Página inicial
 
Mural de recados
20.11 | CLEO
VERDADE MARCONDES ESTA É A HORA DA MASSA ALVINEGRA CHEGAR JUNTO. ...
20.11 | Carlos
Concordo com vc patativa, esse Alcindo não entende nada de futebol,o que disse P ...
20.11 | MARCONDES
COM ESSE EVENTO DA FEIJOADA A GALERA CENTRALINA TEM Q IR EM MASSA AJUDAR O CENTR ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
01/05/2014
09h53 | esportes - COPA DO BRASIL
COPA DO BRASIL <> Brasília x Sport - 21h50 - Arena Mané Garricha - Brasília/DF
Clique e Confira.
O desgaste mental e físico sofrido pelos jogadores do Sport durante os meses de março e abril com sucessivos jogos decisivos fez com que os suplentes do elenco ganhassem a oportunidade de fazer o jogo de estreia dos campeões de Pernambuco e do Nordeste na Copa do Brasil, nesta quinta-feira (1), diante do Brasília, no Mané Garrincha, capital Federal, a partir das 21h50.

O técnico Eduardo Baptista escalou apenas dois jogadores que iniciaram o confronto contra a Chapecoense, no último domingo (27), pelo Campeonato Brasileiro: o goleiro Magrão e o volante Rithely. Até mesmo o ‘fominha’ Neto Baiano, que atuou com os reservas em duas oportunidades no Campeonato Pernambucano, foi convencido a dar uma descansada. Também vale a pena lembrar que os rubro-negros não podem chegar à terceira fase da competição nacional, sob pena de perder a vaga na Copa Sul-Americana.

Apesar de estar envolvido em decisões até uma semana atrás, o Sport estava monitorando o adversário. Baptista explicou que desde as semifinais da Copa Verde, vencida pelos brasilienses, a equipe era alvo de estudos, inclusive com acompanhamento de jogos presencialmente. “Nosso analista já foi in loco aos dois jogos finais da Copa Verde com o Paysandu. É um time que se lança à frente quando joga em casa, tem dois atacantes de muita movimentação um lateral-esquerdo que ataca bastante. Temos que tomar cuidados na marcação mas também aproveitar os espaços que vão deixar”, avaliou.

Entre os jogadores, o discurso é de aproveitar a oportunidade para colocar aquele conhecido ponto de interrogação na cabeça do comandante. O volante Augusto, que entrou pela primeira vez no segundo tempo do jogo contra o Santos, pela Série A, é um deles. “Sei que a concorrência é grande, mas todos se respeitam. Cada um busca seu espaço. No fim das contas, temos volantes qualificados, e o Sport ganha com isso. Nos últimos dias, o professor Eduardo Baptista elogiou o meu trabalho e indicou que deve me escalar. Vou dar o meu melhor dentro de campo, para que eu continue sendo utilizado no time”, pontuou.

Para o atacante Leonardo, a missão de cavar uma vaga de titular é um pouco mais difícil. O concorrente dele é ninguém menos que Neto Baiano, artilheiro da equipe na temporada e figura central nas duas conquistas deste primeiro semestre. Mesmo assim ele acredita que por ter uma característica diferente do companheiro pode beliscar uma vaga. “Neto (Baiano) joga mais fixo na área. É o autêntico camisa 9. No meu caso, sei atuar mais enfiado na área, mas também gosto de cair pelas pontas e preparar as jogadas”, explicou.

Ficha do jogo:

Brasília: Marcos; Bruno, Felipe, Danilo e Breno; Pedro Ayub, Daniel, Natan, Luquinhas e Siston; Ítalo. Técnico: Gauchinho.

Sport: Magrão; Igor Fernandes, Oswaldo, Ewerton Páscoa e Danilo; Augusto, Rithely e Renan Oliveira; Wendel, Leonardo e Felipe Azevedo. Técnico: Eduardo Baptista.

Local: Mané Garrincha, em Brasília (DF).Horário: 21h50. Árbitro: Jânio Pires Gonçalves (TO). Assistentes: Adailton Menezes e Edson Antonio de Souza (GO).
 
Do Blog do Torcedor 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker