Página inicial
 
Mural de recados
21.08 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! De longe fica difícil avaliar, somente com as informações ...
21.08 | MARCOS LEITE
FALAR EM TABELA DA SEGUNDONA VICTOR HUGO, PELA LEI TEM Q DIVULGAR 60 DIAS ANTES ...
21.08 | júnior
já pensou se não tivesse vaidade,e todos se unir-se como seria maravilhoso para ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
08/11/2016
10h03 | esportes - SPORT
Com Daniel Paulista no comando, Sport melhora em todos os quesitos e diminui risco de queda para 2%
SPORT
O Sport está muito próximo de assegurar a sua permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. Com a vitória por 3 a 0 sobre o Grêmio, o Leão chegou aos 43 pontos e agora possui apenas 2% de risco de rebaixamento para a Série B, segundo o site Infobola, especializado em projeções matemáticas. E caso confirme o objetivo, o técnico Daniel Paulista será lembrado como o condutor da reação rubro-negra. Antes da efetivação do treinador, a probabilidade de queda era de 34%. Além disso, a equipe também melhorou em todos os outros quesitos.

Talvez a evolução mais nítida tenha sido na defesa. Antes de Daniel Paulista, o Sport havia sofrido 48 gols em 30 partidas e era uma das mais vazadas do Brasileiro. Com o novo treinador, a zaga rubro-negra foi vencida apenas duas vezes em quatro jogos. Ambas na derrota por 3 a 2 para o Palmeiras, a única da equipe sob o seu comando. Assim, a média, que era de 1,6 tentos sofridos por partida, caiu para 0,5.

"Desde que o Daniel assumiu ele colocou uma maneira do time se comportar, com duas linhas fazendo um balanço ao lado da bola. A equipe teve um tempo de preparação bom nessa semana e ele conseguiu trabalhar bastante isso para que a equipe se acostumasse na forma que ele gosta de jogar", elogiou o zagueiro Ronaldo Alves.

Além disso, houve melhoria também no ataque. Embora mais leve. Antes, o Sport havia balançado as redes 39 vezes, com uma média de 1,3 gol por jogo. Já nas quatro últimas rodadas, foram seis bolas nas redes adversárias. Três delas apenas na vitória diante dos gremistas. O que turbinou a média ofensiva no período para 1,5 gol por compromisso.

Rendimentos superiores que culminaram na principal das melhorias. Antes, sob o comando do técnico Oswaldo de Oliveira, o aproveitamento do Sport no Brasileiro era de apenas 37,7%, semelhante ao do Internacional, que hoje abre a zona de rebaixamento com 37,3%. Já as três vitórias em quatro jogos sob a batuta de Daniel Paulista representam um aproveitamento de 75%, superior a do líder Palmeiras no campeonato, que é de 68,6%.

O Sport de Daniel Paulista

2%
Risco de rebaixamento

75% 
Aproveitamento

Gols marcados (média de 1,5 por jogo)

Gols sofridos (média de 0,5 por jogo)

O Sport antes de Daniel Paulista

33%
Risco de rebaixamento

37,7%
Aproveitamento

39
Gols marcados (média de 1,3 por jogo)

48
Gols sofridos (média de 1,6 por jogo)

O Sport no campeonato

42,2% 
Aproveitamento

45 
Gols marcados (média de 1,3 por jogo)

50
Gols sofridos (média de 1,47 por jogo).
 
DO SUPER ESPORTES PE 
 
 
Daniel Paulista Sport (Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife)Daniel Paulita  (Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife
...
 
 
 
eXTReMe Tracker