Página inicial
 
Mural de recados
28.06 | ojuara
CONCORDO NELHOR PAGAR SAFADAO DE QUE INVESTIR NESSE CLUBE SAFADO DE LADROES PORQ ...
28.06 | Paulo Junior
Parabéns pela atitude dos torcedores do Central em dividir o dinheiro com os fun ...
27.06 | Carlos
Eu acho que esse verdade nua e crua tem problemas mentais ele fica pensando,pens ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
11/11/2014
10h15 | esportes - SPORT
SPORT > Rubro negro e mais oito times lutam contra o rebaixamento
CLIQUE E CONFIRA.

O ponto conquistado contra o Flamengo não resolveu a vida do Sport mas deu um pouco de fôlego ao time na luta contra o rebaixamento. Uma verdadeira guerra que ainda não condenou ninguém à Série B em 2015. Ao menos matematicamente. A pontuação apontada pelo técnico leonino Eduardo Baptista de 44 é a mesma que o site Chance de Gol, especialista em probabilidades no futebol coloca com 99,9% de chance de permanecer na elite. Esse número é exatamente um poonto acima dos 43 calculados pelo Blog do Torcedor levantando a média de pontos das equipes rebaixadas em 17º lugar nas oito edições do Brasileirão disputadas por 20 equipes, formato adotado a partir de 2006. Na teoria, a tarefa dos campeões do Nordeste é a menos complicada dos oito que ainda não se livraram do risco.

Tomou-se por base a 17ª colocação porque é ela que apresenta o rebaixado com melhor desempenho – ou menos ruim para quem preferir. Os 44 pontos representam um aproveitamento de 38% dos pontos, índice acima do que tem hoje o Vitória, o atual número 17: 34%. Se o percentual do time baiano for mantido até o fim a pontuação ele chegaria a 39, número que já deixa Sport, Figueirense e Palmeiras livres.

O que embola ainda mais a confusão é que nove equipes, incluindo aí o lanterna Criciúma, podem escapar. O atual último colocado chega aos 45 se vencer daqui até o fim. A cinco rodadas do encerramento, o Brasileirão está praticamente dividido entre G4 e Z4. Apenas quatro times não sobem nem descem: Santos, Atlético-PR, Goiás e Flamengo. Do Fluminense (7º) ao Cruzeiro (1º), a briga é pelo G4, com o time mineiro e o São Paulo travando um duelo particular pelo título. Do Sport (12º) ao Criciúma (20º) todo mundo pode cair e escapar.

Os 44 do técnico do Sport podem ser atingidos com apenas uma vitória nos cinco jogos restantes ou com uma dose cavalar de emoção, através de quatro empates. O time da Ilha ainda enfrenta Atlético Paranaense, Palmeiras, Fluminense, Criciúma e São Paulo. Essa possibilidade refere-se a escapar da degola sem depender de ninguém. Como ainda há muitos confrontos entre os times que lutam contra o descenso, ela mudará a cada rodada.

O rubro-negro pernambucano, por exemplo, enfrenta dois times que estão na zona de briga contra o Z4: Palmeiras e Criciúma, ambos fora de casa. O Leão ainda terá pela frente o Atlético-PR, praticamente sem objetivo e os tricolores Fluminense e São Paulo, ambos da parte de cima. O que pode facilitar ou dificultar mais é a subjetividade: como estará a vida desses times quando o Sport os enfrentar? O mesmo raciocíno segue para todos.

Veja abaixo o caminho de cada um das nove equipes que fogem da degola.

Sport: 41 pontos pondendo chegar aos 44 com uma vitória ou quatro empates. Enfrenta Atlético-PR (fora), Palmeiras (fora), Fluminense (casa), Criciúma (fora) e São Paulo (casa).

Figueirense: 39 pontos podendo chegar aos 44 com uma vitória e dois empates ou cinco empates. Enfrenta Atlético-MG (fora), Botafogo (fora), Vitória (casa), São Paulo (fora) e Internacional (casa).

Palmeiras: 39 pontos no mesmo panorama do Figueirense. Enfrenta São Paulo (fora), Sport (casa), Coritiba (fora), Internacional (fora) e Atlético-PR (casa).

Coritiba: 37 pontos podendo chegar aos 44 com duas vitórias e um empate. Enfrenta Flamengo (fora) Vitória (fora), Palmeiras (casa), Atlético-MG (fora) e Bahia (casa).

Chapecoense: 36 pontos podendo chegar aos 44 com duas vitórias e dois empates. Enfrenta Vitória (casa), Fluminense (fora), Botafogo (casa), Cruzeiro (casa) e Goiás (fora).

Vitória: 34 pontos podendo chegar aos 44 com três vitórias e um empate. Enfrenta Chapecoense (fora), Coritiba (casa), Figueirense (fora), Flamengo (fora) e Santos (casa).

Botafogo: 33 pontos podendo chegar aos 44 com três vitórias e dois empates. Enfrenta Fluminense (fora), Figueirense (casa), Chapecoense (fora), Santos (fora) e Atlético-MG (casa).

Bahia: 31 pontos podendo chegar aos 44 com quatro vitórias e um empate. Enfrenta Corinthians (casa), Criciúma (fora), Atlético-PR (casa), Grêmio (casa) e Coritiba (fora).

Criciúma: 30 pontos e só escapa somando 45 pontos vencendo todos os jogos. Enfrenta Grêmio (casa), Bahia (casa), Flamengo (fora), Sport (casa) e Corinthians (fora).

Rebaixados em 17º lugar desde 2006:

2006: Ponte Preta – 39 pontos
2007: Corinthians – 44
2008: Figueirense – 44
2009: Coritiba – 45
2010: Vitória – 42
2011: Atlético-PR – 41
2012: Sport – 41
2013: Portuguesa – 44
 
Do Blog do Torcedor 
 
Foto: Guga Matos/JC Imagem

 


...
 
 
 
eXTReMe Tracker