Página inicial
 
Mural de recados
22.11 | CLEO
VERDADE MARCONDES ESSA É A HORA DA MASSA ALVINEGRA AJUDAR O CENTRALZÃO. ...
22.11 | MARCONDES
TODOS UNIDOS PELO CENTRAL, IMPRENSA, DIRETORIA E TORCIDA SÓ ASSIM O CENTRAL VAI ...
22.11 | paulo
ESSE BABACA DA PATATIVA DEVE SER TORCEDOR DO SPORTE RECIFE ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
05/09/2016
09h54 | esportes - SPORT
Goleiro Magrão está perto de marca histórica para virar o atleta com mais jogos por um time do Nordeste
SPORT
Ele é um mito para os rubro-negros. O maior de todos os leões. Mas, agora, Magrão abre espaço para romper os limites da Ilha do Retiro para ser o maior do Nordeste. Faltam apenas quatro jogos para o goleiro entrar para a história como o atleta que mais vezes defendeu um clube da região. Com 596 partidas no currículo, aos 39 anos, o eterno camisa 1 do Sport precisa superar mais quatro duelos para ultrapassar Givanildo Oliveira, que participou de 599 confrontos defendendo as cores do Santa Cruz. 

“Não sabia disso. Em se tratando do Givanildo, eu pude trabalhar com ele em duas oportunidades, é um baita treinador e, como pessoa, é maravilhoso. Para mim, ele é o Rei do Nordeste. Foi campeão de tudo em Pernambuco. Me sinto muito feliz por essa marca”, disse Magrão ao Superesportes.

O goleiro precisou de 11 temporadas para se aproximar da marca defendendo o Sport. Ele chegou ao clube em 2005 e, desde então, só fez crescer. Conquistou uma Copa do Brasil, uma Copa do Nordeste e seis campeonatos estaduais. Está a apenas um título de igualar o ex-atacante Leonardo e também ser o maior vencedor da história do clube rubro-negro.
 
 Nessa trajetória, por sinal, os caminhos de Magrão se cruzaram com os de Givanildo Oliveira de maneira decisiva para os dois. Além de 2006, os dois estiveram juntos no Sport em 2010. Nessa temporada, o Leão se tornou campeão pernambucano. Na época, já consagrado como ídolo, o atleta quase saiu do Sport. 

Ele havia recebido uma proposta do Santos e conversou com o treinador. Os salários estavam acertados, mas, no fim, Magrão continuou no clube para quebrar várias marcas. No ano passado, ele superou o zagueiro Bria, que, com 570 partidas, era o então jogador que mais vezes defendeu o clube rubro-negro. Para chegar lá, contudo, o goleiro sofreu. 

Na segunda rodada da Série A do ano passado, diante do Flamengo, Magrão teve uma luxação no ombro. Ficou entregue ao departamento médico e, quando voltou, virou reserva de Danilo Fernandes. Talvez, por isso, o camisa 1 pregue cautela com relação à nova oportunidade. “Vamos esperar cada jogo. Quando chegar esse dia, vou ficar muito feliz”, disse o atleta, que deve alcançar a marca diante do Coritiba, na Ilha do Retiro, no próximo dia 19.

A história de Givanildo Oliveira
Olindense de 68 anos, ainda em atividade como técnico, Givanildo de Oliviera é simplesmente o maior campeão pernambucano da história, com 16 faixas, divididas entre Santa Cruz e Sport. Começou a carreira como volante no Arruda, de uma qualidade impressionante, ascendendo à Seleção Brasileira. É o recordista de jogos pelo clube, com 599 apresentações. Como técnico, o primeiro trabalho foi na Ilha do Retiro, com apenas 35 anos. Posteriormente, liderou o time em seu primeiro Nordestão, em 1994.

Títulos estaduais de Givanildo pelo Tricolor
Como jogador: 1969, 1970, 1971, 1972, 1973, 1976, 1978 e 1979
Como técnico: 2005

Títulos estaduais de Givanildo pelo Rubro-negro
Como jogador: 1980, 1981 e 1982
Como técnico: 1991, 1992, 1994 e 2010

Jogadores com mais partidas por times do Nordeste
599 jogos - Santa Cruz (Givanildo Oliveira, volante 1969-1979)
596 jogos - Sport (Magrão, goleiro 2005 a 2016)
570 jogos - Sport (Bria, zagueiro 1949-1963)
448 jogos - Bahia (Baiaco, volante 1967-1980)
402 jogos - Fortaleza (Dude, volante 1998-2008)
386 jogos - Náutico (Kuki, atacante 2001-2010)
323 jogos - Vitória (Flávio Tanajura, zagueiro 1994-2000)
283 jogos - Ceará (Michel, volante 2007-2014)
 
DO SUPER ESPORTES PE 
 
FOTO: SPORT 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker