Página inicial
 
Mural de recados
16.10 | MARCONDES
É VERDADE CLEO, SE PESQUEIRA É AZUL E AMARELO ELES USA TODO D AZUL , TEM CABENSE ...
16.10 | VICTOR HUGO
OS 2 CAIXÕES DE PANCADA DA SEGUNDONA, FERROVIARIO DO CABO E CHÃ GRANDE JÁ ESTÃO ...
14.10 | CLEO
EU ACHO Q O PESQUEIRA TEM JOGAR TODO DE AMARELO SÓ O NUMERO AZUL, JÁ TEM MUITOS ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
28/05/2017
10h32 | esportes - SÉRIE A
SÉRIE A - Sport 4x3 Grêmio - Atacante André mostrou oportunismo nos três gols marcados na vitória
Após um início de jogo desastroso, o Sport se recuperou e com três gols de André venceu o Grêmio, de virada, por 4 a 3, neste domingo, na Ilha do Retiro. Foi primeira vitória do Leão no Brasileiro da Série A. Ainda sem o nome do novo treinador, sob o comando do interino Daniel Paulista, que sofreu com desfalques de última hora, a equipe rubro-negra teve que mudar a postura completamente dentro de campo, ao sair com 2 a 0 de desvantagem no placar.
 
O Sport entrou em campo com a expectativa de, enfim, emplacar no Brasileiro e aproveitar para deixar para trás a decepção vivida com a perda do título da Copa do Nordeste, durante a semana, para o Bahia. Desde o início, porém, o time rubro-negro se mostrou completamente desorganizado taticamente e nervoso na saída de bola.
 
O Grêmio veio ao Recife com uma equipe reserva, por conta do duelo contra o Fluminense, pela Copa do Brasil. Apesar disso, o técnico Renato Gaúcho montou uma estratégia que se mostrou acertada inicialmente. Com uma marcação bem postada atrás e jogadores leves do meio para a frente, apostava na velocidade. Deu certo. Logo aos quatro minutos, o placar estava aberto, com Fernandinho, aproveitando uma apatia geral da defesa do Sport.

Daniel Paulista teve problemas para escalar a equipe. No dia anterior, perdeu Diego Souza, sentindo dores no pé, e Ronaldo, que já atuaria improvisado na lateral direita. Com Everton Felipe no lugar de DS87, Fabrício ocupou a vaga no lado do campo. O prata da casa, titular no meio do Leão, sentia enorme dificuldade no setor. O Grêmio não abria mão da sua proposta e com certa facilidade chegou ao segundo gol. Após cobrança de escanteio, Rafael Thiere, sozinho na área, tocou para o gol. Os rubro-negros pediram impedimento, mas foi justamente Fabrício quem deu condições para o zagueiro.
 
A torcida do Sport já criticava o time e algumas peças desde o primeiro gol sofrido. Aos poucos, porém, o time foi se organizando em campo. A partir dos 25 minutos, ficava mais com a bola e marcava presença ofensiva. Osvaldo puxou bastante o jogo, aberto pela ponta direita. Foi por aquele lado que, aos 34, Fabrício cruzou e André, ao seu estilo oportunista, antecipou o zagueiro e tocou para o gol, recolocando o Leão de vez de volta ao jogo.
 
Depois do gol, o Sport tomou as rédeas da partida. O Grêmio continuava focado na marcação, porém, um pouco mais recuado, devido ao avanço do Rubro-negro. O time gaúcho tentava encaixar um contra-ataque, enquanto o Leão pressionava em busca do empate. Esteve perto, em chute perigoso de Everton Felipe, numa jogada logo após o tento de André, mas o primeiro tempo terminou ainda com a vantagem gremista.  
 
O Sport manteve o domínio no segundo tempo, melhorando com a entrada de Lenis na ponta direita - Osvaldo passou a atuar pela esquerda. O colombiano tornou-se uma opção a mais no ataque, fazendo, inclusive, Everton Felipe aparecer no jogo. Com maior posse de bola, o empate era questão de tempo. O gol rubro-negro veio aos 18 minutos, com Matheus Ferraz, de cabeça.
 
A torcida cresceu junto com o time e a pressão sobre o Grêmio, totalmente acuado, aumentou. Com Lenis bem, o  Sport passou a investir nas descidas pelo lado direito. E foi por ali que veio a virada. Aos 28, após boa troca de passes, Marquinhos cruzou e André novamente apareceu como centroavante no meio da área.

O placar era justo. O Sport dominava, diante de um Grêmio sem alternativas de jogo. Mena, no entanto, foi expulso, complicando para o Leão. Ainda assim, André mostrou que estava numa noite inspirada. Aos 38, num contra-ataque, ele insistiu e ganhou a bola do zagueiro, partindo livre para cima do goleiro. Bateu na saída de Léo e marcou o terceiro dele na partida.
 
O placar de 4 a 2 poderia sugerir tranquilidade, mas o Grêmio voltou a encostar, com um gol de Fernadinho, aos 41, cobrando pênalti cometido por Matheus Ferraz. Ao Sport, com um jogador a menos, era resistir e segurar a importante vitória. Conseguiu. Apesar da pressão final do time gremista, o Leão conquistou a sua primeira vitória no Brasileiro.
 
Ficha do jogo
 
Sport
Magrão; Fabrício, Matheus Ferraz, Durval e Mena; Anselmo, Rithely e Everton Felipe (Marquinhos); Osvaldo (Thallyson), André e Rogério (Lenis). Técnico: Daniel Paulista (interino).
 
Grêmio
Léo; Bressan, Bruno Rodrigo (Beto Silva) e Rafael Thyere; Kaio, Jailson, Machado e Conrado; Fernandinho, Everton (Pepê) e Nicolas Careca (Lima). Técnico: Renato Portaluppi
 
Local: Ilha do Retiro. Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA). Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA). Gols: Fernandinho (aos 4 min do 1°T e aos 41 min do 2°T), Rafael Thyere (aos 17 min do 1°T), André (aos 34 min do 1°T e aos 28 do 2°T, aos 38 min do 2°T), Matheus Ferraz (aos 18 min do 2°T). Cartões amarelos: Thallyson, Anselmo (S) e Bressan (G). Cartão vermelho: Mena (S). Público: 3.441. Renda: R$ 74.684.
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker