Página inicial
 
Mural de recados
22.11 | MARCONDES
TODOS UNIDOS PELO CENTRAL, IMPRENSA, DIRETORIA E TORCIDA SÓ ASSIM O CENTRAL VAI ...
22.11 | paulo
ESSE BABACA DA PATATIVA DEVE SER TORCEDOR DO SPORTE RECIFE ...
22.11 | CLEO
VERDADE MARCOS LEITE ESSA É A HORA DO VERDADEIRO ALVINEGRO AJUDAR O CENTRALZAO. ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
11/03/2017
19h21 | esportes - COPA DO NORDESTE
COPA DO NORDESTE - Sport 5x0 Juazeirense/BA - Com o resultado, o Sport é o primeiro time a garantir a classificação às quartas de final do Nordestão
Foi uma noite de sábado perfeita para o Sport. A vitória por 5 a 0 sobre a Juazeirense, na Ilha do Retiro, garantiu a classificação antecipada do time às quartas de final da Copa do Nordeste. Mais: a goleada veio aumentar a confiança de todo o elenco, que fez uma atuação consistente. Sobretudo do atacante André, que começa a flertar com a boa fase vivida no Leão em 2015. Autor de dois gols, um deles de pênalti, o atacante assumiu a artilharia do Sport na temporada, com cinco gols. Passou a figurar também como goleador da Copa do Nordeste, ao lado de Halef Pitbul, do Santa Cruz, e Viola, do River-PI, com três. Quem também marcou duas vezes foi Rogério. Ronaldo Alves fez o outro.

Classificado na Copa do Nordeste, o Sport enfrenta o Sampaio Corrêa na última rodada da fase de grupos, no dia 22, precisando de um empate para assegurar a primeira colocação do grupo C. O próximo desafio do Rubro-negro, entretanto, será pela Copa do Brasil. Na quarta-feira, o time enfrenta o Boavista, do Rio, na Ilha do Retiro, às 21h45. Jogo tranquilo para o time, já que na partida de ida o Sport venceu por 3 a 0.

O JOGO
Quando o jogo começou na Ilha, a Juazeirense já estava eliminada da Copa do Nordeste, por conta da vitória do River-PI sobre o Sampaio Corrêa por 1 a 0, partida também disputada neste sábado, à tarde. E o time baiano mostrou que não saiu da disputa precocemente por acaso. Mesmo com os relevantes desfalques de Diego Souza e Rithely, o Leão impôs o seu ritmo sem encontrar muita resistência do adversário, conseguindo rapidamente abrir o placar e construir uma vantagem tranquila. Aos 25 minutos, o placar já estava 2 a 0.

A fragilidade adversária, é importante ressalvar, não ofusca o mérito do Sport. Desde o início, Leão mostrou disposição e boa organização tática. Destaque para as boas transições feitas por Everton Felipe e Mena. Antes do primeiro gol, foram três tabelinhas da dupla. Duas resultaram em boas oportunidades, finalizadas por Leandro Pereira e Ronaldo Alves. O goleiro defendeu as duas.

O lance que resultou no primeiro gol, entretanto, teve origem no lado direito do ataque rubro-negro. Samuel Xavier tocou para Rodrigo na área. Ele recebeu e tentou girar para a esquerda, mas foi derrubado pelo zagueiro Michel. Pênalti. Sem Diego Souza em campo e com André sentindo o peso de ter errado as três cobranças que fez, coube a Ronaldo Alves a responsabilidade pelo pênalti. Missão cumprida deslocando bem o goleiro. Sport 1 a 0, aos 8 minutos do primeiro tempo.

A Juazeirense quis aproveitar que o Sport reduziu um pouco o ritmo após o gol. Chegou ao ataque por duas vezes, uma delas por um erro na saída de bola leonina, de Ronaldo Alves. Durval fez uma boa intervenção na cobertura. Everton Felipe tratou de reacelerar o Sport, entretanto. O Rubro-negro voltou a segurar a partida em seu campo ofensivo e, aos 25 minutos, chegou ao segundo gol em outro pênalti.

Desta vez, a bola bateu no braço de Emerson Bahia, que estava na barreira, após falta batida por Mena. Com a vantagem no placar, André pegou a bola e foi para a cobrança. Não errou. Cobrou bem, no canto direito do goleiro Otávio. Sport 2 a 0. Gol de alívio para o atacante, de tranquilidade para o Rubro-negro.

SEGUNDO TEMPO
O ritmo inicial da etapa complementar não foi o mesmo do primeiro tempo. O Sport voltou no ritmo do 2 a 0, sem a mesma volúpia de buscar o ataque. Não perdeu o domínio da partida, entretanto. Cenário que ficou ainda mais tranquilo aos 10 minutos, quando o meia Patrik deu uma entrada violenta em Fábio e recebeu o cartão vermelho direto.

Em superioridade numérica, o Sport conseguiu manter ainda mais a posse de bola, segurando o jogo no campo do Juazeirense. Cenário favorável, que Daniel Paulista tentou explorar colocando dois atletas descansados: Rogério e Neto Moura entraram nos lugares de Everton Felipe e Ronaldo, respectivamente. O Leão voltou a chegar perigosamente num chute de Leandro Pereira de fora da área, aos 22 minutos. No lance seguinte, marcou o terceiro.

O gol foi marcado por André, mas o mérito tem que ser dividido com Rogério, que levantou a bola na área com precisão, nas costas da defesa da Juazeirense, na trajetória do camisa 90. André precisou finalizar duas vezes. Primeiro mandou de cabeça na trave. No rebote, com os pés, mandou para as redes. Tornou-se, naquele momento, o artilheiro do Sport na temporada, com cinco gols, e no Nordestão, com três.

Rogério entrou na partida para acender o Sport e seguiu fazendo bem a sua missão. Aos 25 minutos, quase marcou o quarto num chute defendido pelo goleiro Otávio. O Sport seguiu em cima, com Rogério sendo o principal motor do ataque leonino. Disposição recompensada aos 42. O atacante recebeu um ótimo lançamento de Juninho e bateu forte, da entrada da área, transformando a vitória em goleada. Que não parou por aí. Em mais um bom lançamento aproveitando a velocidade de Rogério, o Sport chegou ao quinto gol. O atacante recebeu na área e bateu cruzado, para fechar o placar em 5 a 0.

SPORT
Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Mena; Rodrigo, Ronaldo (Neto Moura - 18' do 2ºT) e Fábio (Juninho - 30' do 2ºT); Everton Felipe (Rogério - 18' do 2ºT), André e Leandro Pereira. Técnico: Daniel Paulista.

JUAZEIRENSE
Otávio; Lucas, Michel, Braz e Elton Lira; Júnior Gaúcho (Everlan - 35' do 1ºT), Capone, Patrik e Sayão; Emerson Bahia (Jean - 31' do 2ºT) e Júnior Chicão (Diego Ceará - int). Técnico: Carlos Rabello.

Estádio: Ilha do Retiro. Árbitro: Julio Cesar Ferreira (AL). Assistentes: Rondinelle dos Santos Tavares (AL) e Lennon Mccartney Farias (AL). Gols: Ronaldo Alves (8' do 1ºT), André (25' do 1ºT e aos 23' do 2ºT) e Rogério (42' e 46' do 2ºT). Cartão amarelo: Ronaldo, Samuel Xavier, Fábio e Rogério (S); Rafael Sayão e Capone (J). Cartão vermelho: Patrik (11' do 2ºT).

DO SUPER ESPORTES PE

 
 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker