Página inicial
 
Mural de recados
15.12 | Fabio
Sorteio da Copa do Brasil: Santos/AP x Sport Fluminense de Feira/BA x Santa ...
15.12 | Patativa
Foi no lacerdao hoje e fiquei impressionado com o péssima qualidade do gramado,m ...
15.12 | KLEO
CARLOS, TU ALÉM D SER PESSIMISTA, SÓ PENSA NEGATIVO, DIFERENTE DE MIM Q SOU OTIM ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
15/09/2016
21h48 | esportes - SÉRIE A 2016
SÉRIE A - Atlético/MG 1x0 Sport - Leão volta a se aproximar do Z4
Sem contar com o volante Rithely, poupado, e o meia Diego Souza, suspenso, os rubro-negros sabiam da dificuldade que seria enfrentar o Atlético-MG, no estádio Independência, em Belo Horizonte. No entanto, mesmo sem dois dos seus principais jogadores nesta Série A, o Sport fez uma partida competitiva contra o Galo. Mesmo assim, retorna ao Recife com uma derrota por 1 a 0. Dessa vez, com erros cruciais dos seus atletas mais experientes, com Magrão sendo expulso após erro infantil no primeiro tempo, e Durval perder a dividida que gerou o gol atleticano marcado por Júnior Urso.

Com a derrota, o Leão vê a diferença para a zona de rebaixamento cair para dois pontos. Já o Galo, fica a três do Palmeiras, que lidera o Brasileiro. No próximo domingo, os rubro-negros fazem outro confronto direto contra a queda, contra o Coritiba, na Ilha do Retiro, às 18h30.

O jogo
Para a partida, o técnico Oswaldo de Oliveira voltou a optar pela formação com dois volantes e quatro jogadores ofensivos, adotada na maior parte do campeonato e também no segundo tempo do clássico contra o Santa Cruz, quando o time conseguiu os cinco gols da vitória de virada por 5 a 3. E assim, mesmo com os desfalques de Rithely e Diego Souza, a equipe fez um bom primeiro tempo no Independência.

Tanto que o Atlético-MG, dono de um dos melhores ataque da Série A, mas que dessa vez não contou com Robinho, poupado, a rigor só teve uma boa oportunidade de marcar. E graças a um escorregão do zagueiro Matheus Ferraz. Magrão abafaria o chute de Lucas Pratto, aos 13 minutos. No mais, o Galo, apesar da maior posse de bola, não conseguiu entrar na defesa leonina. E com isso, cedeu os espaços necessários para o Sport aproveitar os contra-ataques. E esse foi o maior pecado do time pernambucano.

Muito porque o meia Éverton Felipe e o atacante Rogério, que seriam os principais responsáveis por puxar os contra-ataques em velocidade pelos lados, tiveram atuações discretas. Mesmo assim, dentro do planejado, o jogo estava sob controle. Até que veio o lance capital da primeira etapa, aos 39 minutos. 

Após chutão para o ataque, Magrão errou o tempo de reação e precisou tocar com a mão fora da área para evitar ser encoberto. Expulsão justa, em um erro infantil do experiente camisa 1. Com a expulsão, Éverton Felipe precisou ser sacrificado, dando lugar ao goleiro reserva, Agenor. Assim, Ruiz mudou seu posicionamento, abrindo mão de ser o atacante de referência e ocupando o espaço vago pelo prata da casa pelos lados, mantendo assim a parte da estrutura tática montada pelo técnico Oswaldo de Oliveira.
 
Segundo tempo
 
Dessa forma, mesmo com um jogador a menos, o Sport seguia bem postado em campo e impondo dificuldades aos atleticanos. A pressão, no entanto, era inevitável. Aos 12 minutos, o técnico Marcelo Oliveira deu ainda mais força ofensiva ao seu time com a entrada do meia equatoriano Cazares, na vaga de Clayton. 

O gol mineiro sairia no minuto seguinte.  Após Otero ganhar a dividida com Durval, a bola sobrou para Júnior Urso, que bateu sem chance de defesa para Agenor. Com a vantagem no placar, o Atlético-MG continuava atuando no campo de defesa do Sport, mas agora com mais tranquilidade, trabalhando a bola e sem se expor aos contra-ataques. Assim, perdeu uma chance incrível de ampliar com Fred, sem marcação e de frente para o goleiro rubro-negro, acertar o travessão.

Nos minutos finais, mesmo com um jogador a menos, o Sport também criou chances e ficou perto do empate após cabeçada errada de Vinícius Araújo. Derrota na conta. Mas dessa vez, a impressão final é de que o Leão esteve perto de surpreender. 

Ficha do jogo

Atlético-MG 1
Victor; Marcos Rocha (Erazo), Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca, Júnior Urso, Otero (Carlos Eduardo) e Clayton (Cazares); Lucas Pratto e Fred. Técnico: Marcelo Oliveira

Sport 0
Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Rodney Wallace; Paulo Roberto, Neto Moura, Éverton Felipe (Agenor), Gabriel Xavier e Rogério (Apodi); Ruiz (Vinícius Araújo). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG). Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP). Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Herman Brumel Vani (SP). Gols: Júnior Urso (13 min do 2º). Cartões amarelos: Samuel Xavier (S). Expulsão: Magrão (S). Público: 11.389. Renda: R$ 382.580.
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker