Página inicial
 
Mural de recados
23.05 | MARCOS LEITE
PERDEMOS UMA BATALHA, MAS NÃO PERDEMOS A GUERRA VAMOS GANHAR O CORURIPE, CENTRAL ...
22.05 | Davi
Essa Racreche sei não viu... ...
22.05 | Aldery
Alguém lembra aqui da Série B de 1997? Da parceria entre Central e Cadimo Barros ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
06/06/2015
21h42 | esportes - SELEÇÃO BRASILEIRA
Dunga surpreende, confirma Fred na vaga de Neymar e escala um atacante
Dunga - treino seleção Arena Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)Dunga - treino seleção Arena Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)

O volante Fred nem sequer estava convocado para a Copa América até a última quarta-feira, quando foi escolhido pela comissão técnica para substituir Luiz Gustavo, cortado, na lista definitiva. Sua ascensão relâmpago, quem diria, terminará a semana como titular da seleção brasileira. Depois do treino deste sábado, Dunga confirmou sua presença na equipe no amistoso deste domingo contra o México, no estádio do Palmeiras, em São Paulo.

Na sexta-feira, em Teresópolis, o treinador comandou uma atividade em que a equipe titular tinha só nove atletas de linha. Questionado sobre a formação que usará na partida, ele disse que não faria mudanças em relação aos treinos. Alertado sobre o treino com um a menos, ele brincou e confirmou o jogador do Shakhtar Donetsk.

– Que bom, estão prestando atenção (risos). É o Fred – resumiu.

Dessa forma, o Brasil entrará em campo só com um atacante pela primeira vez desde que Dunga reassumiu o cargo, depois da Copa do Mundo. Diego Tardelli é o escolhido. Entre os três volantes, é possível que Fred atue mais adiantado pelo lado direito, como fazia no Internacional quando era também era comandado pelo técnico. A Seleção terá Jefferson, Danilo, Miranda, David Luiz e Filipe Luís; Fernandinho (Casemiro), Elias, Fred, Philippe Coutinho e Willian; Diego Tardelli.

Fernandinho é dúvida porque saiu do treino com um desconforto no joelho direito. Ele será observado nas próximas horas. Robinho fez alguns trabalhos com bola em campo neste último treino, mas não deve jogar. Confira a íntegra da entrevista de Dunga:

Treino da seleção brasileira na Arena Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)Fred tenta desamar Thiago Silva em treino da Seleção: volante será a novidade na escalação (Foto: Marcos Ribolli)


 DESFALQUES

– Os jogadores já se entendiam, mas isso faz parte do futebol. O Luiz Gustavo já jogou Copa do Mundo, Copa das Confederações, sabemos o que pode render. Agora daremos oportunidades a outros jogadores numa Copa América com muitas dificuldades. Nossa meta está lá na frente, as Eliminatórias serão complicadas e é bom colocar esses jogadores na Copa América.

NEYMAR CAMPEÃO

– Não é bom somente para a Seleção, mas para o futebol brasileiro. Ter um representante campeão na Champions, fazendo a diferença no Barcelona, sendo um dos artilheiros. Todos estamos muito felizes. Eu havia dito que ficaria muito feliz se o Barcelona chegasse à final, o Neymar chegaria muito motivado, como todo o grupo.

É bom para o futebol brasileiro ter um representante no Barcelona sendo campeão, um dos artilheiros, fazendo a diferença. Estamos todos muito felizes pelo Neymar 
Dunga

ESTILO DE JOGO

– Quase todos os treinadores gostam de compactação e transição rápida. Buscamos, pelas características que temos, um futebol competitivo com qualidade e velocidade. No futebol brasileiro, com as novas arenas e esse tipo de gramado, o jogo é bem mais rápido do que o habitual. É preciso treinar para dar certo no jogo.

CAPITÃO

– Quando a equipe entrar em campo vocês vão ver (risos).

ZICO CANDIDATO À PRESIDÊNCIA DA FIFA

– Quando alguém se sente preparado pra disputar uma eleição, tem toda condição.

DENÚNCIAS DE CORRUPÇÃO

– Estamos vendo o que está acontecendo no mundo, no futebol, na política. O que conversamos com os jogadores é sobre nosso propósito. Nós os deixamos muito livres para tomarem suas posições, mas observamos um detalhe: não pré julgar ninguém sem ter nada definitivo. Nós, jogadores e treinadores, não gostamos quando somos pré julgados sem algo confirmado, não podemos fazer o mesmo com outras pessoas. Temos que respeitar a história. Falamos em focar onde podemos ajudar, o torcedor brasileiro está precisando de uma resposta, vamos ter que dar dentro de campo.

 PRISÃO DE MARIN E "RENÚNCIA" DE BLATTER

– Sou um cara altamente positivo, nunca penso nas coisas negativas. Sei que na vida podem acontecer certas coisas, mas nunca imagino as coisas negativas.

 

SEM NEYMAR PELA PRIMEIRA VEZ

 

– Apareceu essa situação numa hora oportuna, os jogadores estão muito focados, cada um quer sua oportunidade. É uma disputa interna muito positiva, quanto mais jogadores de qualidade tivermos, melhor.

Estamos vendo o que está acontecendo no mundo, no futebol, na política. Nós deixamos os jogadores livres para terem suas posições, mas observamos: não pré julgar ninguém  
Autor

STATUS DO FUTEBOL BRASILEIRO

– Temos jogadores representando bem o Brasil em todas as partes do mundo. Todos queriam ganhar essa Copa em casa, os jogadores e o treinador mais do que ninguém. Não foi possível, mas não por isso que temos de colocar pânico. Vejo dizerem que o Brasil caiu para a segunda, a terceira divisão. E quando ficamos 24 anos sem ganhar nada com jogadores excepcionais? Continuamos sendo o Brasil, tendo orgulho dos jogadores, da nossa qualidade. Não será diferente agora. Temos que dar resposta ao torcedor, mostrar, além da qualidade, determinação, vontade de ganhar e de dar uma resposta.

MÁGOA DA ALEMANHA

– Mágoa não, temos admiração e respeito como eles têm por nós. É uma marca que vai demorar para sair, nem sei se vai sair. É como em 1950. Depois daquilo, o Brasil jogou umas 20 vezes com o Uruguai, ganhou muito mais, mas sempre vai ser lembrado. Com a Alemanha não vai ser diferente, mas não adianta pensar muito naquele jogo, não podemos mudar o resultado. Podemos modificar daqui pra frente e é o que estamos tentando fazer.

MUDANÇAS PÓS-COPA

– Quando falamos em mudanças, normalmente queremos que os outros mudem. Se tem de haver mudança é geral, independentemente da Copa do Mundo. Mesmo que o Brasil tivesse ganhado, teria que mudar porque o mundo evolui. Muitas coisas mudaram porque é nossa forma de trabalhar: minha, do Gilmar, da presidência que pediu e estamos colocando em prática.

TREINO NA HORA DA FINAL DA LIGA

– Não houve nenhuma brincadeira, a programação já estava feita. Nós gostaríamos de assistir, mas temos que resolver nossos problemas, não podemos pensar nos dos outros.

COPA AMÉRICA

– Ganhar como atleta é sempre bom, e pela Seleção é uma alegria única porque é a paixão do brasileiro, do torcedor e nossa também. É uma competição complicada, mas não podemos perder tempo. São 30 dias que teremos de aproveitar da melhor maneira possível.

Do globoesporte.com 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker