Página inicial
 
Mural de recados
27.07 | Patativa
Caro Marcos Leite, vc esqueceu da equipe que desclassificou o Central a duas sem ...
27.07 | Gustavo
Marcos Leite o Campinense foi eliminado na segunda fase pelo Fluminense BA. ...
27.07 | MARCOS LEITE
PATATIVA, O CAMPINENSE UM DOS GRANDES D CAMPINA GRANDE NÃO PASSOU NEM DA PRIMEIR ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
22/11/2013
23h08 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B > Sufoco, sorte, vitória e alívio. O Sport está de volta à Série A
Sport abre 3 a 0 sobre o Boa, sofre dois gols no segundo tempo, conta com tropeços do adversários, vence e garante retorno à Sèrie A
Por um momento, parecia que seria tranquilo. Mas se fosse assim, não teria o mesmo gosto. No futebol, a proporção é ilógica. Quanto mais emoção, mais gostosa a comemoração. Antes, lógico, uma dose de alívio. Mas pode bater no peito torcedor rubro-negro.  O campeão brasileiro de 1987 esta mais uma vez na Série A. Entre certezas e dúvidas, a classificação veio graças a uma vitória por 3 a 2, neste sábado, sobre o Boa Esporte em Varginha e aos tropeços de Icasa e Ceará frente Chapecoense e Palmeiras. No ano da Copa do Mundo no Brasil, o rubro-negro será o único representante de Pernambuco na elite do futebol nacional.

O Sport fez a sua parte logo no primeiro tempo. A etapa inicial, por sinal, mostrou claramente a diferença de motivação entre as duas equipes. Disposto a decidir a sua sorte na competição, o Leão entrou em campo acesso e partindo para o ataque desde os primeiros minutos. Já o Boa, sem qualquer aspiração na competição, se mostrou uma equipe sonolenta.

Não demorou para esse abismo na motivação das duas equipes se refletir no placar. Bastaram 21 minutos para os rubro-negros começarem a pavimentar o retorno à Série A. Primeiro com um golaço de Marcos Aurélio, que ganhou do zagueiro e chutou cruzado, quase sem ângulo. Depois Neto Baiano, de cabeça, ampliou para 2 a 0.

A partir dai, as atenções dos rubro-negros saíram de Varginha e foram para Juazeiro do Norte, onde o Icasa era derrotado pelo Chapecoense, já com o jogo no segundo tempo. Combinação de resultados que classificava o Leão. Aos 41, Marcos Aurélio, o nome da campanha do Sport, fazia o terceiro do Leão, de cabeça e deixava claro que a parte pernambucana estava feita.

A da Chapecoense também. Tanto que logo aos dois minutos, Eder diminuiu para o Boa Esporte, mas poucos se importaram com isso. No mesmo momento, o jogo em Juazeiro do Norte acabava, com a vitória do time catarinense sobre o Icasa por 2 a 1. Ao invés de lamentar o gol sofridos, os rubro-negros espalhados pelo Brasil preferiram comemorar. Bastava o Leão segurar a vitória.

Mas ainda tinha jogo. Muito jogo. Para dar a emoção que estava faltando. E deixar a festa do acesso mais gostosa. Aos 19 minutos, Luís Paulo desviou de cabeça tirando do alcance de Saulo. O Sport tinha que segurar a vitória para sacramentar o acesso. Levou sufoco, tomou susto, mas conseguiu. O Leão voltou. 

Ficha do jogo

Boa Esporte
Jonatas; Sheslon (Rafinha), Neylor, Thiago Carvalho e Crystian; Vinicius Hess, Moíses Ribeiro, Jeferson e Filipinho (Bambam); Luiz Paulo e Eder (Crislan). Técnico: Cesinha.

Sport
Saulo; Aílson, Tobi e Oswaldo; Patric, Rithely, Aílton (Vinícius Simon), Lucas Lima (Rafael Pereira) e Marcelo Cordeiro; Marcos Aurélio e Neto Baiano (Felipe Azevedo). Técnico: Geninho.

Local: Dilzon Melo, Melão. Arbitragem: Raphael Claus (SP). Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés e Danilo Ricardo Simon Manis. Gols: Marcos Aurélio (17 e 41 do 1º) e Neto Baiano (21 do 1º), Eder (4 do 2º), Luis Paulo (19 do 2º).
 
Do Super Esportes 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker