Página inicial
 
Mural de recados
19.10 | Antonio do Salgado
Respondento a Paulo. Meu chefe a diretoria é nova no clube, mais os funcionár ...
18.10 | MARCOS LEITE
É VERDADE PAULO RICARDO, DIRETORIA VAI ARRUMAR A KSA, ISSO NÃO PODE SER FEITO DA ...
18.10 | Paulo R
! Antônio, amigo a nova diretoria só faz 15 dias que assumiu o club e vc pergunt ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
29/10/2015
14h04 | esportes - Futebol Nacional
Semifinais da Copa do Brasil e da Sul-Americana fazem crescer chance de G5 no Brasileirão
A noite desta quarta-feira representou uma injeção de esperança para todos os clubes que, no Campeonato Brasileiro, brigam para conquistar uma vaga na edição de 2016 da Copa Libertadores da América. Se desde o início da competição o grupo dos times que estariam classificados vinha sendo chamado de G4, esse termo agora corre o perigo de perder o sentido. Porque os resultados dos jogos da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana eliminaram de vez a perspectiva de apenas três equipes irem ao maior torneio do continente via Brasileirão. E ainda escancararam uma possibilidade que, antes, parecia remota: o G5.

O cenário em que o G4 viraria G3 foi descartado porque os dois brasileiros que disputavam a Copa Sul-Americana não conseguiram avançar às semifinais. Fora de casa, o Atlético-PR foi eliminado pelo Sportivo Luqueño. A Chapecoense também caiu fora da competição, ainda que tenha dado muito trabalho ao poderoso River Plate numa Arena Condá lotada. Caso tivessem se mantido na disputa, os dois ainda estariam na disputa pela vaga na Libertadores de 2016 que é garantida ao campeão da "Sula". E se algum deles conquistasse a taça, o Brasileirão só daria vaga a três equipes, já que a Conmebol tiraria do país uma das vagas a ele destinadas.

Além desses maus resultados da Chape e do Furacão, a definição dos dois finalistas da Copa do Brasil também ajudou a vida de quem quer ir à Libertadores via Campeonato Brasileiro. Isso porque o atual 4º lugar do certame, o Santos, continua mostrando que vive um grande momento: atropelou o São Paulo e chega à decisão como grande favorito ao caneco. E porque o Palmeiras, que está a dois pontos do G4 no Brasileirão, derrotou o Fluminense nos pênaltis, eliminando a perspectiva de um campeão da Copa do Brasil que não briga pelo topo da tabela no Nacional.
 
Quem está na
briga pelo G5

50 pontos
Santos
Internacional

49 pontos
Sport

48 pontos
Palmeiras

47 pontos
Ponte Preta

Quem vê o G5 de longe,
mas ainda sonha

44 pontos
Flamengo
Cruzeiro

Quando houve G5

2003
No ano em que o Cruzeiro conquistou a Tríplice Coroa (Mineiro, Copa do Brasil e Brasileiro), a quarta vaga na Libertadores terminou caindo no colo do Coritiba.

2006: a exceção
O Paraná Clube foi o beneficiado da vez. Mas não por conta de um título da Copa do Brasil: o Flamengo, campeão daquele ano, ficou em 11º no Brasileirão. Quem levou o time paranaense à Libertadores foi o Internacional, que ficou com o vice-campeonato mas já tinha vaga garantida por ter sido campeão continental no primeiro semestre.

2007
5º lugar no Brasileirão, o Cruzeiro foi premiado com uma vaga na Libertadores porque o Fluminense, campeão da Copa do Brasil, terminou em 4º.

2011
Campeão da Copa do Brasil, o Vasco terminou em 2º lugar no Brasileirão. Por isso, o Internacional terminou em 5º e foi agraciado com uma vaga na Libertadores.
 
Do Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker