Página inicial
 
Mural de recados
27.05 | Alex
É o fim da picada a contratação de Candinho, juntando todos os atacantes não dá ...
26.05 | marcelo
Concordo plenamente com voce paulo esses reporteres das radios de caruaru sao do ...
26.05 | Davi
Infelizmente o editor desse blog não publicou meu comentário, so sei de uma cois ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
12/10/2013
10h41 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B > Sport acorda no segundo tempo e bate o Oeste por 3 a 0
Clique e Confira.
Foram dois tempos completamente distintos. No primeiro, o Sport não existiu em campo. O Leão não se encontrava em campo e se deixou dominar totalmente pelo Oeste. Por sorte do rubro-negro pernambucano, o rubro-negro paulista esbarrou em grande atuação do goleiro Magrão, que garantiu o 0 a 0 ao intervalo. Na volta para o segundo tempo, o Sport mudou a postura, partiu para cima dos donos da casa e, com naturalidade, sob o comando do talento de Marcos Aurélio, o Leão construiu uma sólida goleada - 3 a 0 - que mantém o time firme e forte no G4 da Série B.
 
Desde o primeiro instante de jogo, os donos da casa partiram para cima dos pernambucanos, exercendo uma pressão sobre o meio-campo defensivo do Leão. Naturalmente, a primeira grande chance da partida foi do Oeste, que desperdiçou uma excelente oportunidade para abrir o placar. Em falha de todo o setor defensivo rubro-negro, Pablo avançou completamente isolado na intermediária leonina, mas ao entrar na área, tentou driblar o goleiro Magrão, que saiu muito bem, cortando a bola e salvando o Sport.

Demonstrando dificuldades na construção da transição ofensiva, o Leão se via acuado em seu campo defensivo, rendido à blitz incessante imposta pelo Rubrão. A onça por pouco não abriu o marcador em uma sequência de bombardeio implacável ao gol de Magrão. Entre os 18 e 22 minutos, o Oeste criou quatro boas oportunidades, três delas salvas pelo goleiro leonino e uma pela trave, em bela jogada de Marcos Paraná, que chutou de fora da área e Magrão se limitou a apenas torcer para que a bola não entrasse.

O primeiro tempo teve, praticamente, apenas uma direção. O Oeste dominou completamente as ações, tomando conta do meio-campo e chegando com frequência à retaguarda leonina. Refletindo a ineficiência ofensiva do rubro-negro pernambucano, a melhor chance do Sport foi nos acréscimos, de bola parada. Magrão foi determinante para manter o resultado de igualdade ao intervalo.

Geninho optou por manter o mesmo time, voltando para a segunda etapa sem qualquer substituição. Se não houve mudança de jogadores, certamente existiu uma mudança de postura e atitude por parte da equipe rubro-negra. A melhora, contudo, apenas permitiu ao Sport equilibrar as ações do jogo, uma vez que o Oeste continuava a levar perigo ao gol de Magrão, principalmente nos minutos iniciais da etapa complementar.

A partir dos 15 minutos, quando o Leão chegou pela primeira vez com perigo ao gol dos donos da casa, o rubro-negro pernambucano passou a ter mais volume de jogo, conseguindo espantar a pressão do Oeste e chegando com maior frequência ao ataque. Longe de ter um domínio completo da partida, o Sport chegou à vantagem no placar aos 24 minutos, através do talento de Marcos Aurélio. O atacante recebeu na área, driblou Fernandes e Fernando Leal, e marcou um belo gol.

Com o resultado favorável, os comandados de Geninho passaram a demonstrar maior tranquilidade em campo, chegando ao segundo gol cinco minutos depois de abrir o placar. Mais uma vez por Marcos Aurélio, que, bem posicionado, aproveitou o rebote após bom lance do lateral Patric. Ao ver seu time em desvantagem na partida, o técnico do Oeste, Ivan Baitello, partiu para o desespero, deixando sua equipe ainda mais ofensiva. A onça rubro-negra, porém, apresentava a mesma ineficiência ofensiva de toda a partida e, lançada à frente, não se resguardou em sua defesa, permitindo ao Leão encaixar contra-ataques. Em um desses lances, Patric colocou Marcelo Cordeiro em boa posição, e o lateral-esquerdo bateu cruzado, para o fundo do gol de Fernando Leal, sacramentando a vitória leonina.

Ficha técnica

Oeste 0
Fernando Leal; Dezinho, Ligger e Adriano; Eric, Pablo, César Gaúcho (Jheimy), Marcos Paraná (Emerson) e Piauí (Fernandes); Bruno Batata e Lelê. Técnico: Ivan Baitello.

Sport 3
Magrão; Patric (George Lucas), Gabriel, Aílson e Marcelo Cordeiro; Anderson Pedra, Rithely, Aílton e Lucas Lima (Rafael); Marcos Aurélio (Felipe Azevedo) e Neto Baiano. Técnico: Geninho.

Local: Estádio dos Amaros (Itápolis-SP).
Árbitro: Fabrício Neves Corrêa (RS).
Assistentes: Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ) e Luiz Felippe Scofield Guerra Costa (RJ).
Gols: Marcos Aurélio (2x) (S) e Marcelo Cordeiro (S)
Cartões amarelos: Piauí (O)
 
Do Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker