Página inicial
 
Mural de recados
26.06 | Paulo Junior
GAIA NELES. FUTEBOL É COISA SÉRIA, NÃO É BRINQUEDO NÃO. FICAM BRINCANDO COM O FU ...
26.06 | ALCINDO PM
GENTE...GENTE...GENTE...TEM QUE FECHAR AS PORTAS...NO PARANÁ A JUNÇÃO DE DUAS EQ ...
26.06 | alessandro viana
Triste a derrota. Mas é do jogo. Lógico q ninguem goata de perder. o jogo foi mu ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
08/04/2015
09h13 | esportes - SPORT
Sport nunca venceu o Bahia na Copa do Nordeste
CLIQUE E CONFIRA.
Se nas quartas de final, a vantagem histórica e as escritas estavam ao lado do Sport, a situação inverte-se na semifinal contra o Bahia. Os atuais campeões do Nordeste nunca venceram o Tricolor de Aço pela competição regional. Foram seis encontros até o momento, com duas vitórias baianas e quatro empates.

Nos gols o time da Ilha também sofre. Marcou a metade dos rivais – isso ainda contando apenas a Copa do Nordeste. A boa lembrança para o Sport é justamente a primeira vez em que se encontraram, na semifinal do Nordestão em 1994. Também foi a primeira – e até agora única – oportunidade em que esse clássico nordestino aconteceu fora de Pernambuco ou Bahia. Foi em Maceió, sede única da competição naquele ano.

Houve empate no tempo normal (1×1) e o Sport levou a melhor nos pênaltis. A história se repetiria na decisão, quando os leoninos ficaram no 0x0 com o CRB e usaram os tiros livres para levantar a taça pela primeira vez. Os dois times voltariam a decidir vaga na final em 1997, mas o Bahia levou a melhor com dois empates: 0x0 em Salvador e 1×1 na Ilha.

Em 2001 mais um 1×1, agora na Fonte Nova. Os dois times avançaram e terminaram decidindo a competição. Pelo regulamento daquela edição, disputa pelo troféu seria na casa do finalista com melhor campanha, os tricolores. Amplamente superior do início ao fim, o Bahia só não venceu por mais do que o 3×1 estampado no placar pela grande atuação do goleiro Zetti.

O último encontro aconteceu em 2002. Na Ilha, o Sport caiu por 2×0.

GERAL - No total a história completa 83 anos em 2015, com uma média de quase uma partida anual. Foram 80, completadas no Brasileirão do ano passado. A vantagem também é do time da Boa Terra, com 33 vitórias contra 19 dos leoninos. Outros 28 jogos terminaram empatados. Foram 111 gols baianos e 97 pernambucanos. A primeira partida aconteceu em 1932, um amistoso. Vitória do Bahia por 2×1. Ao atacante Sandoval Peres, dos baianos, coube a honra de marcar o primeiro gol.

Se venceu menos, o Sport tem a ostentar a maior goleada do encontro: 6×0 em duas oportunidades. A primeiera em 1956, no Torneio BA-PE. A segunda pela Taça Brasil de 1959. Os dois jogos aconteceram no Recife, este último no ano em que os baianos conquistariam a Taça Brasil. O triunfo mais elástico do Tricolor de Aço foi 6×1, num amistoso em 1945.

Nos últimos dez jogos, os rubro-negros venceram apenas um. No Brasileiro do ano passado fez 1×0 na Ilha do Retiro, gol do atacante Mike. Esse jogo foi adiado e terminou sendo o último dois times antes da parada para a Copa do Mundo. O jogo da volta, na Arena Fonte Nova, deu Bahia pelo mesmo placar.
 
Do Blog do Torcedor 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker