Página inicial
 
Mural de recados
15.12 | Fabio
Sorteio da Copa do Brasil: Santos/AP x Sport Fluminense de Feira/BA x Santa ...
15.12 | Patativa
Foi no lacerdao hoje e fiquei impressionado com o péssima qualidade do gramado,m ...
15.12 | KLEO
CARLOS, TU ALÉM D SER PESSIMISTA, SÓ PENSA NEGATIVO, DIFERENTE DE MIM Q SOU OTIM ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
26/01/2014
21h46 | esportes - COPA DO NORDESTE
COPA DO NORDESTE -> Sport decepciona mais uma vez e fica no 0x0 com o Guarany de Sobral
Clique e Confira.


Everton Felipe foi uma das novidades no time do Sport, mas time rubro-negro decepcionou em campo/Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Ainda não foi desta vez que o Sport conquistou sua primeira vitória na Copa do Nordeste. Jogando mais uma vez na Ilha do Retiro e contando com o apoio dos poucos mais de 10 mil torcedores, o Leão não empolgou. Mostrando um futebol confuso, o Sport não saiu do 0x0 contra o Guarany de Sobral. Assim, o time rubro-negro permanece na lanterna do Grupo D, com apenas dois pontos. Na próxima rodada, as duas equipes voltam a se enfrentar. Desta vez, em Sobral.

As mudanças promovidas pelo técnico Geninho fez no time titular do Sport não surtiram muito efeito no primeiro tempo do duelo contra o Guarany de Sobral. Assim como na partida contra o Náutico, o Leão foi uma equipe lenta e sem inspiração ofensiva. O adversário mostrou um futebol mais organizado e teve as chances mais claras de gol, embora o time rubro-negra tenha sido prejudicada pela arbitragem, que não marcou um pênalti claro cometido por André Zuba em Neto Baiano.

O Sport entrou em campo cheio de novidades. Na zaga, Durval fez sua estreia, atuando ao lado do jovem Oswaldo. A dupla mostrou segurança. Na lateral-esquerda, Igor Fernandes entrou no lugar de Marcelo Cordeiro e não acrescentou muito. Mas a maior dificuldade do Leão foi no meio de campo. Com a entrada de Everton Felipe no lugar de Naldinho, o Sport ganhou mais mobilidade. No entanto, o grande número de passes errados atrapalhou os planos do time rubro-negro. A equipe não criou e facilitou as ações dos cearenses, que não tiveram medo de atacar.

Logo aos 5 minutos de jogo a partida foi paralisada por conta de um mal súbito sofrido pelo massagista do Guarany de Sobral. O reinício aconteceu sete minutos depois. A partir dali, o Sport mostrou sua desorganização em campo. As oportunidades apareceram em cobranças de faltas na frente do gol. Mas todas mal aproveitadas. A chance mais clara foi aos 29 minutos, quando Everton Felipe chutou forte e goleiro espalmou. Neto Baiano, de cara para o gol, mandou para fora.

O Guarany cresceu. O time cearense buscou tocar bem a bola e chegar à frente com facilidade. Faltou finalizar melhor. Aos 32 minutos, Zeca cobrou falta e Adriano, livre de marcação, cabeceou para fora. Três minutos depois, Tiago Furlan fez grande jogada pela esquerda e cruza na boca do gol. Adriano perdeu uma grande chance de abrir o placar, ao chutar para fora.

Mas aos 41 minutos, o Sport poderia ter a grande chance se não fosse o erro da arbitragem. Neto Baiano foi lançado, invadiu a área e o goleiro André Zuba pegou as pernas do atacante, cometendo pênalti. O árbitro não marcou. Foi o último lance digno de registro no primeiro tempo.

Segundo tempo

Para a segunda etapa, os dois treinadores fizeram mudanças na equipe. O sport tirou o meia Ailton, que estava apagado em campo, para mandar a campo o jovem volante Ronaldo. A intenção era fechar mais os espaços do adversário, que estava encontrando facilidades de criar as jogadas no meio de campo. Já no Guarany, o treinador Vladimir de Jesus tirou o atacante Adriano e escalou outro atacante Maranhão. O panorama mudou pouco e o que se viu foram duas equipes que erraram bastante.

Logo aos seis minutos, Tarrafas recebe bola na entrada da grande área e chuta forte, obrigando o goleiro Magrão a fazer grande defesa. Aos 11 minutos, após bola bem trabalhada, Neto Baiano, sem marcação, chuta para fora. Dois minutos depois, Everton Felipe cobra escanteio fechado e André Zuba encontrou dificuldades para defender.

O jogo ficou muito embolado no meio de campo. Os dois times erravam bastante e encontravam dificuldades para atacar. Aos 19 minutos, Everton Felipe fez grande jogada individual e passou para Rithelly, que chutou rasteiro e forte. A bola passou raspando a trave do goleiro André Zuba.

O Sport apresentou uma evolução com a entrada de Erico Júnior no lugar de Felipe Azevedo, aos 16 minutos. A revelação rubro-negra imprimiu velocidade ao time pernambucano. E assim, as chances apareceram com Richely, que recebeu um passe de Everton Felipe e chutou. A bola passou raspando a trave. Depois, Érico Júnior fez bela jogada individual e chutou rasteiro. Neto Baiano se esticou, mas não alcançou.

O Leão continuou inistindo, mas acabou não conseguindo balançar as redes. Aos 40 minutos, já debaixo de muita chuva, Neto Baiano arriscou um chute de fora da área e Zuba fez grande defesa. Apesar de terminar a partida mostrando vontade e disposição, o Sport saiu de campo debaixo de vaias.   Afinal, o time continua sem vencer no Nordestão.

Ficha do jogo

Sport - Magrão, Patric, Oswaldo, Durval e Igor Fernandes; Rodrigo Mancha, Richelly, Ailton (Ronaldo) e Éverton Felipe; Neto Baiano e Felipe Azevedo (Erico Júnior). Técnico: Geninho.

Guarany de Sobral - André Zuba; Ivonaldo, Joécio, Juliano e Zeca; Rodrigo, Zé Augusto, Santos e Tarrafas; Adriano (Maranhão) e Tiago Furlan. Técnico: Vladimir de Jesus.

Local: Ilha do Retiro.
Árbitro: Flávio Omena (AL)
Assistentes: Esdras Albuquerque (AL) e Lennon Farias (AL).
Cartões amarelos: Everton Felipe, Durval, Santos, Zuba, Zé Augusto, Tarrafa.
Público: 10.501.
Renda: R$ 158.605,00.

DO BLOG DO TORCEDOR


.
 
 
 
eXTReMe Tracker