Página inicial
 
Mural de recados
19.09 | cleo
QUARTA DIA 20 , AS 16HS NO ANTONIO INÁCIO PORTO X DECISÃO D BONITO, VAMOS GANHAR ...
18.09 | MARCONDES
O PORTO MOSTROU Q TRABALHO E ORGANIZAÇÃO DÃO BONS FRUTOS, ESPERO Q O CENTRAL SE ...
18.09 | MARCOS LEITE
PARABENS O PORTO FEZ BARBA E CABELO COMO SE DIZ NA GIRIA DO FUTEBOL, GANHOU SÁBA ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
23/09/2013
12h55 | esportes - SPORT
SUL-AMERICANA > Palco hostil espera o Sport para primeiro duelo com o Libertad
Clique e Confira.

Do globoesporte.com-pe 

Gramado seco, irregular e com alguns buracos. Vestiários pequenos, mas que não representam um problema. Bancos de reservas colado com as arquibancadas - que apesar de tímidas são bem cuidadas - permitindo que o torcedor chegue a "cochichar" com os suplentes e comissão técnica durante os jogos. Este será o panorama encontrado pelos jogadores do Sport quando entrarem no Estádio Feliciano Cáceres, para enfrentar o Libertad, nesta quarta-feira, no primeiro jogo das oitavas de final da Copa Sul-Americana.

Reformulado em 1999, o estádio que pertence ao Club Sportivo Luqueño, da cidade de Luque, fica a 15 quilômetros da capital do Paraguai, Assunção. A capacidade é para abrigar cerca de 24 mil pessoas.

Estádio Feliciano Cáceres (Foto: Elton de Castro)Estádio Feliciano Cáceres será o palco de Libertad e Sport nesta quarta-feira (Foto: Elton de Castro)

Fora, o torcedor leonino que for acompanhar o jogo notará a gritante diferença entre os três principais estádios do Grande Recife: Arena Pernambuco, Arruda e Ilha do Retiro. Localizado na rua Dr. José Gaspar Rodríguez de Francia, a casa do Luqueño assemelha-se com alguns prédios da Avenida Dantas Barreto, centro do Recife, conhecida por ter vários edifícios comerciais. Não fossem os postes de iluminação e um pedaço da marquise, o torcedor poderia achar que chegou a um aglomerado de lojas. Dentre elas, alguns restaurantes - não recomendados.

Estádio Feliciano Cáceres (Foto: Elton de Castro)Arquibancada fica muito próxima dos bancos de
reservas (Foto: Elton de Castro)

Ao entrar pelo portão central, que dá acesso ao gramado, o Feliciano Cáceres ganha ares mais simpáticos. Simples, porém bem cuidado, o estádio investe nas plantas, que ficam atrás das barras. O clima leve, no entanto, não deverá ser notado pelos jogadores do Sport. Com os bancos de reservas - confortáveis - colados nas sociais do clube, o ambiente promete ficar hostil para os rubro-negros.

Dentro de campo, espera-se problemas para os jogadores mais habilidosos. Lucas Lima, Marcos Aurélio e Felipe Azevedo dificilmente esquecerão o Estádio Feliciano Cáceres. Habilidosos e rápidos, os atletas do sistema ofensivo do Sport terão dificuldades para trocar passes. Com o gramado bastante seco, irregular e com alguns buracos, a equipe pernambucana terá que investir em jogadas de bola parada.

Mobilização em Assunção ainda é pouca para a partida

Ocupando a 4ª colocação do Campeonato Paraguaio, com 36 pontos, quatro a menos que o líder Nacional, o Libertad está longe de ser um dos clubes mais populares do país. Nas ruas de Assunção, a presença de torcedores era inexistente. Até mesmo em volta do estádio Licolás Leoz, casa da equipe Alvinegra, era possível avistar simpatizantes do clube.

O cenário só aumentou a expectativa do técnico do Sport, Geninho, que espera conseguir fazer um bom resultado, para usar a força da torcida leonina na Ilha do Retiro, no dia 23 de outubro.

- A nossa pretensão é levar a decisão para Ilha do Retiro. Lá sabemos que as arquibancadas vão nos empurrar e certamente ficamos mais fortes.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker