Página inicial
 
Mural de recados
17.10 | Antonio do Salgado
Sim entrou uma nova diretoria conversa bonita danada, reformaram a concentraçao ...
17.10 | MARCOS LEITE
A ÚLTIMA RODADA DA SERIE A2 TODOS OS JOGOS AS 15HS, SÓ PRA DEFINIR OS 2 PRIMEIRO ...
16.10 | MARCONDES
É VERDADE CLEO, SE PESQUEIRA É AZUL E AMARELO ELES USA TODO D AZUL , TEM CABENSE ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
22/10/2014
09h38 | esportes - SÉRIE A
SÉRIE A -> Sport 0x1 Goiás - Leão perde mais uma em casa e se complica na competição
CLIQUE E CONFIRA.
Parecia que estava escrito. O Sport criou, chegou na frente do goleiro adversário uma vez, duas, três vezes (...), sempre sem sucesso. Perdeu um festival de gols principalmente no primeiro tempo. No segundo tempo, o Goiás equilibrou a partida, evoluiu. O jogo ficou aberto. E aos 45 minutos, o castigo. Esquerdinha fez o gol da vitória do Goiás por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, na Ilha do Retiro. Foi a sétima partida do time sem vitórias. A torcida não perdoou o técnico Eduardo Baptista, chamado de “burro” e muito vaiado. O cargo do treinador está por um fio. O Sport agora volta a campo no próximo sábado, quando irá a Belo Horizonte enfrentar o Atlético-MG.

O Leão abusou de perder gols. Foi assim durante todo o primeiro tempo. Com um amplo domínio desde os primeiros minutos, absoluto na partida, engoliu o adversário. Somente Ibson perdeu incríveis três chances de balançar as redes estando na cara do gol. Com Felipe Azevedo endiabrado, nos melhores 45 minutos que fez em toda a temporada, o setor ofensivo viu sair dos seus pés as principais chances. Veloz e atuando como espécie de garçon, o atleta serviu com afeto Ibson e Diego Souza. Foi um festival de “uuuhhh!” da torcida, que ainda revetiu a expressão quando Diego fez explodir a bola no travessão em cobrança de falta.

Com o setor defensivo bem postado, com Rodrigo Mancha e Ronaldo à frente da zaga, o Goiás pouco incomodou o Leão. Ao fim da primeira etapa a torcida foi um misto de vaias e aplausos, sentimento confuso de quem via o time fazer um bom jogo, mas pecava no principal: as finalizações. Mesmo problema que sofreu os goianos no segundo tempo. A equipe esmeraldina voltou com uma postura completamente diferente do intervalo. Adiantou a marcação, ganhou velocidade e mudou de atitude.

Em dez minutos, o Goiás perdeu três oportunidades. Nesse meio tempo, Ibson, o mesmo que cansou de perder gols no primeiro tempo, voltou a ficar de frente com o gol. Voltou a chutar fraco, em cima do goleiro. O jogo ficou aberto. Chance perdida de um lado, chance perdida do outro. Aos 45, o castigo. Esquerdinha, ex-Santa Cruz, recebeu dentro da área e mandou para as redes. A torcida não perdoou o técnico Eduardo Baptista.

FICHA TÉCNICA

SPORT 0
Magrão; Patric, Henrique Mattos, Durval e Renê; Rodrigo Mancha, Ronaldo, Ibson (Neto Baiano) e Diego Souza; Ananias (Danilo) e Felipe Azevedo (Érico Júnior). Técnico: Eduardo Baptista.

GOIÁS 1
Renan; Felipe Macedo, Jackson, Pedro Henrique e Felipe Saturnino (Lima); Rodrigo (Ramon), David, Thiago Mendes e Esquerdinha; Erik e Samuel (Tiago Real). Técnico: Ricardo Drubscky.

Local: Ilha do Retiro, no Recife. Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ – FIFA). Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (RJ – FIFA) e Gilberto Stina Pereira (RJ). Gol: Esquerdinha (GOI). Cartões amarelos: Henrique Mattos (SPT). Felipe Macedo, Jackson e Tiago Real (GOI). Público: 8.444. Renda: R$ 141.335,00.
 
Do Super Esportes 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker