ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
03/11/2013
12h18 | esportes - SÉRIE A
SÉRIE A > Náutico foi goleado pelo Atlético-MG e está matematicamente rebaixado à Série B: 5x0
Clique e Confira.
A derrota do Náutico para o Atlético-MG soou quase como que um alívio para o torcedor alvirrubro. Simbolicamente, pôs fim a uma angustiante contagem regressiva, página das mais tristes da história recente alvirrubra. Enfim, pode-se dizer: o Timbu está oficialmente, matematicamente rebaixado à Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro. Em uma partida que foi o retrato fiel do clube na Série A, o Náutico sucumbiu diante do Atlético-MG com facilidade equivalente a de profissionais jogando com juniores. A goleada por 5 a 0, neste domingo, no estádio Independência, acredite, poderia ter sido maior. Os gols foram marcados por Fernandinho, Jô, Guilherme, Diego Tardelli e Alecsandro. 

Veja mais
 Elicarlos sai de campo chorando e lamenta rebaixamento timbu: "É triste, dolorido"
Foi a sexta derrota seguida timbu. Nem parecia que ambas as equipes jogavam o mesmo esporte. O tombo alvirrubro, porém, não foi nem tão maior, nem menor do que nas 22 derrotas anteriores na competição. O Náutico foi massacrado como em durante praticamente toda a competição. Humilhação. Situação que dificilmente se arrastará nas dolorosas seis rodadas que ainda restam para o time na Série A. Seis despedidas da elite. No próximo, diante do Criciúma, poderá ser a vez do Náutico selar a lanterna do Brasileiro em caso de novo tropeço. Fluminense (F), Bahia (C), Atlético-PR (F), Vasco (F) e Corinthians (C) serão os demais jogos do Timbu.

O jogo
O Náutico foi engolido pelo Galo desde os primeiros minutos. Em alguns momentos, o Atlético-MG exagerava na troca de passes, a ponto de chegar a demostrar até certo desprezo pelo adversário. De fato, estava fácil demais. Aos 6 minutos, Fernandinho chutou à queima-roupa para grande defesa de Berna. Quatro minutos depois, não teve milagre. Dessa vez, Tardelli puxou o contra-ataque e deixou Fernandinho livre para mandar nas redes na saída.

A bola seguia queimando nos pés dos atletas do Náutico. O Timbu não conseguiu imprimir qualquer sequência de troca de passes. Na pressão alvinegra, mais um gol vindo da fragilidade alvirrubra. Aos, 22 William Alves falhou feio, Fernandinho tomou a bola e tocou para Jô mandar para as redes com facilidade: 2 a 0. Após um começo de jogo incessante, o Atlético-MG tirou o pé do acelerador. O primeiro tempo acabou em ritmo de treino.

No intervalo, o técnico Marcelo Martelotte tirou o atacante Olivera para a entrada do volante Helder. De nada adiantou tentar se fechar. O Galo seguiu soberano na partida e, aos 12 minutos, após escanteio e desvio no caminho, Guilherme mandou de cabeça para as redes, com facilidade. Aos 21, a goleada virou realidade. Diego Tardelli, de falta, acertou o canto de Ricardo Berna: 4 a 0. Não demorou muito e, Alecsandro, que acabara de entrar no jogo, fez o quinto para os alvinegros. Assim como no fim do primeiro tempo, o Galo tirou o pé e a partida terminou em ritmo de treino novamente.

Ficha do jogo

Atlético-MG 5
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Lucas Cândido; Josué (Luan), Pierre e Guilherme; Diego Tardelli, Jô (Alecsandro) e Fernandinho (Neto Berola).
Técnico: Cuca.

Náutico 0
Ricardo Berna; Auremir, João Filipe, William Alves e Bruno Collaço; Elicarlos, Derley, Martinez e Tiago Real; Maikon Leite (João Paulo) e Olivera (Helder).
Técnico: Marcelo Martelotte.

Local: Independência, em Belo Horizonte. Árbitro: Wagner Reway (MT). Assistentes: Márcio Gleidson Correia Dias (PA) e Sérgio H. Campelo Gomes (MA). Gols: Fernandinho (aos 10 min do 1ºT), Jô (aos 22 min do 1ºT), Guilherme (aos 12 min do 2ºT), Diego Tardelli (aos 21 min, do 2ºT), Alecsandro (aos 29 min do 2ºT) (A). Cartões amarelos: Bruno Collaço e Martinez (N).

,,,
 
 
 
eXTReMe Tracker