Página inicial
 
Mural de recados
20.07 | Carlos
É verdade patativa é muita decepção, era melhor fechar as portas do que tanta hu ...
20.07 | Patativa
É o fim da picada até a piscina do central foi penhorado,o que é que falta acon ...
20.07 | Warley Santos (Respondendo José Arruda)
Caro José Arruda O PE SUB-20 vai começar no próximo dia 29 de julho ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
29/08/2015
22h42 | esportes - SÉRIE A
SÉRIE A: Sport x Flamengo - 16h - Arena PE - São Lourenço da Mata/PE
Há 28 anos vem sendo assim. Sempre que Sport e Flamengo se enfrentam, logo vem à tona a polêmica sobre o título brasileiro de 1987, conquistado no campo pelo Leão e contestado na Justiça pelos cariocas. Será assim mais uma vez neste domingo, quando os dois rubro-negros estarão frente a frente a partir das 16h, na Arena Pernambuco, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Porém, a maior rivalidade entre clubes do Brasil, fora dos seus estados e regiões, e alimentada por um jogo que nunca existiu, também tem outros capítulos escritos. Ai sim, dentro de campo. Como, por exemplo, no empate por 2 a 2, do primeiro turno, disputado no Maracanã.

Na ocasião, os leoninos reclamaram de uma suposta falta de "fair play" do time carioca, que não devolveu uma bola jogada para fora de proposito pelo Sport para atendimento do meia-atacante Élber. A sequência do lance originou o gol de empate do Flamengo, que tinha um jogador a mais em campo, após o goleiro Magrão deslocar o ombro e ser substituído pelo meia Diego Souza, dono da emblemática camisa 87. Um dos mais revoltados após o jogo. Desde então, o seu desabafo vem sendo repetido a exaustão em uma propaganda de canal pago de televisão Sportv. Em tom de ameaça. "O Flamengo aqui está de parabéns, eles vão jogar lá". 

Passados três meses, o meia garante que a raiva com o Flamengo já passou. Mas não a motivação para a partida, considerada decisiva pelo DS87. "Sai de cabeça quente porque fomos prejudicados naquele jogo. Mas já passou. Temos que concentrar no nosso trabalho. Se tivermos que devolver a bola para o Flamengo, vamos fazer normalmente. Não tenho nada contra o Flamengo e nem a favor. Tenho que fazer o melhor para o Sport", garantiu o jogador, que passou pela Gávea entre 2005 e 2006. "Será mais um jogo difícil e decisivo para nós. Mais uma guerra, onde eles precisam vencer e nós também. É uma partida chave para ficarmos mais próximos do nosso objetivo no Brasileiro."

Diego Souza está certo. Apesar de vir motivado pela goleada e a classificação na Copa Sul-Americana sobre o Bahia, na quarta-feira, o Sport está há seis rodadas sem vencer no Brasileiro. Assim, da mesma forma que um triunfo pode levar o time de volta ao G4, uma derrota pode derrubar o time para o 10º lugar. Já o Flamengo, a cinco pontos da zona de rebaixamento, busca se recuperar da eliminação na Copa do Brasil para o Vasco. Motivos não faltam para que a partida seja mais um capítulo marcante da rivalidade entre rubro-negros pernambucanos e cariocas.

O time
A importância do jogo contra o Flamengo pode ser traduzida na decisão do técnico Eduardo Baptista, que ao contrário do que faz normalmente, resolveu não divulgar com antecedência a escalação da equipe. E são muitas as interrogações. No gol, após atuar nos dois jogos contra o Bahia pela Sul-Americana, Magrão pode retornar na vaga de Danilo Fernandes. Da mesma forma, após as boas atuações na última quarta-feira, Élber, no meio de campo e, principalmente, Hernane Brocador, no ataque, tem boas chances de começar como titulares.

O adversário
O Sport vai enfrentar um adversário esfacelado após uma eliminação traumática na Copa do Brasil. Diante de um Vasco fragilizado, o Flamengo não conseguiu, no jogo de volta, reverter a derrota da primeira partida. E ainda perdeu Guerrero e Éderson - os dois principais reforços do clube para o Brasileiro. Para substituí-los, o técnico Oswaldo de Oliveira pode apostar em Alan Patrick no meio-campo e na velocidade de Paulinho ao lado de Éverton e Emerson Sheik.

Ficha do jogo

Sport
Danilo Fernandes (Magrão); Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rodrigo Mancha, Rithely, Marlone (Élber), Diego Souza e Maikon Leite; Hernane (André). Técnico: Eduardo Baptista

Flamengo
Paulo Victor; Pará, César Martins, Samir e Jorge; Márcio Araújo, Canteros, Alan Patrick e Everton; Emerson e Kayke. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Local: Arena Pernambuco. Horário: 16h. Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC). Assistentes: Marcelo Van Gasse (SP) e Carlos Berkenbrock (SC). Ingressos: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (estudante e sócios).
 
Do Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker