Página inicial
 
Mural de recados
26.04 | MARCOS LEITE
O CENTRAL PERDEU VÁRIOS BONS JOGAGORES Q DISPUTARAM O PERNAMBUCACNO DESSE ANO, A ...
26.04 | Beltrão
A próxima contratação do Central vem do : A) veloclube B) aeroclube C) Cineclub ...
25.04 | Jose Helio Pessoa
DODEIRO NÃO ATRAPALHA....O CENTRAL SÓ NÃO É MAIOR DO QUE SUA LOUCURA...TIRAR LI ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
30/04/2016
18h23 | esportes - SPORT
SPORT > Oswaldo de Oliveira volta a estrear por um time em jogos decisivos após 14 anos
Apesar da sua longa vivência no futebol, o técnico Oswaldo de Oliveira, de 65 anos, passará por uma experiência atípica no Sport. Estrear, de cara, em uma decisão de campeonato. No caso, a partida de ida da final do Campeonato Pernambucano, na próxima quarta-feira, contra o Santa Cruz, no Arruda. Porém, apesar de rara,  a situação não será inédita na carreira do novo comandante rubro-negro. Em 2002, o treinador assumiu o São Paulo às vésperas da semifinal do Supercampeonato Paulista, contra o Palmeiras. Acabou levantando a taça, o que esperar poder repetir no Leão.

Apesar de ter apenas seis dias para treinar a equipe antes do primeiro confronto contra os tricolores, o treinador acredita ser possível impor ao time o seu estilo de trabalho. Porém, para isso, espera contar com a colaboração dos atletas.

“Quando cheguei ao São Paulo iríamos disputar as semifinais e depois as finais do Campeonato Paulista. Vencemos o Palmeiras e o Ituano e fomos campeões. Acredito que terei um tempo hábil para trabalhar a esquipe até a decisão contra o Santa Cruz. Mas vai depender muito da receptividade dos jogadores e ao nível de motivação e da compreensão do que eu quero. Mas normalmente dá para conseguir fazer alguma coisa do que eu considero importante”, aposta Oliveira.

“Independentemente do sistema tático procuro usar o jogador dentro das suas características paa estabelecer um equlíbrio entre ataque e defesa. E dentro das possibilidades vou usar essa adequação aos jogadores que temos no elenco e tentar fazer isso no Sport”, completou.

Além do padrão tático, outro ponto a ser trabalhado por Oswaldo de Oliveira nos dias que antecedem a sua estreia no comando do Leão é o motivacional. Fator que o treinador, acredita que não haverá maiores problemas devido à experiência do elenco rubro-negro. “Em linhas gerais todo treinador tem que ser motivador. Precisa ter essa capacidade. Aqui ninguém é marinheiro de primeira viagem. Todos já ganharam e perderam. Passaram por situações positivas e outras adversas. Estou procurando identificar individualmente e coletivamente os problemas para saber onde será preciso trabalhar mais. Gosto de mexer com as pessoas, transformar comprometimentos. Já fiz isso em outros clubes”, encerrou.
 
DO SUPER ESPORTES PE 
 
  Oswaldo de Oliveira Sport (Foto: Marlon Costa (Pernambuco Press))
 Foto: Marlon Costa 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker