Página inicial
 
Mural de recados
26.04 | MARCOS LEITE
O CENTRAL PERDEU VÁRIOS BONS JOGAGORES Q DISPUTARAM O PERNAMBUCACNO DESSE ANO, A ...
26.04 | Beltrão
A próxima contratação do Central vem do : A) veloclube B) aeroclube C) Cineclub ...
25.04 | Jose Helio Pessoa
DODEIRO NÃO ATRAPALHA....O CENTRAL SÓ NÃO É MAIOR DO QUE SUA LOUCURA...TIRAR LI ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
13/04/2017
04h44 | esportes - COPA DO BRASIL
COPA DO BRASIL - Sport 2x1 Joinville - Leão joga por um empate para avançar às oitavas de final
Ao contrário das partidas contra Campinense e Danubio, Sport dessa vez não fez uma grande atuação. Mesmo assim acumulou mais uma vitória sob o comando do técnico Ney Franco. Com gols de Rithely e do prata da casa Juninho, o Leão venceu o Joinville por 2 a 1, nesta quarta-feira, na Ilha do Retiro, e larga com vantagem na quarta fase da Copa do Brasil. 

Com o resultado, os rubro-negros jogam por qualquer empate na partida de volta, na próxima semana, na Arena Joinville. Já os catarinenses avançam com um triunfo por 1 a 0 ou qualquer outro por dois gols de vantagem. Agora, os dois times miram suas atenções para o respectivos estaduais. Domingo, novamente na Ilha, o Leão faz o clássico contra o Náutico, pela primeira partida das semifinais do Campeonato Pernambucano.

O jogo

Tendo apenas uma novidade na equipe, com a entrada do zagueiro Matheus Ferraz na vaga do lesionado Ronaldo Alves, o Sport começou a partida em marcha lenta. Porém, sem nada a ver com a mudança na defesa. O problema da equipe nos minutos iniciais era o espaçamento entre os jogadores, com Diego Souza atuando no “modelo antigo”, recuado no meio de campo e Everton Felipe aberto pelo lado direito.

Assim, os donos da casa, lentos na saída de bola, tinha dificuldade na criação. Tanto que o primeiro chute só veio aos 16 minutos, com Fabrício pegando rebote de um escanteio e isolando. A sorte leonina era que do outro lado estava uma equipe limitada. Apesar de mais posse de bola, o Joinville, com cinco desfalques, também nada produzia.

A partida começou a tomar outro rumo graças a leitura de jogo de Diego Souza. Sentindo o desencaixe da equipe, o camisa 87, dentro de campo, combinou com o técnico Ney Franco para voltar a atuar mais próximo à área adversária, com Everton Felipe recuando para a criação. Deu certo. E aos 24 minutos, o Sport abriu o placar com Rithely, de primeira, aproveitando uma bola ajeitada de cabeça por Diego Souza.

Com o placar favorável, o Sport, enfim, passou a dominar as ações. Ocupando o campo de defesa adversário, ainda desperdiçou chances de ampliar com Durval e Rogério. Este obrigando o goleiro Matheus a fazer grande defesa, após a bola desviar na defesa.
 
 

Segundo tempo

Com o Sport terminando a primeira etapa melhor em campo, Ney Franco não fez nenhuma mudança para  o segundo tempo. Porém, mal houve tempo para as equipes se reposicionarem em campo. No minuto inicial, o Joinville conseguiu o empate após vacilo da defesa e Bruno Batata chutar alto, sem defesa para Magrão.

O Sport sentiu o gol, que voltou a ter dificuldade na armação. Assim, aos 17 minutos, Ney Franco fez duas substituições ao tirar os apagados Everton Felipe e André para as entradas de Lenis e Juninho, respectivamente. Desta forma, Diego Souza passou a atuar como centroavante, com o prata da casa na criação. Lenis e Rogério abertos. 

Dois minutos depois, por pouco as mudanças não surtiram efeito imediato, com Juninho dando lindo passe para o colombiano driblar o marcador, mas chutar em cima do goleiro. Apesar disso, o Sport não conseguiu melhorar. Correndo ainda por cima alguns riscos, com Matheus Silva finalizando próximo a trave de Magrão, aos 28 minutos.

Aos 34, Ney Franco deu a sua última cartada com a entrada de Leandro Pereira na vaga de Samuel Xavier, recuando mais uma vez Diego Souza. Mas quem faria a diferença já estava em campo. Quatro minutos depois, após belo lançamento de Rithely, o garoto Juninho dominou com categoria e finalizou sem chance de defesa. Deixando o Leão na vantagem pela vaga às oitavas de final.

Ficha do jogo

Sport 2
Magrão; Samuel Xavier (Leandro Pereira), Matheus Ferraz, Durval e Mena; Fabrício, Rithely e Everton Felipe (Lenis); Diego Souza, André (Juninho) e Rogério. Técnico: Ney Franco.

Joinville 1
Matheus; Caíque, Henrique Mattos, Max e Gustavo; Danrlei, Tinga e Lúcio Flávio (Matheus Silva) e Alex Ruan (Aldair), Bruno Batata e Breno (Fabinho Alves). Técnico: Fabinho Santos.

Local: Ilha do Retiro. Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa-PR). Assistentes: Bruno Boschilia e Ivan Carlos Bohn (ambos do PR). Gols: Rithely (24 min do 1º) , Bruno Batata (1 min do 2º) e Juninho (38 min do 2º). Cartões amarelos: Caíque, Breno (J), Samuel Xavier e Juninho (S). Público: 4.781. Renda: R$ 77.050
 
DO SUPER ESPORTES PE

.
 
 
 
eXTReMe Tracker