Página inicial
 
Mural de recados
28.04 | Antonio
Esse Danilo Costa parece ser um monstro na zaga ...
28.04 | Anderson
Esse zagueiro Danilo parece ser um bom jogador para a nossa PATATIVA!!!! ...
28.04 | Gabriel
O Central precisa de um bom plano de marketing, filmar bastidores, como é a roti ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
03/04/2014
00h37 | esportes - PE 2014
PE 2014 - SEMIFINAL -> Santa Cruz vence Sport por 3 a 0 e joga por um empate para chegar à final do PE
Clique e Confira.
A vantagem na semifinal do Campeonato Pernambucano é do Santa Cruz. O Tricolor se valeu do mando de campo e fez sua parte na primeira partida, neste domingo, no Arruda. Venceu o Sport por 3 a 0, com amplo domínio no segundo tempo, após uma etapa inicial equilibrada. Agora, a equipe coral joga por um empate no segundo jogo para ir à final do Estadual. O Leão precisa de uma vitória na Ilha do Retiro para levar a decisão para os pênaltis.

O técnico Eduardo Baptista não poupou todo o time titular do Sport. As novidades para a partida foram a entrada de Rithely no lugar de Ailton e o retorno de Felipe Azevedo, na vaga que foi de Érico Júnior na final da Copa do Nordeste, contra o Ceará. Com mais um volante na equipe, o Leão iniciou o jogo mais cuidadoso. Já o Santa Cruz, atuando em casa, tomou a iniciativa e foi para cima.

O Tricolor teve maior presença no campo ofensivo no primeiro tempo, embora tenham surgido oportunidades para os dois lados. Cada equipe teve uma grande chance de abrir o placar, as duas de bola parada. O Santa Cruz com Raul, cobrando falta, que o goleiro Magrão foi buscar no canto. O Sport com Neto Baiano, que bateu falta de longe, mas com muita força. A bola foi na trave esquerda de Tiago Cardoso.

O Santa Cruz voltou para o segundo tempo com Carlos Alberto na vaga de Luciano Sorriso. Uma substituição para colocar o Tricolor ainda mais no ataque. Assim como na primeira etapa, o Tricolor continuava com boa presença ofensiva. Já o Sport iniciou um pouco mais cuidadoso, esperando no seu campo de defesa.

Outra mudança no Santa Cruz com a entrada de Carlos Alberto foi a velocidade do time, que aumentou. Caça-Rato passou a ser mais acionado pelo lado esquerdo. E foi assim que, aos 11 minutos, o atacante se envolveu num lance com Durval, dentro da área. O juiz Gilberto Castro Júnior marcou pênalti. Aos 12, Léo Gamalho cobrou muito bem, sem chance para Magrão, abrindo o placar.

O gol empolgou o Santa Cruz. Na base da velocidade, o Tricolor tomou as ações do jogo. O Sport não conseguia se reordenar para, pelo menos, contra-atacar. Mais uma vez, o principal problema rubro-negro era a criação das jogadas. As entradas de Ailton e Renan Oliveira não surtiram efeito e a inércia permanecia. Sem receber a bola, Neto Baiano, perigoso em lances do primeiro tempo, não teve chances.

O Santa Cruz sempre esteve mais perto do segundo gol do que o Sport do empate. O Leão não conseguia manter a posse de bola. Bem diferente do Tricolor, que tocava bem e chegava com facilidade ao ataque. Aos 32, o inevitável. Após cruzamento de Oziel, Renatinho ganhou de cabeça em disputa com Patric, Léo Gamalho tentou finalizar, mas a zaga rebateu. Voltou nos pés de Renatinho, que fuzilou para o gol.

No final do jogo, o Santa Cruz ampliou o placar. Léo Gamalho recebeu na entrada da área, dominou e mandou um belo chute, no ângulo, sem defesa para Magrão, matando de vez a partida em 3 a 0.



.
 
 
 
eXTReMe Tracker