Página inicial
 
Mural de recados
16.10 | MARCONDES
É VERDADE CLEO, SE PESQUEIRA É AZUL E AMARELO ELES USA TODO D AZUL , TEM CABENSE ...
16.10 | VICTOR HUGO
OS 2 CAIXÕES DE PANCADA DA SEGUNDONA, FERROVIARIO DO CABO E CHÃ GRANDE JÁ ESTÃO ...
14.10 | CLEO
EU ACHO Q O PESQUEIRA TEM JOGAR TODO DE AMARELO SÓ O NUMERO AZUL, JÁ TEM MUITOS ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
17/06/2013
19h03 | esportes - SPORT
SPORT: Sandro Goiano foi apresentado como novo gerente de futebol do leão
Oferecimento: Rádio Liberdade AM (910)
Foram 84 jogos pelo Sport como jogador. Agora, Sandro Goiano vai assumir uma função no clube diferente da que tinha há cinco anos, quando foi campeão da Copa do Brasil pela equipe rubro-negra. Mas nem tão distinta assim. Apresentado para substituir Gustavo Bueno na gerência de futebol na tarde desta segunda-feira, o ex-volante espera levar o seu espírito de atleta para o cargo administrativo que acaba de assumir. Ele se mostrou ciente do que terá pela frente. Ressaltou o forte nível de cobrança que deve receber e prometeu trabalho e empenho. Espera repetir o sucesso que obteve na época que jogava.

"Tenho três títulos aqui, dois pernambucanos e uma Copa do Brasil. Vivi momentos muitos felizes e sempre desejei voltar. Sei que a cobrança aqui é muito grande e a torcida é muito exigente. Mas já conversei com os jogadores e disse que aqui é transpiração, entrega e dedicação a esta camisa", declarou Sandro Goiano, hoje com 39 anos. "Vi alguns jogos do Sport recentemente e vi que às vezes faltou entrega. Aqui tem qualidade. Se isso se casar com essa entrega, seremos imbatíveis", completou, motivador.

O novo gerente de futebol leonino revelou que poderá trabalhar na função de treinador, caso seja exigido. Assim como aconteceu com o seu antecessor, Gustavo Bueno, quando técnicos foram demitidos. Mas diz que não tem pretensões de construír uma carreira de comandante. "A minha esposa sempre cobrou que eu fosse treinador, mas não é o ramo que eu quero", disse.

Sandro Goiano deixou o Sport em 2009 para tratar de uma lesão no ombro. Pendurou as chuteiras três anos depois, no Paysandu. Em seguida, ganhou experiência em gerência nos paulistas América e Grêmio Catanduvense - onde esteve nas duas últimas temporadas.
 
Do Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker