Página inicial
 
Mural de recados
24.07 | Paulo alvinegro
Parabéns Carlos pelo seu comentário. ...
24.07 | Carlos
O franco pra conversar merda,cara procure o que fazer e deixe o central em paz. ...
24.07 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! Quanto a mudança de Estatuto: Creio ser bom descentralizar, ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
05/02/2017
20h42 | esportes - COPA DO NORDESTE
COPA DO NORDESTE - Juazeirense/BA 0x1 Sport - Aos 50 do segundo tempo, Diego Souza serviu Fábio, que só empurrou a bola
Completo, o Sport esteve longe de apresentar o seu melhor futebol na tarde deste domingo. Contra o Juazeirense, na Bahia, o Rubro-negro fez mais um jogo pobre tecnicamente, criou poucas chances de gols, mas o talento individual de Diego Souza se sobressaiu. Só no último minuto de jogo, bem posicionado, serviu Fábio, que empurrou a bola para as redes e manteve o Leão na liderança do grupo C da Copa do Nordeste, dividida com o River-PI.

A partida foi enfadonha. Ambos os times tinham uma transição falha do meio-campo para o ataque. Os erros de passes e o exagero nos lançamentos longos eram tônica do duelo nos minutos iniciais. Entre trancos e barrancos, a equipe mandante foi quem conseguiu construir jogadas e ser mais perigosa, inicialmente. Após cruzamento da esquerda, Patrick, por exemplo, isolou uma bola que chegou a ele na grande área, onde estava livre de marcação. 

A alta temperatura registrada em Juazeiro (o calor rendeu uma parada em cada tempo para jogadores e arbitragem se hidratarem) parecia ser mais um agravante para a baixa produtividade. O jogo só melhorou um pouco perto do fim da primeira etapa. O Juazeirense acirrou o confronto ao chutar duas vezes à longa distância, mas Magrão interviu. Foi o Rubro-negro quem fechou o cerco nos acréscimos. Rogério obrigou Tigre a fazer grande defesa. No rebote, o goleiro adversário evitou novamente que os pernambucanos abrissem o placar.

Segundo tempo

O Sport demorou também para finalizar no segundo tempo, mas parecia que jogaria menos “amarrado” que no primeiro. A entrada de Marquinhos no lugar de Paulo Henrique foi fundamental para o time se soltar. Mas a mudança de postura não era ainda suficiente. Faltava mais toque de bola e aproximação entre os atletas.

O técnico Daniel Paulista buscou outra opção de jogo ao tirar Everton Felipe e Rogério para colocar Fábio e Lenis, respectivamente. O time, porém, caiu de produção após as substituições. O Juazeirense esbarrava nas suas próprias deficiências. Quando a partida caminhava para o fim e a impressão é que os dois times estavam já satisfeitos com o empate, o Leão foi premiado pelo talento de Rothely e Diego Souza. Depois de jogada que iniciou com o volante, o meia serviu o atacante Fábio, autor do gol da vitória de um 1 a 0 suado, aos 50 minutos. 

Ficha do jogo

Juazeirense 0

Tigre; Nem, Emerson (Michel), Ricardo Braz Waguinho; Nem, Capone, Patrick, Ávine (Marquinhos Bahia) e Elton Lira; Júnior Chicão e Geovane Coité (Sassá). Técnico: Jonilson Veloso. 

Sport 1

Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Mansur; Rithely, Ronaldo, Everton Felipe (Fabio), Diego Souza e Rogério (Lenis); Paulo Henrique (Marquinhos). Técnico: Daniel Paulista.

Local: Estádio Adauto Moraes (Juazeiro-BA). Árbitro: Leandro Saraiva Dantas (RN). Assistentes: Flávio Gomes Barroca (RN) e Francisco Jaíslon Fernandes (RN). Gol: Fábio (50’ do 2T). Cartões amarelos: Ronaldo, Marquinhos e Fábio (Sport).
 
DO SUPER ESPORTES PE

.
 
 
 
eXTReMe Tracker