Página inicial
 
Mural de recados
27.04 | Patativa
Meu Deus isso foi mostrado e um gramado ou um chiqueiro ...
26.04 | MARCOS LEITE
O CENTRAL PERDEU VÁRIOS BONS JOGAGORES Q DISPUTARAM O PERNAMBUCACNO DESSE ANO, A ...
26.04 | Beltrão
A próxima contratação do Central vem do : A) veloclube B) aeroclube C) Cineclub ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
10/05/2015
18h24 | esportes - SÉRIE A
SÉRIE A > Diego Souza comanda time e Leão estreia na Série A com goleada sobre o Figueirense na Ilha no Retiro: 4x1
CLIQUE E CONFIRA.
Foi uma estreia tranquila para o Sport na Série A do Brasileiro 2015. Dominando o jogo desde o início, o Leão não teve dificuldades para vencer o Figueirense por 4 a 1, na Ilha do Retiro. Destaque para a grande atuação de Diego Souza, na frente, e da dupla de zaga, formada por Matheus Ferraz e Durval. 

O Sport entrou em campo bem instruído pelo técnico Eduardo Baptista. Com uma marcação bem postada, o time tomou a iniciativa do jogo, diante de um Figueirense, escalado com dez jogadores reservas por Argel Fucks, bastante acanhado. Com menos de dois minutos de partida, o Leão desperdiçou duas chances claras de marcar, com Joelinton e Durval. 

Com as rédeas da partida e criando situações de gol, faltava ao Sport definir, um problema que Eduardo Baptista vem tendo desde o início da temporada. Na bola parada, um zagueiro foi a solução para o Leão. Após cobrança de falta na área, a zaga do Figueirense não tirou e a bola sobrou para Matheus Ferraz, livre, na marca do pênalti, para tocar no canto do goleiro. Na frente do placar, o Leão ainda teve váris chances de ampliar, mas não aproveitou.

Sem a resistência do Figueirense, o Sport voltou postado da mesma maneira para o segundo tempo. E assim como na etapa inicial, a pressão foi desde os primeiros minutos. A principal figura do Leão era Diego Souza. As melhores jogadas do time passavam pelos pés dele. O problema é o que os jogadores de ataque faziam ao receber as bolas. Joelinton desperdiçou uma chance incrível. 

Diante da ineficiência dos companheiros de ataque, Diego Souza partiu para jogada individual. E foi assim que ele foi derrubado na área e sofreu pênalti. Ele mesmo cobrou, com direito a cavadinha, e ampliou para o Leão. Das arquibancadas, ouviu seu nome ser entoado. Um reconhecimento à boa atuação do jogador. 

Numa das poucas idas ao ataque, o Figueirense diminuiu, num lance muito estranho, em que Renê tocou contra o próprio gol. Foi apenas um susto. Embora tenha tentado até um pouco mais o ataque, o time catarinense mostrava fragilidade. Eduardo Baptista investiu, então, na velocidade. Trocou Joelinton por Régis - adiantando Samuel para ser o homem de referência. E a mudança funcionou. Em jogada rápida, Régis puxou o contra-ataque e deixou Elber na frente do gol. Bruno Alves derrubou o atacante dentro da área. Pênalti, que Diego Souza cobrou, sem cavadinha desta vez, e marcou, trazendo a tranquilidade de volta à torcida.

No final do jogo, ainda teve tempo para um belo gol de Régis, que entrou muito bem no jogo. Ele tabelou com Mike na entrada da área e recebeu de volta. Dali mesmo tocou tirando do goleiro, estabelecendo a goleada do Sport sobre o Figueirense.


FICHA DO JOGO

SPORT 4
Magrão; Oswaldo, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Wendel (Rodrigo Mancha - aos 37 do 2oT), Elber (Mike - aos 37 do 2oT), Diego Souza e Samuel; Joelinton (Régis - aos 28 do 2oT). Técnico: Eduardo Baptista.

FIGUEIRENSE 1
Luan Polli; Willian Cordeiro, Nirley (Henrique - aos 20 do 2oT), Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Dener, Jefferson, Ricardinho, Jean Deretti (Léo Lisboa - intervalo); Everaldo e Dudu (Mazola - 18 do 2oT). Técnico: Argel Fucks.

Estádio: Ilha do Retiro, no Recife.
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO).
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Bruno Raphael Pires (GO).
Gols: Matheus Ferraz (aos 19 do 1oT), Diego Souza (aos 19 do 2oT e aos 32 do 2oT), Renê (contra, aos 23 do 2oT), Régis (aos 42 do 2oT).
Cartões amarelos: Nirley e Marquinho Pedroso (F); Régis (S).
Cartão Vermelho: Bruno Alves.
Público: 4.116.
Renda: R$ 62.340
 
Fonte: Super Esportes. 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker