Página inicial
 
Mural de recados
21.08 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! De longe fica difícil avaliar, somente com as informações ...
21.08 | MARCOS LEITE
FALAR EM TABELA DA SEGUNDONA VICTOR HUGO, PELA LEI TEM Q DIVULGAR 60 DIAS ANTES ...
21.08 | júnior
já pensou se não tivesse vaidade,e todos se unir-se como seria maravilhoso para ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
27/08/2014
10h50 | esportes - SPORT
SPORT -> Rubro negro estreia na Sul-Americana 2014 no mesmo dia em que eliminou o Náutico em 2013
Clique e Confira.
O Sport vai dar início à sua participação na Sul-Americana 2014 em uma data que traz boas recordações. Em 28 de agosto de 2013, o Leão conseguia a sua classificação à fase internacional da competição ao superar o rival Náutico na disputa por pênaltis. Nesta quinta-feira, 28 de agosto de 2014, o rubro-negro pernambucano faz o primeiro jogo contra o Vitória pelo mata-mata nacional da competição. O duelo é às 22h, na Ilha do Retiro.

 

Há muitas diferenças entre a participação do Sport em 2013 e neste ano. A começar pela forma como o time conseguiu o direito de participação. Na temporada passada, a vaga caiu no colo do Leão. Rebaixado à Série B, foi beneficiado pela alteração na distribuição das vagas. Herdou a vaga, mesmo terminando a Série A em 17º, porque alguns clubes que tinham o direito avançaram na Copa do Brasil. O novo critério da CBF previa, nesses casos, a substituição seguindo a classificação da competição nacional. Em 2014, o direito foi assegurado com o título da Copa do Nordeste.

A motivação também é bem diferente. Em 2013, não havia qualquer empolgação com a disputa. Uma só, na verdade: estragar a festa do rival Náutico. Feito isso, o clube deixou bem claro a sua prioridade: o retorno à Série A. Caiu diante do Libertad-PAR, na fase seguinte, perdendo os dois jogos - o segundo, inclusive, foi na Arena Pernambuco, não na Ilha do Retiro. Neste ano, a Sul-Americana é a prioridade desde o título do Nordestão, como determinou o técnico Eduardo Baptista. As recentes contratações de Diego Souza e Ibson reforçam a intenção.

As lembranças

 

A partida de 28 de agosto de 2013 ficou marcada como uma das grandes ironias do futebol pernambucano. Na Arena Pernambuco, nova casa do Náutico, o Sport eliminava o rival, que festejava o retorno a uma competição internacional - direito conquistado ao terminar o Brasileiro na 12ª colocação. O Timbu não atravessou sequer as fronteiras do estado. Mas foi guerreiro em campo. Após perder na Ilha do Retiro por 2 a 0, o Náutico devolveu o placar na Arena. Sucumbiu nos pênaltis, porém.

 

O herói daquela noite foi o goleiro Magrão, que defendeu três cobranças alvirrubras. Após o jogo, o goleiro dividiu os méritos com o então analista de desempenho do clube, Pedro Gama, hoje auxiliar técnico de Eduardo Baptista. Na época, Pedro havia preparado um dossiê dos principais cobradores de pênaltis alvirrubros.

Do Super Esportes 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker