Página inicial
 
Mural de recados
25.07 | Patativa
Respondendo esse rapaz chamado franco,sou torcedor e sócio do central desde 1986 ...
25.07 | MARCOS LEITE
O CENTRAL TEM Q FAZER LOGO A ELEIÇÃO, PRA SE ESTRUTURAR PRA 2018 Q JÁ TÁ GARANTI ...
25.07 | luciano
pra resolver o problema do central, não é preciso fechar as portas , e sim os só ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
06/02/2015
16h06 | esportes - SPORT
Sport - Time confirma que oferecerá denúncia ao STJD por irregularidade do Sampaio Corrêa pelo Nordestão
Do Super Esportes. 
 
O Sport estudou o caso e chegou a uma conclusão confirmada à reportagem do Superesportes na manhã desta sexta-feira: o clube irá, sim, oferecer denúncia ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em razão da possível escalação irregular do Sampaio Corrêa no jogo de estreia do Nordestão. Os maranhenses venceram a partida por 3 a 2, mas teriam escalado o atleta Narcísio Ramos da Silva, o Curuca, de maneira inapropriada. De acordo com o vice-presidente executivo do Sport, Arnaldo Barros, a direção da Bolívia Querida realizou uma leitura equivocada do regulamento da CBF.
 
Sport já enviou documentação para seu advogado no Rio de Janeiro, que oferecerá denúncia nesta sexta-feira / Foto: Super Esportes. 
Curuca foi expulso na última rodada da Série D, quando ainda defendia o Moto Club-PI e não cumpriu a punição. Na ocasião, o meio-campista foi julgado pelo STJD e pegou um jogo de suspensão – que deveria ter sido cumprido frente ao Sport, na estreia da Copa do Nordeste. "Estamos tomando todas as providências cabíveis para realizar a denúncia. Já estamos de posse da ata do julgamento, da súmula do jogo e elaborando a denúncia para apresentar à procuradoria do STJD", afirmou.

O "equívoco" tratado por Arnaldo Barros referente à interpretação do Sampaio se dá em razão do artigo 43 do novo Regulamento Geral de Competições da CBF para 2015. De acordo com o artigo, parágrafo segundo, “Os atletas transferidos de um clube para outro partícipe de competições diferentes não carregam para o novo clube cartões recebidos na competição de origem”.

"A possibilidade de punição é muito grande. A infração é evidente. Eles fizeram uma interpretação equivocada do regulamento e entenderam que o jogador tinha condição de jogo, quando na verdade não tinha. Eles interpretaram que os cartões de uma Série não se aplicariam a outra e é verdade. Mas não é a hipótese desse atleta, que foi expulso, julgado e foi apenado com suspensão de uma partida", explicou Arnaldo.

A fundamentação
O embasamento rubro-negro para pedir a punição ao Sampaio se dá a partir do artigo 62. Nele, está escrito que "quando ao final de uma competição uma penalidade de suspensão por partida aplicada pelo STJD ao atleta restar pendente, tal pena deverá ser cumprida obrigatoriamente na primeira competição subsequente, a ser iniciada, excluídas as competições em andamento, dentre aquelas coordenadas pela CBF", diz. "E a competição imediata posterior é a Copa do Nordeste deste ano", acrescentou Arnaldo.

Rio de Janeiro
De posse dos documentos, o Sport já enviou a documentação necessária para o advogado do clube, Osvaldo Sestário, no Rio de Janeiro – sede do STJD e da CBF. "Vamos oferecer a denúncia o mais rápido possível, ja mandamos o material para o Rio de Janeiro e deverá se providenciado ainda hoje", pontuou.

A punição
Caso seja realmente punido, o Sampaio Corrêa perderá os três pontos que ganhou com a vitória sobre o Sport mais três pontos como pena por ter escalado o jogador irregularmente. O Leão seria beneficiado "somente" com essas perdas – no caso, não ganharia os pontos perdidos na ocasião.

Botafogo-PB
No ano passado, o Sport já havia passado por uma situação similar. Também na estreia do Nordestão, enfrentando o Botafogo-PB, em João Pessoa, o Leão empatou o jogo em 1 a 1. O volante Pio e o atacante Thiaguinho, porém, jogaram sem ter os nomes publicados no Boletim Informativo Diário da CBF – o que só ocorreu um dia depois do jogo. O Belo foi punido, perdeu quatro pontos e o Leão acabou sendo beneficiado diretamente na ocasião.

.
 
 
 
eXTReMe Tracker