Página inicial
 
Mural de recados
21.08 | MARCOS LEITE
GUSTAVO, PELO Q ACOMPANHO O FUTEBOL DOS 26 ESTADOS DO BRASIL E MAIS O DF, O ATLÉ ...
21.08 | Antonio do Salgado
Que vaidade danada desses empresarios em ser presidente do Central, porque nao a ...
21.08 | Kaio
Mais 2 anos no poço ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
27/04/2014
12h06 | esportes - SÉRIE A
SÉRIE A -> Em noite de seleção mexicana, Sport vence a Chapecoense por 2 a 1
Clique e confira!
 (Teresa Maia/DP/D.A Press)
Os mais desavisados, até podiam ficar confusos. Talvez por isso, o alto-falante da Ilha do Retiro avisou, a meio do primeiro tempo: o Sport joga com uniforme em homenagem ao México. E foi vestido de camisa verde, frente ao Verdão catarinense, que o campeão pernambucano estreou diante de sua torcida no retorno à Série A do Campeonato Brasileiro. Superiores à Chapecoense na etapa inicial, os Leones construíram sua primeira vitória no Brasileirão no primeiro tempo. O 2 a 1 que se verificou ao intervalo permaneceu até o fim da partida. Mais três pontos para o Sport, que chega a quatro na Série A

A Chapecoense se apresentou na Ilha do Retiro com a proposta de se defender e só sair na boa, em contrata-aques. Nos minutos iniciais, o Sport encontrava dificuldades para transpor essa retranca, sem conseguir entrar na área adversária. No primeiro lance em que a linha de passe rubro-negra funcionou, a equipe foi feliz. Aos 11 minutos, Aílton recebeu a bola na entrada da área e encheu o pé. O goleiro Danilo não conseguiu segurar a bomba e deu rebote. Rithely - de volta ao time titular - não desperdiçou, abrindo o placar para o Leão.

Logo após abrir o placar, o Sport tentou pressionar a Chapecoense, que se mantinha fiel à proposta inicial, buscando os contra-ataques. Tranquilo, após o gol marcado, o time leonino envolvia os catarinenses com a velocidade na linha de frente, trocando passes rápidos e criando desequilíbrios na defesa da Chape. À medida que o tempo passava, entretanto, o Leão arrefecia seu ímpeto, baixando o ritmo do jogo. Assim, ficava preso à forte marcação catarinense.

Aos 36, após bola perdida no ataque rubro-negro, a Chapecoense encaixou bom contra-ataque. Tocando a bola, entrou na área leonina e chegou ao empate, com gol de Ricardo Conceição. O Sport, contudo, não deixou a Chape sequer saborear a igualdade. No minuto seguinte, logo em seu primeiro ataque após o empate, o Leão se recolocou em vantagem. Ananias, de fora da área, marcou um golaço. O 2 a 1 que permaneceu até o intervalo.

Segundo tempo

Mesmo sem nenhuma alteração na formação, a postura da Chapecoense em campo foi bem diferente no segundo tempo. A equipe catarinense voltou ao jogo partindo para o ataque, procurando pressionar o Sport. Aos dois minutos, levou o primeiro susto ao Leão, após boa jogada de Régis pelo lado esquerdo da defesa rubro-negra.

Aos poucos, os rubro-negros tentava reequilibrar as ações, procurando dividir a posse da bola. Com o jogo mais aberto, o jogo ganhava em emoção. Mas era a Chapecoense que dava a tônica da partida na etapa complementar e eram dos catarinenses as melhores chances de gol. Apesar de toda a pressão da Chape, o Sport conseguiu segurar a vantagem no placar e chegar à sua primeira vitória na Série A.

Ficha técnica

Sport 2

Magrão; Patric, Ewerton Páscoa, Durval e Renê; Rithely, Rodrigo Mancha, Aílton (Érico Junior / 35’ 2º T) e Renan Oliveira (Danilo / 18’ 2º T); Ananias (Felipe Azevedo / 29’ 2º T e Neto Baiano. Técnico: Eduardo Batista.

Chapecoense 1

Danilo; Ednei, André Paulino, Rafael Lima e Rodrigo Biro; Wanderson, Diones (Bruno Collaço / 42’ 2º T), Ricardo Conceição (Tiago Luis / 31’ 2º T) e Régis; Leandro e Bergson (Fabinho Alves / 23’ 2º T). Técnico: Gilmar dal Pozzo.

Local: Ilha do Retiro (Recife-PE)

Arbitragem: Francisco de Assis Almeida Filho (CE)

Auxiliares: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Rogério de Oliveira Braga (PI)

Gols: Rithely (aos 11min do 1º T), Ananias (aos 37min do 1º T) (S); Ricardo Conceição (aos 36min do 1º T) (C)

Cartões amarelos: Danilo (Sport); Rafael Lima (Chapecoense)

Público: 13.661

Renda: R$ 216.200,00
do super esportes 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker