Página inicial
 
Mural de recados
28.04 | Antonio
Esse Danilo Costa parece ser um monstro na zaga ...
28.04 | Anderson
Esse zagueiro Danilo parece ser um bom jogador para a nossa PATATIVA!!!! ...
28.04 | Gabriel
O Central precisa de um bom plano de marketing, filmar bastidores, como é a roti ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
29/01/2014
22h25 | esportes - SPORT
SPORT -> Por briga de torcida, leão é punido com duas partidas com portões fechados na Ilha do Retiro
Clique e Confira.
O Sport foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), na noite desta quarta-feira, com duas partidas com portões fechados e multa de R$ 15 mil. O castigo imposto ao Leão aconteceu em razão à briga ocorrida no último dia 19 de janeiro, entre parte da torcida rubro-negra e a Polícia Militar da Paraíba, no estádio Almeidão, em João Pessoa – durante o jogo com o Botafogo-PB, na estreia do Nordestão. A punição terá que ser cumprida na mesma competição: a Copa do Nordeste.

  
 

O vice-presidente jurídico do Sport, Arnaldo Barros, acompanhou de perto o julgamento, ao lado do advogado contratado pelo Leão no Rio de Janeiro, Osvaldo Sestário. Chateado, Barros afirmou que o clube recorrerá da condenação. "Evidentemente vamos recorrer desse absurdo", afirmou, antes de explicar as razões que levaram o Sport a ser punido.

"O auditor justificou que os torcedores do Sport desobedeceram o Estatuto do Torcedor, xingando e insultando os torcedores do Botafogo-PB. Então, essa conduta, que não foi o objeto da denúncia, acabou sendo embasada para que o Sport fosse condenado. Além disso, argumentaram que o Sport sabia dos problemas do campo e aceitou jogar lá, sendo conivente. Disseram que deveríamos ter nos negado a jogar", explicou Arnaldo Barros.

Já a equipe paraibana foi punida com a perda de um mando de campo com portões fechados. A Federação Paraibana de Futebol, por sua vez, foi punida com multa de R$ 50 mil. Através do Twitter oficial do clube, o presidente do Sport, João Humberto Martorelli, afirmou que irá se reunir nos próximos dias com o departamento jurídico do clube "visando recorrer da sentença dada pelo STJD nesta noite".

Na ocasião, a partida precisou ser paralisada por cinco minutos em virtude do spray de pimenta utilizado pela polícia paraibana, que acabou intoxicando também os atletas dentro de campo. Os policiais argumentaram que os rubro-negros estava atirando pedras na torcida adversária e a rigorosa intervenção (até mesmo com tiros com bala de borracha) se fez necessária.

Do Super Esportes


...
 
 
 
eXTReMe Tracker