Página inicial
 
Mural de recados
23.08 | Fabio
Times que o central mais enfrentou (10 primeiros): 1º) Santa Cruz - 22 2º) C ...
23.08 | Fabio
E aí galera centralina. Fiz um dossiê dos confrontos do Central em competições n ...
21.08 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! De longe fica difícil avaliar, somente com as informações ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
28/09/2013
12h26 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B > De virada, Sport vence o Bragantino e se reaproxima do G4: 2x1
Clique e Confira.
O roteiro rubro-negro, com mau futebol e gol sofrido nos dez primeiros minutos, foi quase o mesmo das últimas apresentações. Desta vez, porém, houve poder de reação. Virando o placar para 2 a 1, o Sport conseguiu uma vitória importantíssima na Série B. O triunfo sobre o Bragantino, no interior paulista, deixou o time pernambucano em 5º lugar no Brasileiro, com 40 pontos, a dois pontos do Joinville. Curiosamente, o próximo adversário na competição. O Leão volta ao Recife para duas partidas na Ilha do Retiro. A primeira delas logo na terça-feira, às 19h30, contra o tricolor catarinense, numa disputa direta pelo G4. Na sexta, no mesmo horário, receberá o América de Natal.

 

O retorno ao estado com os três pontos, após duas derrotas, aconteceu após uma partida pra lá de truncada. Nos três jogos disputados longe do Recife, nesse giro com a Segundona e a Sul-Americana, o Sport sofreu um gol nos primeiros dez minutos em todos eles. Difícil tratar como coincidência. É muito mais lógico apontar a falta de pegada desde os primeiros instantes e, sobretudo, a falta de atenção. E assim, o setor mais criticado do time, só piora o seu desempenho, complicando o rendimento do clube nas competições.

 


Aos 10 minutos, a primeira boa chance do Sport, numa jogada individual de Felipe Azevedo. Na hora h, falhou na assistência. Na sequência, o gol do Braga. Com a defesa desarmada, apenas com Pereira, o grandalhão e ex-rubro-negro Lincon ajeitou bem a bola e chutou no cantinho de Magrão. Menos mal que a desvantagem não durou muito. O Leão empatou quatro minutos depois, numa cabeçada do jovem zagueiro Oswaldo, desviando a cobrança de falta de Marcos Aurélio. 

Nem mesmo o gol parece ter acordado o Sport, travado em campo. Mal passava do meio-campo. Ailton enfrentava dificuldades na armação, sem apoio (mais uma vez) dos laterais. O jogo ficou sem ações efetivas durante um bom tempo, numa disputa equilibrada, mas por baixo. No finzinho, aos 44, novo susto na retaguarda leonina. Após uma bola levantada na área, a zaga visitante se atrapalhou toda e a bola sobrou livre para Yago, na pequena área. O zagueiro do Bragantino fez o mais difícil e acertou o travessão.

Os dois times voltaram mais acesos na etapa complementar. Nos primeiros cinco minutos cada equipe criou duas chances. Aos 20, Geninho tirou Marcos Aurélio e colocou Nunes, para prender mais a bola no ataque. Contudo, nas poucas oportunidades criadas, faltou vontade para chutar, o básico. Felipe Azevedo e Nunes, bem colocados, falharam nas conclusões. O gol da virada saiu aos 37 minutos, já com Peri em campo - Geninho havia perdido a paciência com a letargia de Cordeiro. Numa boa arrancada, cruzou alto para Lucas Lima. Na primeira tentativa, furou. Mas dessa vez conseguiu recompor a jogada e bateu rasteiro. A partir daí, já com Gabriel no lugar do próprio Lucas Lima, o time pernambucano se fechou e segurou o resultado positivo.

Ficha técnica

1 Bragantino
Leandro; Robetinho, Raphael Andrade, Yago e Carlinhos (Gustavo), Serginho, Preto, Léo Jaim e Magno Cruz (Bruninho); Lincon e Tiaguinho (Léo). Técnico: Marcelo Veiga

2 Sport
Magrão; Patric, Pereira, Oswaldo e Marcelo Cordeiro; Anderson Pedra, Rithely, Ailton e Lucas Lima (Gabriel); Marcos Aurélio (Nunes) e Felipe Azevedo. Técnico: Geninho

Local: Estádio Nabi Abid Chedid (Bragança Paulista-SP).
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação.
Auxiliares: Alexandre Kleiniche e José Raimundo Dias da Hora.
Gols: Lincon (B); Oswaldo e Lucas Lima (S)
Cartão vermelho: Anderson Pedra (S)
Cartão amarelo: Carlinhos e Robertinho (B); Cordeiro e Oswaldo (S)
Público: 1.125 pessoas
Renda: R$ 15.683

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker