Página inicial
 
Mural de recados
26.05 | marcelo
Concordo plenamente com voce paulo esses reporteres das radios de caruaru sao do ...
26.05 | Davi
Infelizmente o editor desse blog não publicou meu comentário, so sei de uma cois ...
26.05 | Patativa
É verdade Paulo alvinegro excelente o seu comentário você estar de parabéns. ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
29/08/2014
03h00 | esportes - COPA SUL-AMERICANA
Sport joga mal e perde para o Vitória na Sul-Americana:1x0
Clique e Confira.

No primeiro confronto entre Sport e Vitória pela segunda fase da Copa Sul-Americana o time de Salvador foi melhor em campo e conseguiu uma importante vitória por 1×0, nesta quinta-feira, na Ilha do Retiro, e levou para casa uma boa vantagem para o jogo de volta. O gol foi marcado por Marcinho aos nove minutos do primeiro tempo. O detalhe é que o Vitória entrou com time misto e ainda sim foi melhor no jogo.

As duas equipes voltam a se encontrar na próxima quarta-feira no Barradão. Para se classificar, o Sport precisa vencer por uma diferença de dois gols, ou, vitória por um gol de vantagem desde que acima de 1×0. Para os baianos um empate será o suficiente. Nervoso em campo, errando muitos passes, sem transição do meio de campo ao ataque e com a saída de bola da defesa alternando entre passes equivocados e lançamentos sem direção, o Sport não vingou o investimento feito pela diretoria para o torneio e fez uma partida ruim dentro de casa, saindo em desvantagem no confronto. Pelo Vitória os destaques foram o meia Marcinho e o sistema de defesa.

O jogo

O esquema tático do técnico Eduardo Baptista não deu certo com Ibson na armação de jogadas. O Sport entrou desarrumado no meio de campo e sem um homem articulador para fazer a bola chegar aos atacantes. Resultado, um buraco no meio de campo e sem transição com o ataque. Felipe Azevedo mais uma fez foi mal em campo e foi substituído ainda no primeiro tempo para a entrada de Diego Souza.

Renê não fez uma boa partida. Foto: Diego Nigro - JC Imagem

Renê não fez uma boa partida. Foto: Diego Nigro – JC Imagem

Armado com dois volantes e deixando Marcinho livre para a criação de jogadas o Vitória soube explorar bem os contra-ataques e em um deles abriu o placar, com Marcinho, que tocou bonito no ângulo direito de Magrão. A estratégia de Ney Franco foi mantida, claro, e o time poderia ter feito mais gols no primeiro tempo.

Pelo Sport as coisas começaram a melhorar quando Diego Souza entrou em campo, fazendo a função de meia que estava em falta. Ewerton Páscoa sentiu um problema muscular e também saiu. Oswaldo entrou em seu lugar. Antes do final dos primeiros 45 minutos  Diego Souza teve a chance de empatar  em cobrança de falta. Ele bateu bem mas Roberto estava atento e fez uma bela defesa. A arbitragem do boliviano Oscar Maldonado no primeiro tempo não foi digna de elogios. O Sport reclamou de três pênaltis não marcados.

O primeiro foi em Ananias que foi derrubado por Mansur após bela arrancada; depois, Felipe Azevedo desviou o cruzamento e a bola tocou na mão de Gustavo; e o terceiro foi em Neto Baiano que na disputa pela bola foi tocado por Ednei.

No segundo tempo

Parecia que o Sport entraria para a segunda etapa bem melhor. Mas o time outra vez entrou nervoso em campo e, mesmo com um meia de criação, errou muitos passes e não conseguiu furar a retranca do Rubro-Negro baiano. Aos poucos o relógio foi sendo inimigo do Sport e obrigou o time a partir com tudo em busca do empate.

O Vitória recuou ainda mais e perdeu a saída de jogo. Ney Franco percebeu que precisava mudar e colocou o volante Marcelo no lugar de Guillermo Beltrán, a missão era parar Diego Souza. Neto Baiano teve uma grande oportunidade de empatar aos 15 minutos quando entrou na área e tocou na saída do goleiro, Ayrton salvou em cima da linha e evitou o gol.

Joadores do Vitória comemoram o gol de Marcos Junior. Foto: Diego Nigro - JC Imagem

Joadores do Vitória comemoram o gol de Marcos Junior. Foto: Diego Nigro – JC Imagem

Eduardo Baptista usou a terceira substituição, outra vez forçada por causa de lesão, e tirou Ananias para a entrada de Mike. Os erros persistiram e a noite era do Rubro Negro, mas o baiano, que por pouco não aumentou a vantagem. Dinei, que entrou no lugar de Willie teve a chance do segundo mas Magrão fez a defesa. Por último, Marcinho cara a cara preferiu encobrir o goleiro e a bola subiu muito.

Ficha de jogo

Sport: Magrão; Patric, Durval, Ewerton Páscoa (Oswaldo) e Renê; Rithely, Wendel e Ibson; Felipe Azevedo (Diego Souza), Ananias (Mike) e Neto Baiano. Técnico: Eduardo Baptista

Vitória: Roberto Junior; Ayrton, Ednei, Luiz Gustavo e Mansur; José Welison, Richarlyson e Marcinho; Willie (Dinei), Marcos Junior (Vinícius) e Guillermo Beltrán (Marcelo). Técnico: Ney Franco

Copa Sul-Americana
Fase: 2° (jogo de ida)
Local: Ilha do Retiro
Data: 28/08
Árbitro: Oscar Maldonado (Bolívia)
Assistentes: Wilson Arellano e Javier Bustillo (ambos da Bolívia)
Cartões amarelos: Sport – Rithely; Vitória – Roberto
Gols: Vitória – Marcinho (aos 9 minutos do primeiro tempo); Público: 6.025 torcedores. Renda -  R$ 81.360,00

*Erro corrigido às 01:17 – Gol de Marcinho e não Marcos Junior.

Do Blog do Torcedor 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker