Página inicial
 
Mural de recados
09.12 | Rubro Negro
Campeão com mérito? Como assim,série B de 86 tem um monte de time q se intitula ...
09.12 | CLEO
pra ajudar o central< temos q se associar, tem 3 categoRIas de SÓCIOS PRAS 3 CLA ...
09.12 | MARCOS LEITE
PAULO VC FALOU DO SALGUEIRO, E OS OUTROAS DO INTERIOR NÃO VÃO DIPSUTAR NADA? VÃO ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
17/09/2013
21h35 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B > Sport supera retranca do Guaratinguetá e vence por 1 a 0 com gol de Ailton
Clique e Confira.
Sport encontrou dificuldades para criar com retranca do time paulista na Ilha do Retiro (Ricardo Fernandes/DP/D.A Press)
Sport encontrou dificuldades para criar com retranca do time paulista na Ilha do Retiro
O Sport venceu o Guaratinguetá por 1 a 0, nesta terça-feira, na Ilha do Retiro, e se maneve firme na briga para voltar ao G4. Foi um placar magro, ainda mais diante das chances desperdiçadas. Mas pode ser encarada por um outro ponto de vista. Foi a segunda “goleada por 1 a 0” do Leão, parafraseando o próprio técnico Geninho, que utilizou a expressão na rodada passada. 
 
Desde o início, foi jogo de um time só. O Sport tomou a iniciativa e o Guaratinguetá sequer reagia. Os visitantes se fecharam na defesa e quando tinham a bola preferiam gastar o tempo a tentar alguma jogada ofensiva. O Leão foi o completo avesso disso. Partia para cima, tinha maior posse de bola e presença no campo de ataque. Não foi por falta de tentativa que o Sport não conseguiu marcar o seu gol. 

O Leão fez uma considerável pressão durante todo o primeiro tempo, criando diversas chances de marcar, mas faltava o capricho na finalização. O principal ponto ofensivo da equipe era pelo lado direito, com a boa aparição de George Lucas, que alternava entre os cruzamentos e os chutes direto para o gol. Por aquele lado ele fazia uma boa parceria com Felipe Azevedo, que também criou chances de chute a gol. Sem ser tão acionada, a zaga do Sport trabalhou bem. O estreante Oswaldo caiu pelo lado direito e não comprometeu. Destaque para Vinícius Simon, que antecipou bem algumas bolas. 

Mais à frente, com o adversário se furtando de atacar, Rithely voltou a fazer uma boa partida, principalmente no apoio na criação, vindo de trás. No ataque, Marcos Aurélio pareceu sobrecarregado em alguns momentos, em parte pela ausência de Lucas Lima, que às vezes desaparece do jogo. Nada mudou no segundo tempo. A pressão do Sport continuou a mesma, assim como a postura do Guaratinguetá, totalmente na defensiva. Com 15 minutos, sem conseguir marcar o gol, pecando bastante no último passe, Geninho abriu mão do esquema com três zagueiros, tirando Vinícius Simon e colocando o atacante Nunes. A pressão só aumentou. Foi uma segunda mudança, porém, que acabou mudando o destino do jogo.

Marcos Aurélio foi discreto no jogo (Ricardo Fernandes/DP/D.A Press)
Marcos Aurélio foi discreto no jogo
Aos 20 minutos, Geninho tirou o apagado Lucas Lima e colocou Aílton. Na segunda vez que tocou bola, acertou um belo chute de fora da área, de primeira, aproveitando passe de Felipe Azevedo. Foi o gol do desafogo do Sport, que minutos antes havia tomado um susto enorme, com o gol perdido por Cleiton, do Guaratinguetá. A torcida cresceu junto com o time, que passou a atuar com muito mais tranquilidade. O segundo gol não veio porque o problema na finalização persistiu. Se o domínio do Sport já era claro, após a expulsão do zagueiro Pedro Paulo ficou ainda mais fácil para o Leão conduzir a partida. 
 
Chances de ampliar não faltaram, como em toda a partida. A equipe conseguiu desperdiçar um contra-ataque de cinco jogadores contra apenas dois marcadores. Mas o ndo segugol não fez falta. O 1 a 0 bastou para garantir uma vitória importante, que mantém o Sport na briga para voltar ao G4. Após dois jogos em casa com Geninho e dois resultados positivos, o Leão parte, agora, para buscar os pontos fora, essenciais para buscar o acesso para a Série A. uma carga maior de responsabilidade para o confronto com o Palmeiras, sábado, em São Paulo. 

Ficha do jogo

Sport 1
Magrão; Osvaldo, Pereira e Vinícius Simon (Nunes); George Lucas, Anderson Pedra, Rithely, Lucas Lima (Aílton) e Marcelo Cordeiro; Marcos Aurélio (Chumacero) e Felipe Azevedo. Técnico: Geninho 

Guaratinguetá 0
Saulo; Murilo (Michel), Pedro Paulo, Marquinhos e Ruan, Tiago Ulisses, Fransergio, Coelho e Xuxa (David Ceará), Rodrigo e Cleiton. Técnico: Toninho Cecílio 

Estádio: Ilha do Retiro. Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF). Assistentes: Sandro do Nascimento Medeiros (MA) e Adeilton Guimaraes da Hora (AL). Gols: Aílton (aos 23 minutos do 2T). Cartões amarelos: Ruan, Fransérgio (G). Cartão vermelho: Pedro Paulo. Público: 11.983 Renda: R$ 151.617. 
 
Do Super Esportes 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker