Página inicial
 
Mural de recados
22.11 | CLEO
VERDADE MARCONDES ESSA É A HORA DA MASSA ALVINEGRA AJUDAR O CENTRALZÃO. ...
22.11 | MARCONDES
TODOS UNIDOS PELO CENTRAL, IMPRENSA, DIRETORIA E TORCIDA SÓ ASSIM O CENTRAL VAI ...
22.11 | paulo
ESSE BABACA DA PATATIVA DEVE SER TORCEDOR DO SPORTE RECIFE ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
17/02/2016
08h42 | esportes - COPA DO NORDESTE
COPA DO NORDESTE - Sport 2x0 Fortaleza - Rubro Negro lidera seu grupo

 

O Sport entrou em campo nesta quarta-feira para enfrentar o Fortaleza pela segunda rodada da Copa do Nordeste com duas missões. A primeira era dar mais um passo rumo a classificação às quartas de final da competição. A segunda, melhorar a imagem perante a sua torcida, arranhada na derrota para o América, pelo Estadual, no último compromisso do time na Ilha do Retiro. Com a vitória por 2 a 0 e apresentação segura, o Leão conseguiu os dois objetivos. Com duas vitórias em dois jogos, os rubro-negros passam a liderar isoladamente o Grupo D do Regional e agora volta as atenções para o Pernambucano,no qual, motivado, recebe o clássico contra o Santa Cruz, no próximo domingo.

Para a partida, o técnico Paulo Roberto Falcão contou com o retorno do meia-atacante Reinaldo Lenis, ausente na estreia contra o Botafogo-PB com dores na coxa. Com isso, o Sport ganhou uma válvula de escape ofensiva, explorando a velocidade pelos lados do campo. Com o colombiano, os pernambucanos fizeram um bom primeiro tempo. O melhor até agora na temporada. Apesar das poucas chances criadas.

E o principal motivo para, apesar de dominar a etapa, o Sport criar tão pouco é bem conhecido. A falta de um meia armador para distribuir melhor a bola afim de furar o bloqueio cearense, com uma linha de cinco defensores. Muitas vezes, com todos dentro da área. 

Talvez por isso, o novo contratado, Gabriel Xavier, que veio para preencher essa lacuna, tenha sido tão aplaudido na sua apresentação à torcida, antes da partida. A expectativa é que novo reforço faça a sua estreia no clássico de domingo, contra o Santa Cruz, pelo Campeonato Pernambucano.

 

 Até lá, os leoninos voltaram a se virar com a única alternativa ofensiva apresentada na temporada. A jogada aérea, com bolas alçadas dentro da área. A diferença desta vez foi a melhora no aproveitamento. Em duas jogadas assim, dois gols. Ambos de cabeça. O primeiro, aos 38 minutos, com Rithely, aproveitando levantamento de Renê pela esquerda. O segundo, já aos 45, com o especialista Túlio de Melo, após bela assistência de Everton Felipe, pela esquerda. Foi o quinto gol do Sport na temporada. Todos em jogadas de bolas aéreas.

Segundo tempo

Satisfeito com o desempenho da sua equipe, Falcão não mexeu na sua equipe. Já o técnico Flávio Araújo, do Fortaleza, sim. Com a entrada do meia Elias, na vaga do volante Dudu Cearense. E logo aos dois minutos, em um descuido da defesa leonina, por muito pouco a alteração não surtiu resultado, com Elias desperdiçando a melhor oportunidade do Leão do Pici. Livre e de frente para a meta de Danilo Fernandes, dentro da área, isolou.

Com uma postura mais ofensiva, o Fortaleza igualou a partidas nos minutos iniciais da etapa. chegando a pressionar os donos da casa, Por outro lado, passaram a ceder mais espaços para os contra-ataques. Sentindo seu time perder força ofensiva, e também como forma de precaução, Falcão sacou Lenis e promoveu a estreia do atacante Johnathan Goiano. Mesmo sem ser brilhante, o jogador deu novo fôlego a saída de bola do Sport, que com isso voltou a igualar as ações.

O Fortaleza ainda colocaria duas bolas no travessão de Danilo Fernandes. A primeira com Pio e a segunda com Anselmo. Insuficientes, porém, para mudar o resultado da partida.

Ficha do jogo

Sport

Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Serginho, Luiz Antônio e Éverton Felipe (Neto Moura); Lenis (Johnathan Goiano) e Túlio de Melo (Fábio). Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Fortaleza

Erivelton; Moacir, Leonardo Luiz, Lima e e Jean Mota; Corrêa, Dudu Cearense (Elias), Juliano (Pio) e Everton (Núbio); Eduardo e Anselmo. Técnico: Flávio Araújo.

Local: Ilha do Retiro. Árbitro: Leonardo Saraiva Dantas (RN). Assistentes: Rondinelle dos Santos e Esdras Mariano (ambos de AL). Gols: Rithely (38 min do 1º) e Túlio de Melo (45 min do 1º). Cartão amarelo: Lima, Pio, Elias(F), Danilo Fernandes, Samuel Xavier, Túlio de Melo (S). Público: 7.333. Renda: R$ 127.755.

DO SUPER ESPORTES PE 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker