Página inicial
 
Mural de recados
17.11 | CLEO
VERDADE VICTOR HUGO O REINADO DOS TRÊS DA CAPITAL ACABOU,COMO DIZ O DITADO FIZER ...
17.11 | VICTOR HUGO
TA DECRETADA A QUEDA DO SPORT KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Q BELEZA KKKKKKKKKKKKKKKKKK ...
13.11 | CLEO
É VERDADE MARCOS LEITE O TRIO DE FERRO DA CAPITAL FOI UMA VERGONHA ESSE ANO. ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
17/08/2016
09h44 | esportes - OLIMPÍADAS 2016
OLIMPÍADAS 2016 - FUTEBOL MASCULINO - SEMIFINAL -> Brasil x Honduras - 13h - Maracanã - Rio de Janeiro/RJ
Penúltimo passo rumo ao inédito ouro olímpico. É assim que a seleção está encarando a partida desta quarta-feira contra Honduras, às 13 horas, no estádio do Maracanã, no Rio, pela semifinal do torneio masculino dos Jogos Olímpicos. Um passo considerado difícil, mas que, se for dado, levará o Brasil para a sua quarta final da história e a segunda seguida depois da prata em Londres-2012.

Confiança não falta, embora exista o reconhecimento de que Honduras pode se tornar perigosa. “Ninguém chega a uma semifinal de Olimpíada por acaso”, resumiu o técnico Rogério Micale. De fato, os hondurenhos deixaram a Argentina pelo caminho e depois, nas quartas de final, despacharam a Coreia do Sul, consideradas favoritas.

Mas o time brasileiro embalou após vitórias convincentes sobre Dinamarca (4 a 0) e Colômbia (2 a 0), tem uma defesa que ainda não sofreu gols, é a única invicta e um sistema de jogo ofensivo que vem melhorando a cada partida. Rogério Micale deve repetir a escalação das duas últimas vitórias. Se optar por ser mais precavido, pode tirar um atacante, no caso Gabriel Barbosa, e colocar um volante, Thiago Maia. Essa é uma alternativa também para o decorrer do jogo.

O técnico pede, e confia que será atendido, a mesma dedicação tática então demonstrada. Com a posse de bola que gera jogadas em velocidade, deslocamentos e tabelas. Sem ela, marcação sob pressão na saída de bola do adversário e ajuda dos homens que jogam pelos lados aos laterais, encurtando o espaço.

E, como em todas as ocasiões anteriores, pediu apoio da torcida que for o Maracanã, mesmo porque acredita que o confronto desta quarta-feira será um “jogo de muita paciência”. O Brasil espera uma seleção de Honduras rápida nos contra-ataques, usando a força física de seus jogadores e que vai tentar desestabilizar emocionalmente os jogadores brasileiros.

“Não podemos cair na pilha. Temos de manter o foco, trabalhar a bola, não querer apressar as coisas. Temos de nos manter tranquilos para criar chances e concluir”, disse o atacante Gabriel Jesus.

O técnico de Honduras, Jorge Luis Pinto - que tem profundas ligações com o futebol brasileiro desde que estudou na USP nos anos 1970 e inclusive tornou-se torcedor do Corinthians por influência do treinador e preparador físico José Teixeira -, já avisou que Neymar terá atenção especial.

Isso significa que faltas seguidas e até violências poderá se tornar um recurso para tentar parar o capitão brasileiro. Rogério Micale, porém, torce para que Neymar saiba manter o equilíbrio como fez, no seu entender, na maior parte do jogo com os colombianos. “O jogo de futebol é acalorado, os nervos à flor da pele, e todos podemos cometer erros, até o Neymar”.

Na outra semifinal, Alemanha e Nigéria se enfrentam no estádio Itaquerão, em São Paulo, às 16 horas. Os dois vencedores desta quarta-feira disputam o ouro no sábado, no estádio do Maracanã; os perdedores brigarão pelo bronze no mesmo dia, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.
 
Brasil: Weverton - Zeca, Marquinhos, Rodrigo Caio, Douglas Santos - Walace, Renato Augusto, Neymar - Luan, Gabriel Jesús e Gabriel Barbosa. Técnico: Rogério Micale.

Honduras: Luis López - Johnny Palacios, Marcelo Pereira, Allans Vargas - Kevin Álvarez, Allan Banegas, Bryan Acosta, Brayan García - Alberth Elis, Romell Quioto e Anthony Lozano. Técnico: Jorge Luis Pinto.
 
DO SUPER ESPORTES PE 
 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker