Página inicial
 
Mural de recados
22.06 | Paulo alvinegro
Pois é patativa também dei a viagem perdida não tinha ingresso nenhum na sede o ...
22.06 | Patativa
O central e seu amadorismo fui até o lacerdao nesta quinta feira comprar meu ing ...
22.06 | José
Boa tarde Warley, Se caso o central empatar essa partida, ele ta classificado ? ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
20/06/2015
14h40 | esportes - FUTEBOL
Dunga joga responsabilidade para Neymar: 'Decisão de ficar é dele'

Coletiva Dunga Miranda (FotoCleber Mendes/LANCE!Press)

 

O assunto principal da coletiva do técnico Dunga, neste sábado, no hotel em que a Seleção está baseada em Santiago, foi dominada pela suspensão de quatro jogos recebida por Neymar pela confusão após a partida contra a Colômbia, válida pela Copa América. Sem entrar em polêmica, Dunga procurou não lamentar o fato, mas fez alguns questionamentos.

 

- Não vou entrar no mérito da punição, pois o jurídico da CBF fará isso. Não podemos lamentar o que aconteceu. Mas precisa decidir o que queremos. Um futebol bem jogado ou o que é falado em campo. Não culpo a Colômbia, fez o seu jogo. O Neymar levou muitas faltas duras no jogo. Colocou a mão na bola em um lance em que estava desequilibrado. E levou o amarelo. Qual é o critério? - analisou.

 


Questionado se o episódio mereceu uma conversa especial com o capitão brasileiro, Dunga afirma que o diálogo é constante e com todos. Na visão do treinador, quem está convocado precisa ter postura.

 

- Não é porque erramos que vamos mudar tudo. Se qualquer erro fosse motivo para corte, ninguém estaria aqui. Tratamos todos de forma igual e a conversa é constante. E o jogador tem liberdade para se expressar. Quando convocamos o jogador é porque acreditamos na postura e potencial dele. Não queremos meninos, queremos homens - disse.

 

Caso a suspensão por quatro jogos seja mantida após o recurso, Neymar, de fato, não terá mais possibilidade de atuar na competição. Na visão de Dunga, quem decidirá se quer permanecer no grupo ou não é o próprio jogador.

 

- Isso depende do líder. Varia para cada jogador, até porque são reações diferentes. É uma decisão que parte do jogador. Ele vai analisar o que será mais produtivo. Se vai ser ficar aqui, passando experiência, colaborando, sendo um líder fora de campo. Ou se ele vai achar melhor sair, acreditando que esse momento triste ou até de amargura que ele está vivendo afete o grupo. Queremos que os jogadores tomem suas próprias decisões - disse.

 

DO LANCENET! 





.
 
 
 
eXTReMe Tracker