Página inicial
 
Mural de recados
15.12 | Fabio
Sorteio da Copa do Brasil: Santos/AP x Sport Fluminense de Feira/BA x Santa ...
15.12 | Patativa
Foi no lacerdao hoje e fiquei impressionado com o péssima qualidade do gramado,m ...
15.12 | KLEO
CARLOS, TU ALÉM D SER PESSIMISTA, SÓ PENSA NEGATIVO, DIFERENTE DE MIM Q SOU OTIM ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
14/10/2016
18h41 | esportes - SANTA CRUZ
Tiago Cardoso vai retomar titularidade do Santa Cruz após lesão de Edson Kölln durante treino
SANTA CRUZ
O ídolo Tiago Cardoso vai retornar ao gol coral após quatro jogos da temporada na reserva. Isso porque Edson Kölln machucou as costas no treino do Santa Cruz desta tarde, em Itu. Um problema rotineiro do atleta. Irá, portanto, desfalcar a equipe para a partida contra a Ponte Preta no domingo, em Campinas. Após Kölln ter deixado o campo auxiliar do estádio Novelli Júnior com uma bolsa de gelo no local dolorido, o técnico Doriva chegou a ter uma conversa com Cardoso no gramado. 

“O Edson, infelizmente, teve uma lesão nas costas, recorrente. Quando ele trava as costas, geralmente fica alguns dias sem treinar. Então, acredito que vai ser muito difícil ele participar deste próximo jogo”, confirmou Doriva. O treinador, inclusive, solicitou a vinda de outro goleiro do elenco para se integrar ao grupo que está em São Paulo. “A gente está até viabilizando a vinda de outro goleiro para não ficar sem ninguém (no banco de reservas).” Sendo assim, contando com o retorno de Allan Vieira, que estava suspenso, o time base do Tricolor é: Edson Kolln; Léo Moura, Neris, Danny Morais e Allan Vieira; Uillian Correia, Jadson e João Paulo, Keno e Arthur; Grafite.

Kölln sofreu 12 gols neste período que assumiu a camisa 1 do Tricolor, numa alta média de quatro por partida. O agravante de suas atuações não são nem os números em si, já que ele é protegido pela pior defesa da Série A. Mas a forma como estava sendo vazado. Vinha pecando constantemente nas saídas da barra desde o seu primeiro jogo como dono da posição - diante do Independiente Medellín, pela Copa Sul-Americana. Este gol dos colombianos na vitória coral por 3 a 1, aliás, levou à desclassificação do Santa Cruz do torneio continental. 

O mesmo erro, coincidentemente, havia culminou na ida de Tiago Cardoso à reserva. A cada repetição da falha, o técnico Doriva, entretanto, reiterava confiança em Edson Kölln e não cogitava a possibilidade de tirá-lo do time. Com cinco anos no Arruda, acumulando conquistas de três acessos, um Brasileiro da Série C, quatro estaduais e uma Copa do Nordeste, Tiago Cardoso foi um dos responsáveis diretos pelo ressurgimento do Tricolor no cenário nacional, mas não estava vivendo uma boa fase no Brasileiro até ter trocado por Kölln.
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker