Página inicial
 
Mural de recados
25.06 | jonathas silva Beringuel
Lamentavel mais um ano perdido pro central. mais um ano de sofrimento pra torcid ...
25.06 | Davi
A ultima vez q fui ao Lacerdão foi na eliminação da serie D de 2009 naquele dia ...
25.06 | Ze ligado
Se espantar com o que??? Foi o central sendo o central simplesmente isso. Já per ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
26/07/2013
23h23 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B > Sem sustos e com facilidade, Sport faz 2x0 no Oeste e conquista quarta vitória consecutiva na competição
Oferecimento: Rádio Liberdade AM (910)
Em dois lances de lucidez, o Sport definiu o confronto com o Oeste, nesta sexta-feira, na Ilha do Retiro. A vitória por 2 a 0 levou o Leão à primeira colocação na tabela, com 21 pontos. Agora, a equipe tem que secar Palmeiras e Chapecoense para terminar a rodada na vice liderança da Série B. Não que isso vá fazer alguma diferença para o técnico Marcelo Martelotte. Ele já avisou que não se preocupa como colocação.

 

Martelotte certamente está satisfeito com o que está vendo em campo. Nesta sexta, o Sport jogou para o gasto. No primeiro tempo, em duas jogadas do meia Lucas Lima, a equipe marcou os dois gols da vitória, definida em um intervalo de apenas três minutos. Na segunda etapa, o time só fez administrar. Valorizou a posse de bola, diante de um Oeste sem reação nenhuma: pela qualidade mostrar pelo Leão e também por incompetência.

 


E olhe que ontem o jogo iniciou estranho para o Sport. O time parecia perdido em campo e embora mostrasse muita dificuldade no lado direito, onde o atacante Sandrinho atuava improvisado como lateral, insistia em jogar por aquele setor. Sem alternativas, a equipe tentava os lançamentos diretos, que não também não funcionavam. O Oeste se aproveitava do momento conturbado do Leão em campo para marcar presença no campo ofensivo e até exercer certa pressão durante alguns minutos.

Após os 30 minutos, o Sport retomou o controle de partida. Passou a tocar mais a bola, desafogando o lado direito, tentando jogadas pela esquerda, com Marcelo Cordeiro, e pelo meio, com as saídas de Rithely. E então veio a lucidez de Lucas Lima. O meia mudou a história do jogo em duas jogadas, num intervalo de três minutos. Aos 35, deixou o adversário para trás e, frente a frente com o goleiro, só precisou tocar na saída dele para abrir o placar. Aos 38, fez ótimo lançamento para o meio da área. Lá estava Camilo, que ajeitou de peito para Tobi bater com força para o gol.

Os gols proporcionaram uma incrível mudança de atitude da equipe, que enfim havia acordado para o jogo. Ao Oeste, atordoado, restava assistir. Foi o que fez no segundo tempo, quando o Sport voltou ainda mais consciente em campo. O toque de bola foi a principal arma do time. De pé em pé o Leão chegava, até com facilidade, ao ataque. Se deu ao luxo de perder gols incríveis, como fez Camilo, duas vezes.

Sorte que eles não fizeram falta. O Oeste tentou uma reação por volta dos 20 minutos, quando o técnico Edison Só colocou a equipe toda no ataque. Em nenhum momento, porém, chegou a pressionar o Sport, que valorizava a posse de bola e só avançava com segurança. Era maneira certa de controlar o jogo:seguro e sem correr perigos desncessários. Assim, o Leão o fez até o apito final do juiz.

Ficha do jogo

Sport

Magrão; Sandrinho (Roger), Pereira, Tobi e Marcelo Cordeiro; Anderson Pedra, Rithely, Lucas Lima e Camilo (Patrik); Marcos Aurélio e Felipe Azevedo (Renan Teixeira). Técnico: Marcelo Martelotte

Oeste

Fernando Leal; Arnaldo (Pablo), Dezinho, Liger e Fernandes; Adriano, Wanderson (Elson), Denoni e Marcos Paraná (Emerson); Lelê e Bruno Nunes. Técnico: Edson Só

Estádio: Ilha do Retiro. Horário: 21h. Árbitro: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN). Assistentes: Flavio Gomes Barroca (RN) e Julian Ferino dos Santos (AL). Gols: Lucas Lima, Tobi Cartões amarelos: Marcos Aurélio, Felipe Azevedo (S), Lelê, Marcos Paraná (O). Público: 19.571. Renda: R$ 284.670.
 
Do Super Esportes 

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker