Página inicial
 
Mural de recados
23.08 | Fabio
Times que o central mais enfrentou (10 primeiros): 1º) Santa Cruz - 22 2º) C ...
23.08 | Fabio
E aí galera centralina. Fiz um dossiê dos confrontos do Central em competições n ...
21.08 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! De longe fica difícil avaliar, somente com as informações ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
13/08/2013
22h04 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B > Sport sofre para vencer o Ceará por 2x1
Oferecimento: Boa Vista Auto Center
Não foi uma grande atuação do Sport, que mais uma vez precisou contar com a inspiração do atacante Marcos Aurélio. Com dois gols do atacante, ambos em cobranças de falta, o Leão venceu o Ceará por 2 a 1, nesta terça-feira, na Ilha do Retiro e se mantém na 3ª posição da Série B, agora com 27 pontos. Na próxima sexta-feira, o rubro-negro volta a jogar em casa, dessa vez contra o Atlético-GO. 

O Sport começou a partida sufocando o Ceará. Mas pecando em um problema recorrente, as falhas de finalização. Nos dez minutos iniciais foram pelo menos três oportunidades claras de gol desperdiçadas. Logo no minuto inicial, Rithely cabeceou no goleiro Fernando Henrique. No rebote, Tobi, sozinho, voltou a carimbar o camisa 1 alvinegro. Em seguida Gabriel e Marcelo Cordeiro também irritaram os torcedores. O primeiro cabeceando para fora na pequena área. O segundo chutando para foras, sem marcação. 

Os erros afobaram a equipe, que passou a cometer outro pecado. Abusar nos erros de passes. Em lançamentos ou toques de lado. Sentindo a intranquilidade rubro-negra, o Ceará cresceu. Léo Gamalho mandou trave de Magrão. Em seguida Euzébio passou por Patric e mandou a bola próxima à meta leonina. Foi então que surgiu o jogador que vem fazendo a diferença a favor do Sport. Se o problema do time pernambucano eram os erros nos arremates, Marcos Aurélio mostrou como se faz. Com duas faltas bem cobradas, cada uma com estilo diferente, o atacante fez os dois gols dos donos da casa.

 

Aos 31, uma bomba que desviou em Diego Ivo e complicou Fernando Henrique. E aos 45, colocada, no ângulo direito, deixando o goleiro do Ceará estático. Na volta para o segundo tempo, o técnico Sérgio Guedes modificou o Ceará colocando o meia Lulinha na vaga do volante Everton. E não demorou muito para a mudança dar resultados. Aos seis minutos, Richely passou como quis por Marcelo Cordeiro e deu voltando na área, para o jogador alvinegro, sem marcação, fuzilar Magrão. 

 

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
Marcos Aurélio chegou ao 11º gol

 

O gol assustou o time do Sport e fez crescer a equipe cearense que passou a explorar as jogadas em cima do lateral-esquerdo Marcelo Cordeiro. Percebendo isso, o técnico Marcelo Martelotte tirou o camisa 3 de campo aos 20 minutos (saiu vaiado) para a entrada de Peri. Mas a modificação não alterou o cenário. O drama leonino aumentou aos 26 minutos, quando Rithely foi expulso. 

O Sport só voltou a ameaçar o Ceará aos 29 minutos, quando Felipe Azevedo (que havia cheirado uma bola na área poucos minutos antes) mandou no travessão. Foi o último lance do atacante que foi substituído para a entrada do volante Renan. A ordem era voltar a ter a posse da bola. E deu certo. O Sport voltou a equilibrar as ações. E poderia ter ampliado aos 41 minutos, quando Lucas Limas fez linda jogada, passou por dois marcadores e , cara a cara, chutou em cima de Fernando Henrique. Se não fosse Marcos Aurélio.... 

Ficha do jogo 

Sport 
Magrão; Patric, Gabriel, Tobi e Marcelo Cordeiro (Peri); Anderson Pedra, Rithely, Lucas Limas e Patrk Silva (Camilo); Marcos Aurélio e Felipe Azevedo (Renan). Técnico: Marcelo Martelotte. 

Ceará 
Fernando Henrique; Marcos, Diego Ivo, Anderson Marques e Eusébio (Adriano Pardal); Xaves, Everton (Lulinha), João Marcos e Rogerinho; Léo Gamalho (Romário) e Rychely. Técnico: Sérgio Guedes. 

Local: Ilha do Retiro. Árbitro: Charles Hebert Cavalcante (AL) Assistentes: Broney Machado e José Maria de Lucena (ambos da PB). Gols: Marcos Aurélio aos 31 e aos 45 min do 1º tempo. Lulinha, aos 6 min do 2º tempo. Cartões amarelos: Rithely (S), Diego Ivo, João Marcos (C). Expulsão: Rithely. Público: 14.811. Renda: R$ 203.710
Do Super Esportes 

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker