Página inicial
 
Mural de recados
15.12 | Fabio
Sorteio da Copa do Brasil: Santos/AP x Sport Fluminense de Feira/BA x Santa ...
15.12 | Patativa
Foi no lacerdao hoje e fiquei impressionado com o péssima qualidade do gramado,m ...
15.12 | KLEO
CARLOS, TU ALÉM D SER PESSIMISTA, SÓ PENSA NEGATIVO, DIFERENTE DE MIM Q SOU OTIM ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
19/11/2014
06h55 | esportes - SÉRIE A
SÉRIE A -> Sport faz história e vence o Palmeiras na inauguração da Allianz Parque: 2 a 0
CLIQUE E CONFIRA.
Animador de festas? O Sport, não. Na partida que marcou a inauguração da Allianz Parque, a novíssima arena do Palmeiras, o Leão se agigantou. Deixou de lado o clima festivo em torno da partida, ignorou os mais de 35 mil alviverdes que estiveram na noite desta quarta-feira no estádio. Fazendo uma partida taticamente perfeita, a equipe rubro-negra foi defensivamente impecável. Anulou o adversário. Irritou a torcida paulista. Foi amadurecendo o gol. E, merecidamente, fez história. Ananias foi o autor do primeiro gol da arena. Para sacramentar, Patric ainda ampliou com um belo gol no final: 2 a 0.

A vitória fez o Leão voltar dos dois jogos fora de casa com 100% de aproveitamento (antes, havia vencido o Atlético-PR) e, de quebra, ficar matematicamente livre do rebaixamento. Fez a equipe chegar aos 47 pontos e subir uma posição: o time agora é o 11ª colocado, com a mesma pontuação de Santos, Flamengo e Atlético-PR, perdendo para todos no saldo de gols. O Sport agora volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Fluminense, na Arena Pernambuco.

O jogo
O Sport fez um primeiro tempo sem riscos. Impecável taticamente, com a defesa muito bem postada e sem dar qualquer brecha ao adversário, o Leão foi, aos poucos, frustrando a empolgação da torcida alviverde. É bem verdade, porém, que, se o Palmeiras esteve longe de balançar as redes, o mesmo pode se dizer dos rubro-negros. Organizado, o Sport até teve oportunidades de chegar à meta palmeirense, mas Diego Souza, Danilo e Joelinton pareciam receosos em finalizar. Dando um passe a mais, acabavam desperdiçando a chance.

A bola mais “perigosa” da primeira etapa veio da cabeçada de um ex-leonino. Aos 22 minutos, Felipe Menezes recebeu com açúcar e testou do contrapé de Magrão. A bola foi para fora. Foi tudo. Desorganizado e errando passes fáceis, o Palmeiras passou longe de demonstrar um futebol digno do novo palco. “O jogo está igual e é manter a concentração para quando roubar a bola ter tranquilidade para chegar ao gol", avaliou o técnico Eduardo Baptista no intervalo.

Segundo tempo
No segundo tempo, o Sport manteve a obediência tático aliada ao ímpeto defensivo, mas com um incremento a mais: a ousadia de atacar mais. Mais tranquilo que o adversário, avançando a marcação e tocando a bola como se estivera em casa, o Leão foi colecionando chances pedidas. Danilo teve duas ótimas oportunidades de fazer o primeiro gol do novo estádio. Perdeu o gol aos 40 segundos e aos 21 minutos.

O gol estava ficando manduro. Parecia uma questão de tempo. E ele veio aos 31. Ananias, que tinha acabado de entrar, aproveitou o cruzamento de Danilo e, com oportunismo, mandou para as redes. Era o gol da vitória rubro-negra. Patric, aos 45, marcou um golaço e fechou a noite história para o Sport.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 0
Fernando Prass; João Pedro, Nathan, Tobio e Juninho (Mouche); Marcelo Oliveira, Victor Luis, Wesley (Mazinho) e Felipe Menezes (Allione); Diogo e Henrique.
Técnico: Dorival Júnior

SPORT 1
Magrão; Patric, Durval, Ewerton Páscoa e Renê; Rodrigo Mancha, Rithely, Danilo (Wendel), Mike (Felipe Azevedo) e Diego Souza; Joelinton (Ananias).
Técnico: Eduardo Baptista.

Local: Allianz Parque, em São Paulo. Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA). Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago (FIFA-MG) e Guilherme Dias Camilo (MG). Gols: Ananias (Aos 31’ do 2ºT) e Patric (aos 45' do 2ºT) (SPT). Cartões amarelos: Marcelo Oliveira (PAL); Joelinton (SPT) Público: 35.909. Renda: R$ 4.920.855,00.
 
Do Super Esportes 
 
 Patric comemora o gol que sacramentou a vitória do Sport. Foto: Alan Morici/Agência Estado

Patric comemora o gol que sacramentou a vitória do Sport. Foto: Alan Morici/Agência Estado


.
 
 
 
eXTReMe Tracker