Página inicial
 
Mural de recados
24.09 | VICTOR HUGO
FOI LINDO V AS IMAGENS DO LACERDÃO QUASE LOTADO, O GRAMADO UM VERDADEIRO TAPETE ...
22.09 | Aldery
É nítido ver como é desastroso ao Central há tanto tempo estar fora de uma série ...
22.09 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! Bela iniciativa da diretoria. Aproveitar a oportunidade par ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
18/07/2017
21h34 | esportes - PE 2017
PE 2017 - Por 8 votos a 0, TJD rejeita anulação e mantém título do Estadual 2017 para o Sport
O apito final de Wilton Pereira Sampaio no último dia 28 de junho - quando o Sport venceu o Salgueiro na decisão do Estadual pelo placar de 1 a 0 -, não foi o suficiente para determinar o Leão como campeão pernambucano de 2017. Apenas nesta terça-feira o resultado do jogo foi homologado, em decisão do Tribunal de Justiça Desportiva de Pernambuco por oito votos unânimes, contrários ao pedido de anulação do duelo. A decisão, porém, ainda cabe recurso para o goleiro Luciano, que pode recorrer em segunda instância solicitando anulação ao Supremo Tribunal de Justiça Desportiva - STJD.

Na ação, o goleiro (reserva no duelo) alegava erro na marcação do assistente Emerson Augusto de Carvalho, ao assinalar saída de bola em um escanteio que terminaria em gol para o Carcará. Naquele momento, aos 25 minutos da etapa final, o placar ainda marcava zero para os dois times. Na ocasião a partida foi paralisada para assistência do árbitro de vídeo, mas a decisão acabou sendo mantida após longa espera.

“Considerar como válido o gol, seria corrigir um erro com outro. A partir do momento em que o bandeira invalida o lance, a jogada inteira fica comprometida, o que pode levar um jogador do sport a desistir da jogada. O assistente marcou o lance de acordo com sua percepção de que a bola saiu e o árbitro central apoiou a decisão. Após conferir o vídeo, manteve a decisão, entendendo que a bola havia saído”, alegou o advogado do Sport, Geraldo Campelo.
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker