Página inicial
 
Mural de recados
17.10 | Antonio do Salgado
Sim entrou uma nova diretoria conversa bonita danada, reformaram a concentraçao ...
17.10 | MARCOS LEITE
A ÚLTIMA RODADA DA SERIE A2 TODOS OS JOGOS AS 15HS, SÓ PRA DEFINIR OS 2 PRIMEIRO ...
16.10 | MARCONDES
É VERDADE CLEO, SE PESQUEIRA É AZUL E AMARELO ELES USA TODO D AZUL , TEM CABENSE ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
13/02/2016
23h09 | esportes - COPA DO NORDESTE
COPA DO NORDESTE - Botafogo/PB 1x2 Sport - Rubro Negro vira e estreia com vitória na competição
Foi a quarta partida do Sport na temporada. E mais uma vez, o time comandado pelo técnico Paulo Roberto Falcão ficou devendo um bom futebol. Mas na base da vontade e da imposição, principalmente no segundo tempo, o Leão conseguiu uma boa vitória, na estreia da Copa do Nordeste, ao bater o Botafogo-PB, de virada, por 2 a 1. Na quarta-feira, o rubro-negro encara o Fortaleza, na Ilha do Retiro, na partida que vale a liderança isolada do Grupo B, já que os cearenses também triunfaram na estreia do Regional ao bater o River por 3 a 0 no Castelão.

Minutos antes da partida, o técnico Paulo Roberto Falcão ganhou um desfalque de última hora. Além de Mark González, com um edema muscular, o treinador perdeu o meia-atacante Reinaldo Lenis, que sentiu um desconforto na coxa. Com isso, restou o treinador rubro-negro improvisar mais uma vez o lateral direito Maicon na frente. Porém, os problemas rubro-negros não acabariam por ai.
 
 Com o setor ofensivo enfraquecido, o Sport não mostrou nenhuma força no ataque nos primeiros 45 minutos, apesar da maior posse de bola. Sem conseguir, nem mesmo, trabalhar as bolas alçadas na área para o centroavante Túlio de Melo. Assim, o goleiro Michel Alves foi um mero expectador. Para piorar,aos 34 minutos, Maicon acabaria deixando a partida, também sentido dores musculares. O prata da casa Fábio foi o escolhido da vez. 

Sem força na frente, o Sport também se atrapalhava atrás. E só por isso o placar saiu do branco no primeiro tempo. Com uma equipe limitada, o Botafogo-PB abriu o placar aos 11 minutos, após mais uma falha grotesca do zagueiro Matheus Ferraz, que não conseguiu cortar um cruzamento e deixou a bola nos pés do atacante Muller, que só vez tirar de Danilo Fernandes. 

Minutos depois, após nova falha defensiva do Leão, por pouco os donos da casa não ampliaram. Carlinhos recebeu livre e tentou encobrir Danilo Fernandes. Mas o goleiro rubro-negro conseguiu fazer boa defesa. Foi só em um primeiro tempo fraco tecnicamente.

Segundo tempo
Para a etapa final, o técnico Paulo Roberto Falcão não fez nenhuma substituição. Porém, mesmo se qualidade, o Sport ao menos conseguia povoar um pouco mais o campo de defesa do Botafogo-PB. E poderia ter um pênalti marcado a seu favor, caso o árbitro potiguar Caio Max Vieira tivesse visto o volante Rithely sendo agarrado na área em uma cobrança de falta. Porém, a etapa seria toda pernambucana.

E na base da transpiração, o Sport conseguiu o empate. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Túlio de Melo girar e estufar as redes paraibanas. Após o gol, o Leão passou a viver o seu melhor momento na partida, pressionando o Botafogo, que sentiu o empate. Contudo, tudo sempre na base da vontade, já que tabelas, deslocamentos, dribles e lançamentos eram artigos de luxo na partida.

E foi assim, que o Leão virou o placar. Após novo cruzamento na área, a bola sobrou para Rithely, que de cabeça, mandou para o gol de Michel Alves. A essa altura, placar já merecido no Almeidão. Aos trancos e barrancos, o Sport larga com vitória no Nordestão. Algo que, por sinal, não havia obtido nas três últimas edições da competição, quando ficou no empate em 2013 e 2014 contra Sousa e Botafogo, ambos da Paraíba, e derrota para o Sampaio Corrêa, em 2015.

Ficha do jogo

Botafogo-PB 1
Michel Alves;  ngelo, Plínio, Magno e Zeca; Gedeil, Val (Tiago) e Janeldo; Muller (Daniel Cruz), Carlinhos (Pingo) e Jó Boy. Técnico: Itamar Schulle

Sport 2
Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Serginho, Luiz Antônio, Maicon (Fábio) e Everton Felipe; Túlio de Melo.

Local: Estádio Almeidão (em João Pessoa). Árbitro: Caio Max VIeira (RN). Assistentes: Vinícius Melo e Jean Márcio dos Santos (ambos do RN). Gols: Muller (11 min do 1º tempo). Cartões amarelos: Muller, Jó Boy,   ngelo, Magno e Carlinhos (B), Matheus Ferraz (S).
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker