Página inicial
 
Mural de recados
15.12 | Fabio
Sorteio da Copa do Brasil: Santos/AP x Sport Fluminense de Feira/BA x Santa ...
15.12 | Patativa
Foi no lacerdao hoje e fiquei impressionado com o péssima qualidade do gramado,m ...
15.12 | KLEO
CARLOS, TU ALÉM D SER PESSIMISTA, SÓ PENSA NEGATIVO, DIFERENTE DE MIM Q SOU OTIM ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
23/03/2016
09h23 | esportes - COPA DO NORDESTE
COPA DO NORDESTE > Sport 3x1 Botafogo/PB - Rubro Negro está nas quartas do Nordestão
Na noite em que apresentou oficialmente à torcida o meia Diego Souza, o Sport garantiu a participação nas quartas de final da Copa do Nordeste. Mesmo sem apresentar um bom futebol e com direito a um pouco de sofrimento, o Leão bateu o Botafogo-PB por 3 a 1, nesta quarta-feira, na Ilha do Retiro, e se garantiu como líder do Grupo D, com 11 pontos. 

Agora, os rubro-negros esperam o adversário do mata-mata no sorteio que acontece na tarde desta quinta-feira, na CBF. O Sport está no pote 1 e tem 50% de chance de ter um pernambucano na próxima fase. No pote 2 estão Salgueiro, Santa Cruz, CRB e Fortaleza. E pelo futebol apresentado, o camisa 87 será essencial para uma melhora do Leão.

Pela terceira vez consecutiva, o técnico Falcão repetiu a mesma formação do Sport, utilizando o esquema com três volantes e Túlio de Melo centralizado no ataque, com Gabriel Xavier e Lenis abertos pelas pontas. A escalação mais repetida pelo treinador nas 14 partidas da temporada até aqui. No entanto, o entrosamento da equipe não se refletiu no primeiro tempo.

Errando muitos passes e pobre na criação, o time pernambucano parecia estar disputando a primeira partida oficial do ano. Menos mal que do outro lado, o Botafogo-PB, praticamente sem chances na competição, não ameaçava, apresentado uma pobreza digna da lanterna do grupo. Nesse cenário, a etapa inicial foi de dar sono. A exceção de cinco minutos.

As chances do primeiro tempo se resumiram dos 33 aos 38 minutos. Nesse período, Renê abriu o placar para os rubro-negros em um chute cruzado, o Botafogo-PB respondeu com uma bola na trave, aos 36, o Sport deu o troco também com uma bola na trave chutada por Luiz Antônio, aos 37, e Carlinhos empatou para os paraibanos no minuto seguinte, após Durval ficar parado e perder para Muller Fernandes na origem da jogada. 

Para piorar o cenário, pouco após os dois times descerem para os vestiários (sob algumas vaias), o Fortaleza abria o placar contra o River em Teresina e assumia a liderança do grupo. O que significava que o Sport foi para o intervalo eliminado do Nordestão.

Segundo tempo
No retorno para o segundo tempo, Falcão não fez nenhuma modificação. E foi o Botafogo-PB que começou melhor. Aproveitando a afobação do Sport e explorando os espaços na defesa pernambucana, o Belo chegou a ameaçar a meta de Danilo Fernandes nos primeiros minutos. Apesar de precisar do resultado, o Leão seguia sem se achar em campo. E a cada minuto, mais nervoso em campo. 

Aos 15 minutos, Falcão partiu para a ousadia, ao sacar o volante Serginho para por em campo o atacante Vinícius Araújo. Se ganhava força ofensiva para pressionar, o Sport também dava ainda mais campo para o Botafogo contra-atacar. A primeira opção acabou prevalecendo.

Aos 21 minutos, Vinícius Araújo aproveitou rebote do goleiro Michel Alves, após Luiz Antônio cobrar com força uma das muitas falta cometidas pelo Botafogo-PB. O gol do desafogo na Ilha do Retiro. Mais tranquilo em campo, o Leão sacramentou a classificação dez minutos depois com um golaço de Samuel Xavier, com direito a drible da vaca no marcador. 

Ficha do jogo

Sport
Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Henriquez, Durval e Renê; Rithely, Serginho (Vinícius Araújo), Luiz Antônio, Gabriel Xavier (Neto Moura) e Lenis; Túlio de Melo (Fábio). Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Botafogo-PB
Michel Alves; ngelo, Plínio, Magno Alves e Marcelo Xavier; Djavan (Marcinho), Carlinhos, Val (Janeldo) e Gedeil; Muller Fernandes e Jeferson Recife (Jó Boy). Técnico: Itamar Schuller.

Local: Ilha do Retiro. Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE). Assistentes: Aílton Farias da Silva e Wendel Augusto Lino (ambos de SE). Gols: Renê (33 min do 1º) e Carlinhos (38 min do 1º) e Vinícius Araújo (21 min do 2º). Cartões amarelos:Vinícius Araújo, Durval, Rithely (S), Val, Magno Alves e Gedeil (B) Público: 5.841
Renda: 120.739, 08
 
DO SUPER ESPORTES PE 
 


...
 
 
 
eXTReMe Tracker