Página inicial
 
Mural de recados
18.08 | Patativa
Com certeza essa chapa de Clóvis Lucena irá vencer,a outra só tem liso sem futur ...
18.08 | MARCOS LEITE
NA ELEIÇÃO DO CENTRAL, TEM QUANTOS CANDIDATOS A PRESIDENTE? EIS A QUESTÃO PROCUR ...
17.08 | Ronaldo fonseca
As bate chapas está aí! Qual será a mais benéfica para O glorioso????? De a s ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
04/07/2015
21h24 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B: Aplicado taticamente, Santa Cruz vence o Bragantino por 2 a 1, sai do Z4 e sonha com G4
O Santa Cruz saiu da zona de rebaixamento. Não espera voltar mais. A vitória de 2 a 1 sobre o Bragantino, em Bragança Paulista, recolocou o time no meio da tabela da Série B. O G4 já não está mais tão distante. Invicto nos seus três jogos no comando do Tricolor, Marcelo Martelotte levou a equipe, neste sábado, ao segundo triunfo seguido. Embora sem apresentar um futebol tão vistoso, os corais foram aplicados taticamente. A aplicação bastou para ganhar. Agora, a equipe se prepara para três confrontos consecutivos em Pernambuco, quando se espera a arrancada rumo ao topo.

Com mudanças nas duas laterais e Renatinho como segundo volante do time, o Santa Cruz foi melhor que o adversário já no primeiro tempo. Mas o Tricolor, ora errava no último passe, ora nas finalizações para o gol. Embora contasse com Renatinho para ajudar também na criação, o meio-campo coral era acanhado. Marlon acabou dando mais consistência que Lúcio no lado esquerdo. Ao contrário de Bileu, no lugar de Nininho, na direita. A maioria das investidas dos corais, portanto, saiam pelos lados. Jogadas que não deram certo, porém.

Nininho, que voltou dos vestiários no posto de Bileu, cobrou uma falta perigosa logo no início do segundo tempo - defendida pelo goleiro Douglas aos dois minutos. Um primeiro sinal que os últimos 45 minutos seriam diferentes para os corais. Figura apagada até o intervalo, Anderson Aquino mudou de postura. Assim como todo o time. Aos 12, o atacante fez 1 a 0 para o Santa Cruz após cruzamento de Marlon.

Cautela
Depois do gol, os pernambucanos preferiram ser mais cautelosos em campo. Martelotte fechou o time. Promoveu a estreia do volante Moradei no lugar do atacante Nathan. Mais determinados a cumprir as ordens táticas que fazer qualquer novo ataque à meta do Bragantino, os jogadores foram “cozinhando” o duelo minuto a minuto. Não deixaram os paulistas incomodarem. Num contra-ataque pontual, Renatinho arrancou e fez um golaço de cobertura. No último minuto, Rodolfo ainda diminuiu.

Bragantino
Douglas Friedrich; Everton Dias, Luan, Leandro Silva e Roberto (Rodolfo); Jocinei, Bruno Costa e Alan Mineiro (Zé Paulo); Chico (Jonathan), Jobinho e Diego Maurício. Técnico: Osmar Loss.

Santa Cruz
Fred; Bileu (Nininho), Alemão (Diego Sacoman), Danny Morais e Marlon; Wellington, Renatinho, Lelê e João Paulo; Nathan (Moradei) e Anderson Aquino. Técnico: Marcelo Martelotte.

Local: Estádio Nabi Abi Chedid (Bragança Paulista-SP).
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR). 
Assistentes: Marconi Helbert Vieira (MG) e Luiz Antônio Vieira (MG).
Gols: Anderson Aquino (12’ do 2T, Santa), Renatinho (35’ do 2T) e Rodolfo (50' do 2T)
Cartões amarelos: Bruno Costa, Jobinho e Zé Paulo (Bragantino); Danny Morais, Bileu, Nininho e Fred (Santa Cruz)
 
Fonte: Super Esportes. 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker