Página inicial
 
Mural de recados
23.06 | Thiago Francisco
Saindo de Recife sábado à noite pra domingo ver minha patativa voar alto. AVA ...
23.06 | Thiago Francisco
Estive lá na sede por volta das 13 hrs, ontem (quinta feira) e comprei o ingress ...
23.06 | Gustavo
PQP, O amadorismo nao sai desse central querem cobrar um valor absurdo de 40 rea ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
11/02/2015
21h39 | esportes - Copa do Nordeste
Copa do Nordeste - Sob vaias, Sport volta a repetir mau futebol e somente empata sem gols com o Coruripe-AL
Oferecimento: Detroit Veículos
As vaias ouvidas mesmo após a vitória sobre o Náutico no último jogo, dessa vez ganharam o peso do resultado. Novamente apresentando um futebol sofrível, o Sport não conseguiu vencer o modesto Coruripe, na noite desta quarta-feira, na Ilha do Retiro. O 0 a 0 no placar foi também a nota do Leão no jogo. E olhe que poderia ser pior. Afinal, a equipe alagoana só não saiu de campo com a vitória graças a suas limitações técnicas e a um milagre exercido pelo goleiro Magrão aos 32 minutos do segundo tempo quando salvou o gol de Casagrande. Ele foi o único jogador poupado das críticas em uma noite onde o time voltou a demonstrar suas deficiências.

O resultado, inclusive, mantém o Sport como lanterna do Grupo B, com apenas um ponto. O time ainda não venceu na Copa do Nordeste. Socorrense e Sampaio Corrêa fecham a segunda rodada jogando nesta quarta-feira, em Sergipe. O Leão volta a campo já nesta próxima sexta-feira, quando irá até o Sertão enfrentar o Salgueiro, em jogo válido pelo Estadual. Para a partida, o técnico Eduardo Baptista mandará um time recheado por atletas da base em campo.

O jogo
O Sport fez um primeiro tempo abaixo da crítica. Anulado pela marcação do Coruripe, o Leão sentiu todas as dificuldades de um time travado: errou passes, deu chutões da defesa para o ataque e pouco assustou o adversário. Pior do que isso foi buscar abrir o placar desorganizadamente e correr sérios riscos de sofrer o gol. O termômetro da etapa sem gols veio com as vaias da torcida ao apito final. 

O primeiro chute a gol com perigo veio aos 20 minutos, com Rithely. A essa altura, o torcedor já se mostrava impaciente com a inoperância do time. O quarteto Régis, Diego Souza, Samuel e principalmente Elber, não funcionava. Enquanto isso, aqui e ali, a equipe alagoana se arriscava nos contra-ataque com perigo. Aos 28, por muito pouco Casagrande não marca. Sentindo dificuldades com a marcação, o Sport ainda teve duas chances isoladas com Samuel, mas nada que empolgasse. Era preciso uma nova postura para o segundo tempo.

Segundo tempo
A mudança de postura veio com alterações. Diego Souza e Elber foram substituídos por Mike e Joelinton. Deslocado para a ponta, Samuel cresceu no jogo. Logo aos 5 minutos, fez grande jogada e Vitor por pouco não abre o placar. Aos 18, o próprio Samuel teve a sua chance e mandou para fora. Aos 19, Tiago Alagoano saiu de cara com Magrão no vacilo de Ewerton Páscoa. O goleiro salvou.

Aos poucos, o Sport foi novamente se desorganizando. A sair para o tudo ou nada. Os erros voltaram a aparecer. Os mesmos da primeira etapa. Novamente, abriu-se espaço para os contra-ataques. O resultado só não foi pior graças a fragilidade do adversário. Mais uma vez, vaias ecoaram pelo estádio. E com razão.

Ficha do jogo

SPORT 0
Magrão; Vitor, Ewerton Páscoa, Durval e Renê; Rithely, Rodrigo Mancha, Régis, Diego Souza (Mike) e Elber (Joelinton); Samuel (James Dean).
Técnico: Eduardo Baptista

CORURIPE-AL 0
Carlos; Denilson, Jair, Williames José e Antônio Carlos; Léo Maceió, Mazinho, João Paulo e Tiago Lima (Luís Mário); Ivan (Tiago Alagoano) e Casagrande.
Técnico: Jaelson Marcelino.

Local: Ilha do Retiro, no Recife. 
Árbitro: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN) 
Assistentes: Flávio Gomes Barroca (RN) e Jean Márcio dos Santos (RN). 
Gols: -
Cartões amarelos: Renê, Durval (SPT); Denílson, Léo Maceió, Carlos e Mazinho (COR).
 
Do Super Esportes PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker