Página inicial
 
Mural de recados
26.04 | MARCOS LEITE
O CENTRAL PERDEU VÁRIOS BONS JOGAGORES Q DISPUTARAM O PERNAMBUCACNO DESSE ANO, A ...
26.04 | Beltrão
A próxima contratação do Central vem do : A) veloclube B) aeroclube C) Cineclub ...
25.04 | Jose Helio Pessoa
DODEIRO NÃO ATRAPALHA....O CENTRAL SÓ NÃO É MAIOR DO QUE SUA LOUCURA...TIRAR LI ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
16/09/2014
22h44 | esportes - SÉRIE A
SÉRIE A -> Na Arena Pernambuco, Sport e Internacional não mexem no placar em jogo equilibrado: 0x0
Clique e Confira.

Equilíbrio absoluto. Essa foi a tônica do movimentado empate sem gols da partida entre Sport e Internacional, na noite desta quarta-feira, na Arena Pernambuco. O Leão fez um jogo no seu limite técnico e físico. Empurrado pela torcida, fez o que estava ao seu alcance para chegar a sua quarta vitória consecutiva como mandante. Não deu. O torcedor, mesmo vendo o esforço e a raça da equipe contra um adversário tecnicamente mais forte, vaiou o próprio elenco após o termino do duelo. 

Antes, a torcida leonina já havia feito algo atípico: vaiou o técnico Eduardo Baptista quando ele chamou Érico Júnior para substituir Felipe Azevedo. Minutos depois, chamou o treinador de "burro" quando ele resolveu tirar Diego Souza do jogo para a entrada de Neto Baiano - a torcida queria a saída de Danilo. 

O empate leva o Sport aos 32 pontos e mantém a equipe na sétima posição. O colorado chegou aos 38 pontos e também manteve a sua posição, permanecendo em terceiro, dentro do G4. Os rubro-negros  agora voltam a campo às 16h do próximo domingo, quando receberá o Coritiba, no retorno do time à Ilha do Retiro. 

O jogo
Sport e Internacional fizeram um primeiro tempo sem gols, porém bastante movimentado, dinâmico. Empate que, pode-se dizer, justo. Com mais qualidade técnica, os gaúchos controlaram mais as ações da partida, com passes rápidos e chegadas mais perigosas. A contrapartida rubro-negra vinha dos pulmões, com muita correria e marcação pesada - com destaque para a ótima etapa de Rithely. Ofensivamente, todavia, o Leão foi praticamente nulo. Diego Souza, isolado, fazia as vezes de um centroavante, mas mal tocou na bola.

O Sport começou o jogo com tudo, fazendo o famoso “abafa”. Não deu em nada. Pior, a primeira grande chance do jogo foi colorada. Logo aos 5, em uma rara falha, Durval escorregou e Wellington Paulista perdeu um gol incrível. Aos 15 foi a vez de Alex também chegar perto de abrir o placar. O Leão respondeu com Patric, de falta, aos 21, e Danilo, aos 43, em chances menos claras. Em bom número, a torcida do Sport empurrava o time, que até se esforçava, mas esbarrava nas limitações. 

No segundo tempo, a tônica da partida foi a mesma: equilíbrio absoluto. Logo no início da etapa, Paulão mandou para as redes, mas o árbitro marcou o impedimento. Aos 8, Aránguis arriscou e a bola passou perto. O Leão respondeu aos 16, com Diego Souza, que fez a boa raspar o travessão. Na melhor chance do Sport no jogo, Renê lançou Danilo, que avançou e chutou mal, perdendo o gol. Aos 37, Danilo perdeu outra grande chance. O jogo terminaria sem gols.

Ficha do jogo

Sport 0
Magrão; Patric, Ferron (Oswaldo), Durval e Renê; Rithely, Wendell, Ibson e Danilo (Ronaldo); Felipe Azevedo (Érico Júnior) e Diego Souza (Neto Baiano) . 
Técnico: Eduardo Baptista.

Internacional 0
Dida; Gilberto, Ernando, Paulão e Fabrício; Wellington, Aránguiz, Alex (Valdívia), Sasha e D’Alessandro (Rafael Moura); Wellington Paulista. 
Técnico: Abel Braga.

Estádio: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE). Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR). Assistentes:Bruno Boschilia e Luiz Souza Santos Renesto (ambos do PR). Cartões amarelos: Felipe Azevedo, Rithely (SPT); Gilberto (INT). Público: Renda:


...
 
 
 
eXTReMe Tracker