Página inicial
 
Mural de recados
21.07 | jose arruda
Warley, obrigado pela informação atualizada sobre o Sub 20-2017. A FPF divulgou ...
21.07 | Adalgisio
Warley relembra aquela campanha do central na serie D que o time era comandado p ...
20.07 | Carlos
É verdade patativa é muita decepção, era melhor fechar as portas do que tanta hu ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
10/11/2016
23h05 | esportes - ELIMINATÓRIAS
ELIMINATÓRIAS - Paraguai 1x4 Peru - Apesar da vitória, os peruanos seguem na parte de baixo da tabela, ocupando a 8ª posição, com 12 pontos
O Paraguai viu chegar ao fim, nesta quinta-feira, pela 11ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, a boa sequência de jogos que vinha tendo. Isso porque recebeu uma seleção peruana muito consistente, que saiu atrás no placar com gol de Riveros, mas garantiu o 4 a 1, contando com os tentos de Yotún, Flores, Cueva e Benítez, contra.

Apesar da vitória, os peruanos seguem na parte de baixo da tabela, ocupando a 8ª posição, com 12 pontos, cinco pontos atrás da zona de classificação para o Mundial. Já os paraguaios perderam a oportunidade de chegar no G4 e seguem na sétima posição, com 16 pontos.

Diferentemente do são-paulino Cueva, que brilhou com gol e assistência, Paolo Guerrero, do Flamengo teve atuação mais discreta.

O duelo desta noite também marcou a despedida de Roque Santa Cruz com a camisa alvirrubra.

Pela próxima rodada, a seleção paraguaia entra em campo para visitar a Bolívia, próxima terça, enquanto os peruanos recebem a Seleção Brasileira, na quarta.

O JOGO – Os paraguaios entraram em campo buscando o resultado a todo instante. Com mais volume de jogo e posse de bola, eles conseguiram agitar a torcida aos 7 minutos, com Santander subindo sozinho, mas mandando para fora. Embalados pela força da torcida, os donos da casa não demoraram para abrir o placar.

Aos 10 minutos, em um lance de técnica e garra, Santander se redimiu do gol perdido. O centroavante driblou o marcador pelo lado esquerdo, correu para evitar a saída da bola pela linha de fundo e tocou para Riveros, que teve tempo de ajeitar e acertar um belo chute.

Depois de ficar atrás no placar, foi a vez de o Peru tomar as rédeas do confronto. A equipe de Gareca passou a apresentar mais intensidade e criou boas chances de empatar, ainda na primeira etapa, mas sem sucesso. Yotún obrigou o goleiro Barreto a fazer uma grande defesa, aos 19 minutos, depois de receber passe rasteiro dentro da área. Aos 24, foi a vez de Flores mandar por cima do gol, após linda jogada do são-paulino Cueva.

Os visitantes ainda viram o goleiro paraguaio salvar o gol mais uma vez, antes do apito para o intervalo. Tapia aproveitou uma bola que sobrou dentro da área, aos 39 minutos, após confusão da defesa, mas parou nas mãos de Barreto.

Na segunda etapa, o Peru conseguiu o que faltava para deixar tudo igual no Defensores del Chaco: a qualidade na finalização. Logo aos três minutos da segunda etapa, em cobrança de falta, Yotún colocou a bola na cabeça de Ramos, que recebeu sem marcação e mandou para as redes.

Os peruanos quase alcançaram a virada, dois minutos depois de arrancar o empate, mas Barreto interviu mais uma vez. Guerrerro mostrou muita habilidade pelo lado esquerdo, cruzou e Paulo Silva desviou para o próprio gol. O goleiro estava esperto e conseguiu mandar para escanteio.

Após o começo intenso, a segunda etapa esfriou e o time de Gareca perdeu um pouco do poder de fogo. O Paraguai seguia sem conseguir implantar a mesma pressão e qualidade dos primeiros instantes da partida.

O duelo truncado esquentou de uma maneira muita rápida. Cueva conseguiu emendar um contra-ataque depois de pressionar a saída de bola, aos 25 minutos, deu lindo drible em cima de Moreira e só rolou para Flores colocar os peruanos à frente.

Apesar de o nível técnico do duelo ter continuado baixo, o Peru voltou a se encontrar com as redes em mais duas oportunidades. Aos 33 minutos, Cueva coroou a bela atuação com um gol, após aproveitar lançamento de longa distância e contar com um toque no próprio braço para sair na cara do gol, driblar o goleiro e marcar.

O último gol da noite, saiu em um lance complicado. Aos 38 minutos, Barreto fez grande defesa, mas, na sobra Benítez desviou o cruzamento para a própria meta.
 

PARAGUAI 1 X 4 PERU


PARAGUAI
Diego Barreto; Moreira, Paulo Da Silva, Gustavo Gómez e Junior Alonso(Roque Santa Cruz); Rojas (Almirón), Riveros, González e Óscar Romero; Ángel Romero e Santander (Benítez) Técnico: Francisco Arce


PERU
Gallese; Corzo, Alberto Rodríguez, Christian Ramos e Trauco (Loyola); Yotún, Tapia, Flores, Carrillo (Pola e Cueva; Guerrero (Ruidíaz)
Técnico: Ricardo Gareca

Local: Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (Paraguai)
Data: 10 de novembro de 2016 (Quinta-feira)
Árbitro: Patricio Lostau (Argentina)
Assistentes: Ezequiel Brailovsky (Argentina) e Ivan Núñez (Argentina)

Cartões amarelos: Junior Alonso, Rojas e Riveros (Paraguai); Trauco, Tapia e Carillo (Peru)

GOLS: Paraguai: Riveros, aos 10 minutos do primeiro tempo
Peru: Yotún, aos três, Flores, aos 25, Cueva, aos 25 e Benítes (contra), aos 38 minutos do segundo tempo
 
GAZETA PRESS 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker