Página inicial
 
Mural de recados
21.11 | MARCOS LEITE
AOS POUCOS O CENTRAL TÁ ARRUMANDO A CASA, MONTANDO O TIME, VAMOS APOIAR ESSA FES ...
21.11 | VICTOR HUGO
GALERA VAMOS NO EVENTO DO CENTRAL, FIÉIS CENTRALINOS VÃO LÁ NA FEIJOADA, VAMOS N ...
21.11 | Patativa
Esse Pierre poderia ir morar em salgueiro,só fala desse time do sertão, então ca ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
08/11/2017
10h43 | esportes - Série A
SÉRIE A - Sport 1x2 Botafogo - Rubro Negro retorna ao Z4
Quando a fase não é boa, nem mesmo os melhores jogadores escapam dela. Nesta quinta-feira, diante de uma Ilha do Retiro com mais de 24 mil pessoas, até Magrão falhou feio. Permitiu que o Botafogo abrisse o placar ao tentar driblar fora da área e ainda viu o adversário balançar suas redes também no primeiro tempo. O Leão fez um gol de honra na etapa final, mas a derrota por 2 a 1 deixa-o sem vencer há oito jogos seguidos no ano e há nove em casa, na Série A. Mais que isso, o Rubro-negro volta à zona de rebaixamento da competição, graças ao triunfo do Vitória sobre o Palmeiras, na Bahia. 

Sem Diego Souza, a serviço da seleção brasileira, o Sport começou com Wesley novamente na criação. As novidades se estenderam às voltas dos criticados Samuel Xavier antes suspenso, e Rithely, recuperado de lesão e que formou dupla de volantes com Patrick, liberado para atuar graças a um efeito suspensivo acatado pela Justiça e o mais produtivo do time no confronto. Além deles, Osvaldo também reapareceu na equipe, visto que Mena sentiu dor na coxa de última hora.

O primeiro grave pecado do Sport, porém, não veio de ninguém da linha, de nenhum dos nomes contestados pela torcida. Aconteceu o imponderável. Desacostumado aos erros, o ídolo Magrão acabou sendo o responsável direto pelo primeiro gol do Botafogo. Recebido pouco antes com um grande bandeirão nas arquibancadas da Ilha, o goleiro tentou driblar Bruno Silva fora da área, mas perdeu a bola e o volante alvinegro só teve o trabalho de fazer o gol com a barra aberta, aos 14 minutos. 

O veterano pediu desculpas. Não evitou que a equipe sentisse o golpe e se desorganizasse. Quatro minutos depois, Marcos Vinícius fez jogada individual, não recebeu o combate de Henriquez e chutou no cantinho direito de Magrão: 2 a 0. Vieram as primeiras críticas dos torcedores. De novo sem render, embora pouco culpado pela má atuação coletiva, Wesley foi substituído. Pego para Cristo, saiu vaiado, desolado, ainda no primeiro tempo. 
 
 No lugar dele, o interino Daniel Paulista colocou Marquinhos, que não jogava há quase cinco meses. A mudança não deu ao Sport um repertório maior de jogadas, no entanto. Frente a um Botafogo que encontra muito espaço para contra-atacar, Magrão ainda salvou um gol de Brenner na etapa inicial. 
Gol de honra no segundo tempo

O Sport ensaiou uma pressão no início do segundo tempo, mas não conseguia finalizar e esfriava a cada minuto passado sem gol. Junto do arrefecimento veio mais insatisfação das arquibancadas. Muita gente começou a deixar o estádio. O ambiente na Ilha do Retiro se tornou mais hostil para uma reação leonina no jogo. As entradas de Lenis e Thomás. Quando a torcida só criticava, André “achou” um gol, já aos 40. O Sport foi para cima nos minutos finais. Os visitantes deram espaço, mas faltou mais qualidade para o empate. 

Sport
Magrão; Samuel Xavier (Thomás), Henriquez, Durval e Sander; Rithely, Patrick, Wesley (Marquinhos), Osvaldo e Rogério (Lenis); André. Técnico: Daniel Paulista (interino)

Botafogo
Gatito; Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Victor Luis; Rodrigo Lindoso (Matheus Fernandes), Bruno Silva, João Paulo (Gilson) e Marcos Vinicius; Rodrigo Pimpão e Brenner (Guilherme). Técnico: Jair Ventura.

Estádio: Ilha do Retiro (Recife-PE). Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO). Assistentes: Bruno Raphael Pires (Fifa-GO) e Leone Carvalho Rocha (GO). Cartões amarelos: Igor Rabello, Arnaldo, João Paulo, Matheus Fernandes (Botafogo); Henriquez, Durval (Sport) Gols: Bruno Silva (14’ do 1T, Botafogo), Marcos Vinícius (18’ do 1T, Botafogo) e André (40’ do 2T, Sport). Público: 24.1119. Renda: R$ 118.936.
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker