Página inicial
 
Mural de recados
15.12 | Fabio
Sorteio da Copa do Brasil: Santos/AP x Sport Fluminense de Feira/BA x Santa ...
15.12 | Patativa
Foi no lacerdao hoje e fiquei impressionado com o péssima qualidade do gramado,m ...
15.12 | KLEO
CARLOS, TU ALÉM D SER PESSIMISTA, SÓ PENSA NEGATIVO, DIFERENTE DE MIM Q SOU OTIM ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
06/04/2017
21h48 | esportes - COPA SUL-AMERICANA
COPA SUL-AMERICANA - Sport 3x0 Danubio/URU
O Sport pedalou rumo a segunda fase da Copa Sul-Americana. Com direito a show do meia Diego Souza, autor de uma assistência de bicicleta e um gol de voleio, o Leão derrotou o Danubio-URU por 3 a 0 nesta quinta-feira, na Ilha do Retiro. Com isso, está muito próximo de eliminar pela primeira vez um time estrangeiro na competição.

Com o resultado, os rubro-negros podem até perder por dois gols de diferença no jogo de volta, dia 11 de maio, em Montevidéu. Rithely e o garoto Fabrício, em bela cobrança de falta, anotaram os outros gols.

O jogo
Ciente da necessidade de que a classificação dependeria de um bom resultado dentro de casa, o técnico Ney Franco colocou em campo uma equipe mais ofensiva, com o meia Everton Felipe entrando na vaga do volante Rodrigo, titular diante do Campinense, no último domingo. Com isso, Diego Souza foi adiantado para atuar como terceiro atacante.

 


No entanto, o time parece ter estranhado a nova formação. Com Everton Felipe sem conseguir ser o homem de criação imaginado pelo técnico rubro-negro, o Sport tinha dificuldade para passar pela marcação do Danubio. Assim, os primeiros minutos foram equilibrados, com o time uruguaio buscando valorizar a posse de bola. Chances de gol? Só em chutes de fora da área. Cenário que era melhor para os visitantes.

Notando o pouco poder de fogo da sua equipe, Ney Franco desfez o plano inicial e aos 25 minutos voltou a forma tradicional do Sport jogar. Com Diego Souza mais recuado, no meio de campo, e Everton Felipe passando a atuar aberto no ataque. O “Sport melhorou. Mas o nó”, não foi desatado pelo coletivo e sim pelo talento individual. Que atende pelo nome de Diego Souza.

Dessa vez vestindo a camisa 10 (o número 87 não é permitido pela Conmebol), o meia começou a dar seu show aos 34 minutos, quando, mesmo marcado por dois defensores, “achou” um cruzamento de bicicleta para Rithely, de cabeça, abrir o placar. Na comemoração, os gritos da torcida foram para o dono da assistência.

O gol desnorteou o Danubio, que passou a ser dominado. Assim, não demoraria para levarem o segundo. E em nova pintura do craque rubro-negro. Após uma sequência de bicicletas mal sucedidas do Sport, primeiro por André e depois por Rogério, a bola sobrou para Diego Souza, que mostrou como se faz. De voleio, mandou sem chance para o goleiro Cristóforo. Golaço.

 

 Segundo tempo

Satisfeito, Ney Franco não fez nenhuma substituição para a etapa final. Nenhuma mudança também no futebol de Diego Souza. Cheio de confiança, foi do craque a primeira grande chance de gol no segundo tempo, pegando de primeira, de fora da área.

O único cenário diferente foi o fato do Leão ter mais espaço para jogar, já que, com o placar adverso, o Danubio precisou se expor mais. Diminuir a vantagem seria importantíssimo para os uruguaios pensando no jogo de volta, já que o gol fora de casa serve como critério de desempate caso de igualdade nos placares agregados. Assim, aos 14 minutos, trocou a sua dupla de ataque, buscando ter mais velocidade. Não deu em nada

Seria o Sport que chegaria mais uma vez às redes. E de uma forma que fazia tempo que não chegava. Em cobrança de falta perfeita, trabalhada nos treinos da semana, o prata da casa Fabrício jogou no ângulo, anotando o terceiro do time pernambucano. Gol para coroar a boa atuação leonina.

Ficha do jogo


Sport 3
Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves (Matheus Ferraz), Durval e Mena (Evandro); Fabrício, Rithely e Everton Felipe; Diego Souza, André (Leandro Pereira) e Rogério. Técnico: Ney Franco.

Danubio 0
Cristóforo; Peña, De Los Santos, Malrechauffe e Olaza; Fernández, Gravi, Zarfino e González (Grossmuller); Olivera (Jonathan dos Santos) e Ardaiz (Saracchi). Técnico: Gastón Machado.

Local: Ilha do Retiro. Árbitro: Jorge Baliño (ARG). Assistentes: Lucas Germanotta e Gabriel Chade (ambos da ARG). Gols: Rithely (34 min do 1º) , Diego Souza (41 min do 1º) e Fabrício (22 min do 2º). Cartões amarelos: Zarfino, Fernandez, Malrechauffe, Gravi (D), Diego Souza (S). Renda: R$ 267.485. Publico: 13.582
 
do super esportes pe 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker