Página inicial
 
Mural de recados
15.08 | MARCOS LEITE
RESTA AOS SÓCIOS PROPRIETÁRIOS DO COMÉRCIO, SE UNIR, RESTAURAR E REFORMAR O CLU ...
15.08 | VICTOR HUGO
É VERDADE GUSTAVO, O CENTRALZÃO TEM Q CONSTRUIR SEU CT NINHO DA PATATIVA NO SEU ...
13.08 | Gustavo
O central nao precisa do comercio pra construir uma sede social o terreno ao lad ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
30/05/2015
20h34 | esportes - SÉRIE A
SÉRIE A -> Sport arranca empate com o Santos no último minuto e segue invicto no Brasileiro: 2x2
CLIQUE E CONFIRA.
A estrela do Sport está brilhando forte nesta Série A. O time perdia a invencibilidade na competição até os 47 minutos do segundo tempo. Era derrotado por 2 a 1 pelo Santos. Mas não desistiu. Na base da raça, o time lutou até o último minuto na Vila Belmiro. E foi recompensado com o gol de Samuel Xavier. O goleiro Vladimir ainda chegou a tocar na bola, que cruzou a linha do gol mansamente para ratificar o excelente momento rubro-negro na temporada. Os donos da casa estiveram na frente do placar por duas vezes, com Robinho (gol irregular) e Werley. Joelinton fez o primeiro gol do Leão no jogo que foi realizado na manhã/tarde deste domingo.

O Sport volta a campo agora na próxima quinta-feira, quando receberá o Goiás, às 21h, na Ilha do Retiro. O Peixe, que chegou ao seu 15º jogo de invencibilidade em casa e chegou aos mesmos sete pontos do Leão, enfrentará agora o São Paulo no Morumbi, na quarta-feira.

O jogo
Embora o Sport tenha feito um primeiro tempo bastante sólido até meados dos 30 minutos, sobretudo defensivamente, o Santos, de fato, foi merecedor da vitória parcial ao fim da etapa (mesmo apesar do gol irregular). Sempre um passo à frente do Leão, o Peixe construiu as melhores chances. Encontrou espaços principalmente após Neto Moura, Régis e Maikon Leite irem caindo gradativamente de produção ofensiva. Foi quando o time da casa começou avançar e se aproximar mais do gol.

O cenário poderia ter sido diferente se, aos 3 minutos, Maikon Leite tivesse aproveitado a melhor chance rubro-negra, após boa jogada de Régis. De cara para Vladimir, o estreante parou no goleiro. O Santos respondeu aos 8, com Robinho. O maestro alvinegro deixou Durval para trás com facilidade e, na finalização, chutou feio, para fora.

A partida ganhou em velocidade, com ambas as equipes buscando o gol com perigo, até o Peixe ir crescendo progressivamente e fazer o gol aos 42 em um lance irregular. Após cruzamento, Robinho testou, Danilo Fernandes fez grande e, no rebote, Ricardo Oliveira, impedido, testou no travessão. A bola voltou nos pés de Robinho, que, dessa vez, não perdoou. Na rapidez do lance, os rubro-negros mal esboçaram se queixar do impedimento que passou praticamente despercebido até o replay pela televisão.

Segundo tempo
De pronto, o técnico Eduardo Baptista promoveu duas substituições no intervalo. Elber e Diego Souza, ainda com resquícios da virose que vinha acometendo o elenco na semana passada, voltaram para o segundo tempo nas vagas de Maikon Leite e Régis, respectivamente. O time respondeu bem. E logo aos 6 minutos, o empate. Lucas Lima saiu errado, Rithely roubou a bola e passou para Joelinton que, dentro da área, dominou e mandou para as redes com categoria.

A marcação do Sport encaixou e o time adotou uma postura de atuar apenas nos contra-ataques. Novamente, o jogo ficou aberto. Melhor para o Santos. No vacilo da defesa rubro-negra em escanteio, Werley subiu mais que a defesa e mandou para o gol. O Leão teve a chance do empate no minuto seguinte em jogada parecida. Diego Souza cruzou e Rithely testou. Vladimir fez grande defesa e a bola explodiu no travessão. 

O Sport partiu para o tudo ou nada. Abriu-se por inteiro. Arriscou-se por várias vezes em sofrer o terceiro gol. Quase encontrou o empate com Mike, aos 41. Quando parecia que não teria mais jeito. Neto Moura fez boa jogada, a bola chegou em Renê, que rolou para Samuel Xavier bater cruzado. Vladimir ainda tocou na bola, mas não evitou o empate rubro-negro, que veio seguido de muita comemoração.

FICHA DO JOGO

SANTOS 2
Vladimir, Daniel Guedes (Chiquinho), Werley, David Braz e Victor Ferraz; Lucas Otávio, Renato e Lucas Lima; Geuvânio (Gabriel), Ricardo Oliveira (Rafael Longuine) e Robinho.
Técnico: Marcelo Fernandes.

SPORT 2
Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Wendel, Neto Moura, Régis (Diego Souza) e Maikon Leite (Elber); Joelinton (Mike).
Técnico: Eduardo Baptista.

Estádio: Vila Belmiro, em Santos. Árbitro: Marcos André Gomes da Penha (ES). Assistentes: Carlos Berkenbrock (SC) e Leonardo Mendonça (ES). Gols: Robinho (42’ do 1ºT) e Werley (24’ do 2ºT) (SAN); Joelinton (6’ do 2ºT) e Samuel Xavier (47' do 2ºT) (SPT). Cartões amarelos: Wendel, Neto Moura (SPT); David Braz (SAN). Público: 13.481. Renda: R$ 321.055,00.
 
Do Super Esportes 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker