Página inicial
 
Mural de recados
15.12 | Fabio
Sorteio da Copa do Brasil: Santos/AP x Sport Fluminense de Feira/BA x Santa ...
15.12 | Patativa
Foi no lacerdao hoje e fiquei impressionado com o péssima qualidade do gramado,m ...
15.12 | KLEO
CARLOS, TU ALÉM D SER PESSIMISTA, SÓ PENSA NEGATIVO, DIFERENTE DE MIM Q SOU OTIM ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
17/09/2015
22h44 | esportes - SPORT
Técnico Eduardo Baptista deixa o Sport e vai dirigir o Fluminense
O empate contra o Joinville foi o último do técnico Eduardo Baptista a frente do Sport. Nesta quinta-feira, o treinador foi anunciado oficialmente como novo treinador do Fluminense. O contrato do com o clube carioca é de um ano e meio. Eduardo deixa o Leão após um ano e sete meses, período em que conquistou 55 vitórias, 35 empates e 37 derrotas. Além dos títulos da Copa do Nordeste e do Campeonato Pernambucano do ano passado. 

O treinador está no Rio de Janeiro, onde acompanhava a delegação rubro-negra, que enfrenta o Vasco da Gama, domingo, no Maracanã. A reportagem tentou contato com o treinador, assim como com o presidente rubro-negro, João Humberto Martorelli, e o vice-presidente de futebol, Arnaldo Barros. Todos sem sucesso.

A passagem no Leão
Eduardo Baptista passou por altos e baixos no Sport. Após assumir o time ainda interinamente (em 30 de janeiro do ano passado), como então preparador físico do clube, acabou sendo campeão da Copa do Nordeste e do Campeonato Pernambucano, em 2014. Começava a escrever a sua história, deixando de lado apenas a alcunha do “filho de Nelsinho Batista”.

No mesmo ano em que virou técnico, porém, conheceu a sua primeira crise. Na ocasião, ficou oito jogos sem vencer na Série A e acabou dando a volta por cima - sempre bastante credenciado junto à diretoria. Diferentemente do ano da sua estreia como treinador, 2015 foi um ano mais difícil para Eduardo desde as primeiras competições.

Após começar com bons resultados o Nordestão e o Estadual, o treinador acabou sendo eliminado em ambas as competições na mesma semana. Primeiro pelo rival Bahia em uma quarta-feira e, no domingo seguinte, pelo surpreendente Salgueiro. Mais uma vez, o técnico conseguiria dar a volta por cima com o apoio da diretoria.

Na Série A, o técnico do Sport virou sensação. Foi apontado como o principal responsável pela irretocável campanha da equipe, que chegou a liderar a competição por 5 rodadas e só conheceu a sua primeira derrota no 12º jogo - contra o Atlético-MG. Foi quando o time começou a desandar. O time venceria a sua última partida na 14ª rodada, contra o São Paulo. Depois, só frustações, com o Leão caindo pelas tabelas.

A mesma diretoria que, por vezes, tratou de segurar Eduardo com uma blindagem incomum no cenário nacional, voltou a protegê-lo. A pressão exacerbada da torcida, porém, tratou de colocar um ponto final na história de Eduardo no Sport após mais o tropeço desde domingo em casa frente ao Fluminense.

Passagem de Eduardo Baptista
como técnico do Sport

1 anos e 7 meses
127 partidas
55 vitórias
35 empates
37 derrotas

 

53% de aproveitamento

Quando estreou
30 de janeiro de 2014
Náutico 0 x 3 Sport - Copa do Nordeste

2 títulos
Copa do Nordeste e Campeonato Pernambucano (ambos 2014)
 
Do Super Esportes 
 
Foto: Ricardo Fernandes/DP Press 

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker