Página inicial
 
Mural de recados
21.09 | MARCONDES
SERÁ Q O CENTRAL FOSSE PEDIR PRA PREFEITA DAR UMA GERAL NO CT, ELA PELO MENOS MA ...
21.09 | VICTOR HUGO
A PREFEITA É D CARUARU, MAS NÃO FAZ NADA PELOS 2 CLUBES CENTRAL E PORTO, ELA DEV ...
21.09 | Paulo alvinegro
É muito engraçado o presidente do central pra conseguir falar com o prefeito de ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
02/09/2017
18h15 | esportes - SÉRIE A
SÉRIE A - Grêmio 5x0 Sport - Letal mesmo com ataque reserva, Grêmio abriu o placar ainda aos 19 minutos do 1º tempo de jogo
A missão era, reconhecidamente, difícil. Contra o vice-líder Grêmio, em Porto Alegre, um empate seria um bom resultado. Mas o Sport não conseguiu evitar a derrota. Pior. Acabou sofrendo uma goleada. Ao perder por 4 a 0 para o time gaúcho, neste sábado, o Leão completou cinco jogos sem vitória (três derrotas e dois empates) e como só perderia uma posição caso fosse derrotado por cinco gols de diferença, caiu para o 11º lugar. 

Como era de se esperar, foi o Grêmio que tomou a iniciativa de jogo. Começou com mais posse de bola e rondando a área de Magrão pelos lados, embora tendo dificuldade para finalizar em gol. O Sport, um pouco mais lento do que o rival, acabou sendo obrigado a “matar” algumas jogadas cometendo muitas faltas. Estratégia que estava dando certo, até Fernandindo ser derrubado na entrada da área por Ronaldo Alves. Na cobrança, aos 19 minutos, Edilson chutou com força, com a bola passando ao lado da barreira como um foguete. Magrão não teve como evitar o primeiro gol do jogo, que, àquela altura, era merecido.

Ao sair atrás do placar, o Sport foi obrigado a se lançar ao ataque. Mas não tinha força ofensiva. Tanto que a primeira finalização do Leão aconteceu aos 23 minutos, com um chute fraco de André, facilmente defendido por Marcelo Grohe. O Grêmio, por outro lado, continuava encontrando espaço para entrar na zaga rubro-negra. Percebendo que era possível ampliar ainda no primeiro tempo, não diminuiu o ritmo e acabou sendo premiado. Aos 34 minutos, Edílson fez uma bela jogada pela direita, passando por três marcadores rubro-negros, e tocou para trás, encontrando Evertou, que, livre, chutou para o gol, fazendo 2 a 0. 

O segundo gol parece ter desnorteado o Sport. Sem reação, os rubro-negros passaram a assistir ao Grêmio jogar, como se torcessem para que o primeiro tempo terminasse logo.
 
 

Segundo tempo

Vendo a necessidade de fazer o time reagir, Vanderlei Luxemburgo fez duas mudanças antes do reinício do jogo. Patrick entrou no lugar de Anselmo e Ewerton Felipe na vaga de Osvaldo. O Grêmio voltou com o mesmo time. O Leão ganhou mais mobilidade. Passou a tocar melhor a bola. Mas a zaga do Grêmio fez uma grande partida. Estava muito difícil entrar na grande área tricolor. Sempre muito marcado, o Rubro-negro passou a apostar em chutes de fora da área.

Mas qualquer chance de reação acabou aos 21 minutos, quando Samuel Xavier derrubou Ramiro dentro da área. O pênalti foi convertido aos 22 minutos por Fernandinho. Atordoado, o Leão sofreu outro gol dois minutos depois. O Grêmio tocou a bola como quis, sem ser incomodado, com direito a duas trocas de passe de calcanhar e passe de cabeça de Ramiro, livre, para Fernandinho, que também finalizou de cabeça, ampliando para 4 a 0. Mas tinha vaga para mais.

No desespero, Vanderlei Luxemburgo fez o que podia. Gastou a última substituição, com Lênis entrando no lugar de Wesley. Enquanto isso, Renato Gaúcho, já descansado, fez três mudanças para poupar os jogadores. E um jogador que havia acabado de entrar marcou o 5º gol do time gaúcho. Aos 37 minutos, Dionathã limpou a marcação e chutou no canto de Magrão. Não havia mais o que fazer. Apenas esperar o fim do jogo e do massacre.

Ficha do jogo

Grêmio 5
Marcelo Grohe; Edilson, Bressan, Walter Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Arthur Ramiro (Dionathã) e Léo Moura (Patrick); Fernandinho e Everton (Beto da Silva). Técnico:Renato Gaúcho

Sport 0
Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Oswaldo Henriquez e Sander; Anselmo (Patrick), Rithely, Wesley (Lênis), Diego Souza e Osvaldo (Everton Felipe); André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Estádio: Arena do Grêmio (Porto Alegre). Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO). Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Leone Carvalho Rocha (GO). Cartões amarelos: Ronaldo Alves, Sander, Samuel Xavier e Diego Souza. Gols: Edilson: (19’ do 1ºT; Everton (34’ do 1ºT), Fernandinho (22’ do 2ºT e 24’ do 2ºT) e Dionathã (37’ do 2ºT). Público: 19.295. Renda: R$ 595.667
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker